Live Mesh agora é compatível com Macs


Por
31/10/2008 às 18:14

A Microsoft anunciou na Professional Developers Conference (PDC) 2008 uma nova versão do Live Mesh, serviço de sincronização e compartilhamento de arquivos semelhante ao MobileMe iDisk, da Apple, totalmente compatível com Macs.

O software Live Mesh para Macs ainda está em fase beta, mas agora suporta sincronização de arquivos entre os computadores da Apple, PCs e até com smartphones Windows Mobile. Por enquanto, o iPhone está excluído da jogada.

Em vez de montar um disco separado no seu Finder — como o iDisk —, o Live Mesh funciona com pastas em seu Mac independente da localização delas. Por meio de um ícone na barra de menus, você poderá selecionar quais pastas adicionar aos servidores da Microsoft para serem sincronizadas e quais pastas armazenadas no servidor você quer sincronizar com o seu Mac.

Dessa forma, as pastas sincronizáveis com o Live Mesh recebem um ícone no seu Mac, e os arquivos dentro delas são sincronizados com todos os outros computadores a que você tenha acesso (sejam Macs ou PCs) e também com celulares baseados no Windows Mobile.

Diferente do iDisk, ele apenas irá sincronizar com seus demais computadores o que você selecionar em cada um deles, e não fará tudo automaticamente como o MobileMe iDisk, da Apple.

O Live Mesh oferece 5GB de armazenamento, é gratuito e apenas compatível com Macs Intel rodando o Mac OS X 10.5 ou superior. A interface online apenas é suportada no Safari 3.0 ou superior e no Firefox 2.0 ou superior.

Posts relacionados
Comentários

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.


Carregar mais posts recentes