Continuemos unidos contra o projeto de lei sobre cybercrimes do Senador Azeredo


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
17/03/2009 às 01:38

Em julho do ano passado, divulgamos aqui no MacMagazine um protesto contra um projeto de lei do Senador Eduardo Azeredo que, em poucas palavras, visa a oficializar a criminalização de diversos atos virtuais, porém passa dos limites ao invadir a privacidade dos internautas brasileiros e ao violar a liberdade de uso de tecnologias hoje disponíveis através de uma vigilância constante do uso da internet no país.

Poucos dias depois, o Senador respondeu à blogosfera — que, assim como nós, já havia, em massa, se demonstrado totalmente contra a iniciativa — acerca do seu projeto de lei, porém ainda assim muita coisa ficou sem explicação. Simplesmente não colou, essa tentativa de “nos tranquilizar”, como se tudo o que está escrito no projeto não fosse nos afetar, seja direta ou indiretamente.

Bandeira do Brasil

Agora, o Sergio Amadeu alerta em seu blog que, gozando do seu novo posto de presidente da Comissão de Relações Internacionais do Senado, o Senador Azeredo mais uma vez está forçando a aprovação do seu projeto com todas as suas forças na Câmara. No último dia 5, o deputado Regis de Oliveira (PSC-SP) já conseguiu aprovar um parecer favorável ao projeto na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados.

Não podemos ficar sentados assistindo esse absurdo se concretizar. Encha a caixa do deputado do seu Estado com mensagens contrárias ao projeto de lei e, caso ainda não tenha assinado, participe da petição online sobre o assunto. De julho pra cá o número de pessoas a apoiando subiu bastante, mas pode crescer ainda mais. Faça a sua parte.

[Dica do João Sérgio, obrigado!]

Posts relacionados
Comentários

Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: