Steve Jobs afirma que MobileMe ainda não está dentro dos padrões da Apple [atualizado]


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
05/08/2008 às 02:28

Em email interno distribuído aos seus funcionários, Steve Jobs afirmou que o serviço MobileMe teria sido lançado muito prematuramente e ainda não estava dentro dos “padrões da Apple”.

Além de reconhecer que existiram falhas, Jobs cita no email o que poderia ter sido feito para evitar tantos problemas que eles tiveram com o lançamento do MobileMe. Ele acredita que, além de mais tempo e mais testes, a Apple deveria ter implementado os diversos serviços aos poucos, ao invés de lançar tudo de uma vez só. Como exemplo ele cita que, primeiro, poderia ter sido implementado a sincronização over-the-air do iPhone, depois os web apps — um de cada vez.

Jobs ainda afirma que “foi um equívoco lançar o MobileMe ao mesmo tempo que o iPhone 3G, a versão 2.0 do software do iPhone e a App Store. Todos nós já tínhamos muito o que fazer e o lançamento do MobileMe poderia ter sido prorrogado sem causar nenhum problema”.

Foram tantos problemas com o lançamento do MobileMe que fica até difícil listar todos: instabilidade, usuários que não conseguiam logar no serviço, problemas de sincronização de informações, e até problemas para acessar emails, alguns dos usuários tiveram. Para ajudar a contornar a situação, a Apple até criou um blog — algo inédito na história da companhia — para informar as últimas notícias e status relacionados ao MobileMe.

Após comentários negativos de David Pogue e de Walt Mossberg, a Apple até reorganizou a equipe responsável pelo desenvolvimento do MobileMe e todo o grupo se reportará agora a Eddy Cue — vice-presidente executivo da divisão iTunes —, que gerenciará todos serviços relacionados à internet, incluindo a iTunes Store, a App Store e o MobileMe. Acima de Cue estará apenas Steve Jobs, a quem ele reportará diretamente.

“O lançamento do MobileMe demonstra claramente que nós ainda temos mais a aprender sobre serviços baseados na internet. E nós iremos”, afirma Jobs. “A visão do serviço MobileMe é, ao mesmo tempo, excitante e ambiciosa e nós nos esforçaremos para torná-lo, até o final do ano, um serviço do qual todos nós tenhamos orgulho”. Que assim seja! Como usuário do serviço, só posso esperar que ele fique melhor a cada dia.

Segue, na íntegra, o email enviado por Steve Jobs:

Team,

The launch of MobileMe was not our finest hour. There are several things we could have done better:

– MobileMe was simply not up to Apple’s standards – it clearly needed more time and testing.

– Rather than launch MobileMe as a monolithic service, we could have launched over-the-air syncing with iPhone to begin with, followed by the web applications one by one – Mail first, followed 30 days later (if things went well with Mail) by Calendar, then 30 days later by Contacts.

– It was a mistake to launch MobileMe at the same time as iPhone 3G, iPhone 2.0 software and the App Store. We all had more than enough to do, and MobileMe could have been delayed without consequence.

We are taking many steps to learn from this experience so that we can grow MobileMe into a service that our customers will love. One step that I can share with you today is that the MobileMe team will now report to Eddy Cue, who will lead all of our internet services – iTunes, the App Store and, starting today, MobileMe. Eddy’s new title will be Vice President, Internet Services and he will now report directly to me.

The MobileMe launch clearly demonstrates that we have more to learn about Internet services. And learn we will. The vision of MobileMe is both exciting and ambitious, and we will press on to make it a service we are all proud of by the end of this year.

Steve

Atualização (05/08/06 às 18:15): adicionado o conteúdo do email enviado por Jobs.

Posts relacionados
Comentários

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: