Google Calendar ganha suporte a CalDAV e integra-se ao iCal, da Apple


Depois de meses de testes, o Google Calendar finalmente ganhou suporte ao protocolo CalDAV, que permite o acesso a calendários via WebDAV. A tecnologia modela eventos de calendários como recursos HTTP no formato iCalendar e calendários contendo eventos como coletâneas WebDAV. Desta maneira, usuários podem publicar e assinar calendários, compartilhá-los e sincronizá-los entre múltiplos usuários e aparelhos.

O mais engraçado é que o único software hoje compatível com o Google Calendar é o iCal, da Apple. Com a novidade, usuários podem não só visualizar, mas também editar eventos do serviço do Google diretamente pelo iCal (aleluia, irmão!). Qualquer modificação feita no iCal aparece automaticamente no Google Calendar na próxima vez que você se logar (e vice-versa, é claro). Mesmo quando você usar o iCal em modo offline, as modificações serão salvas e atualizadas no Google Calendar automaticamente na próxima vez que você ficar online.

Ao menos um usuário já testou o novo recurso e revela que o sincronismo funciona muito bem, mas que há alguns problemas. O principal é que foi preciso criar uma conta de servidor CalDAV para cada calendário do Google Calendar. Além de ser um tanto chato, isso gera uma limitação de comunicação exclusiva entre cada um dos calendários, impedindo reordenação e a capacidade de mover eventos de um calendário para outro pelo iCal, por exemplo.

Antes de se aventurar no serviço, não deixe de conferir as instruções de como configurar o Google Calendar no iCal e a lista de problemas conhecidos sobre o recurso.

O sincronismo via CalDAV só é suportado no iCal 3.x, sendo, portanto, restrito aos usuários do Mac OS X Leopard.

[Via: Google Operating System.]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: