Saiba o real motivo da compra da PA Semiconductors pela Apple

P.A. SemiA discussão sobre a compra da PA Semiconductors pela Apple foi muito boa, durante o dia de hoje. Porém, até a seguinte matéria do EETimes ser publicada, muito havia ficado no ar quanto ao objetivo de Steve Jobs com seu investimento.

A Apple não quer os produtos da PA Semiconductors, e sim o seu talento intelectual de engenharia. Em outras palavras, o conhecimento e experiência de toda a sua equipe de funcionários, composta por cerca de 150 pessoas.

Já no dia 21, a PA Semiconductors informou aos seus consumidores que havia sido comprada e não poderia mais garantir o suprimento dos seus chips. Até aquele momento o nome da Apple não havia sido citado, mas eles afirmaram de que esta poderia suprir chips sob o estado EOL’d (End Of Life), com a condição de que ela conseguisse transferir a licença da tecnologia para a nova dona.

A licença em questão trata-se provavelmente da arquitetura PowerPC licenciada pela IBM Corp., o que permitiu que a PA Semiconductors criasse seu próprio chip PowerPC do zero.

Outro aspecto bastante interessante da aquisição é que grande parte dos clientes da PA Semiconductors são do exército norte-americano, o que levanta a possibilidade até mesmo da compra ser barrada, caso componentes não possam ser entregues.

Fica a pergunta: o que Steve Jobs pretende fazer com todo esse talento de engenharia? Se formos parar pra pensar friamente, a Apple pagou cerca de US$2 milhões por funcionário. Tem coisa grande por trás disso…

Se houver algum erro no post acima, selecione-o e pressione Shift + Enter ou clique aqui para nos notificar. Obrigado!

Sobre o Autor

Fundador e editor-chefe

Graduado em Comunicação Social com Habilitação em Publicidade e Propaganda na Universidade Salvador – UNIFACS, admira a Apple e os seus produtos desde quando adquiriu seu primeiro iMac (um G3 Blueberry), em agosto de 2000. Não desgruda do seu iPhone 7 Plus (preto matte) e costuma trabalhar num MacBook Pro Retina de 15 polegadas, mas também usa um iPad Pro como quebra-galho em certas ocasiões. No tempo livre, adora brincar com a Apple TV esparramado no sofá.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.