Firefox 3.0 para Mac OS X: mudanças internas

Firefox 3 Download DayDe todos os sistemas operacionais compatíveis com o Firefox 3.0, a versão para o Mac OS X foi a que sofreu mais mudanças. O blog Boom Swagger Boom fez uma análise profunda da principal mudança ocorrida na versão Mac do Firefox 3.0.

Gecko 1.9 baseado em Cocoa
Sem sombra de dúvidas, essa é a maior novidade para os usuários de Mac. O Gecko é a engine de renderização de páginas do Firefox. Até o Firefox 2.0, o Gecko era baseado em Carbon; no Firefox 3.0, ele foi totalmente reescrito para Cocoa, o que possibilitou o uso dos widgets (botões, drop-downs etc.) terem aparência nativa do sistema. Além disso, houve uma grande melhora no desempenho do Firefox 3.0 em relação ao Firefox 2.0, por causa do uso do Core Graphics ao invés do QuickDraw, usado por programas Carbon.

Essa é a mudança que torna o Firefox 3.0 tão esperado pelos Mac users de plantão. Não esqueça de participar do Firefox Download Day, a partir das 14h (horário de Brasília)!

Se houver algum erro no post acima, selecione-o e pressione Shift + Enter ou clique aqui para nos notificar. Obrigado!

Sobre o Autor

Engenheiro de Controle e Automação (Mecatrônica) formado pela Universidade de Brasília, sempre foi apaixonado por Macintosh. Atualmente tem um clássico iMac G3 em sua mesa e um Macbook Pro 13", foi feliz dono de um iPod shuffle e agora tem um iPod Video que não sai do bolso. Seus assuntos preferidos são Apple, Firefox e carros, não necessariamente nesta ordem.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.