Google une editores de textos e planilhas

Google Docs & SpreadsheetsTodo dia tem novidade nova do Google. Desta vez a empresa anunciou a união do Google Spreadsheets com o recém adquirido Writely, que formam agora o conjunto Google Docs & Spreadsheets. Como sempre totalmente integrado com os outros serviços oferecidos pelo gigante e com uma interface toda inspirada no visual original lançado pelo Gmail, a nova suíte oferece:

  • Edição de textos com formatações especiais e corretor ortográfico;
  • Upload de documentos do Word, OpenOffice, RTF, HTML ou texto puro que são automaticamente convertidos para o formato nativo de edição do Docs ou Spreadsheets e podem ser editados e visualizados online, de qualquer lugar;
  • Caminho inverso ao anterior: download de documentos em formato do Word, PDF e outros;
  • Visualização do histórico de revisões (atualizações) de cada documento, com a possibilidade de retornar para qualquer uma das versões quando quiser;
  • Possibilidades de compartilhamento de documentos com outros usuários do serviço: eles podem apenas acompanhar as edições, ou participar delas simultâneamente;
  • Recurso de chat entre participantes de um mesmo documento integrado;
  • Publicação dos documentos criados em formato de páginas para a web ou diretamente em blogs.

A partir de hoje passarei a utilizar ambos os sistemas no meu dia-a-dia para eu mesmo poder construir um veredicto sobre a qualidade deles. Será que já substituem o Word e o Excel? Possivelmente ainda não: um exemplo simples e rápido é o recurso de criação de gráficos do Excel, ainda não implementado no Spreadsheets. Porém, para as necessidades diárias, pode ser que eles dêem conta com folga à esta altura. Em breve eu conto a vocês.

Se houver algum erro no post acima, selecione-o e pressione Shift + Enter ou clique aqui para nos notificar. Obrigado!

Sobre o Autor

Fundador e editor-chefe
Google+

Graduado em Comunicação Social com Habilitação em Publicidade e Propaganda na Universidade Salvador – UNIFACS, tem paixão pela Apple e seus produtos desde quando adquiriu seu primeiro iMac (um G3 Blueberry), em agosto de 2000. Não desgruda do seu iPhone 6 (cinza espacial) e costuma trabalhar num MacBook Pro Retina de 15 polegadas, mas também usa um iPad Air como quebra-galho em certas ocasiões. No tempo livre, adora utilizar a Apple TV esparramado no sofá.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.