Internet Explorer ficou vulnerável à ameaças durante 284 dias em 2006


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
07/01/2007 às 13:09

Do Slashdot: Brian Krebs, em seu site sobre segurança de redes no Washington Post, compilou algumas estatísticas sobre quanto tempo as empresas de software levaram, em 2006, para lançar correções e patches de segurança a fim de tornar seus produtos menos vulneráveis a ameaças e, assim, garantir um maior nível de proteção a seus usuários.

ie-vulnerabilities.jpg

Segundo ele, o Internet Explorer, da Microsoft, ficou vulnerável a ameaças críticas de segurança durante 284 dias, ou seja, mais do que 9 meses corridos! Em comparação, o Firefox, no mesmo período, ficou exposto a falhas críticas de segurança por apenas 9 dias.

Cabe a nós esperar, deste modo, que em 2007 a Microsoft torne-se mais ágil na correção de seus produtos.

Posts relacionados
Comentários

Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: