App Store dá muito lucro para desenvolvedores, mas nem tanto pra Apple


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
23/06/2010 às 10:53

Num relatório liberado hoje, a Piper Jaffray trouxe à tona alguns fatos curiosos a respeito da economia da App Store, a bem-sucedida loja de softwares para o iOS. Por incrível que soe, uma das conclusões tiradas por Gene Munster neste trabalho é que a Apple lucra relativamente pouco com a venda de aplicativos — ou seja, a loja existiria basicamente para promover a venda de gadgets, e não para servir de fonte de renda direta.

Logo da App StoreSabemos que a Apple fica com 30% do preço de qualquer app vendido, mas 30% de nada é nada e, de todos os apps baixados até hoje, 4 bilhões (81%) seriam gratuitos. Dos aplicativos pagos, os 50 de maior sucesso teriam uma média de preço de US$1,49 (no iPad, os 30 apps pagos de maior sucesso são bem mais caros, com uma média de US$4,66). Desdobrando a distribuição dos valores, a Apple repassa 20 centavos mais 2% do preço do app para empresas de cartão de crédito, além de gastar cerca de 2 centavos pelo processamento de cada app. Adicionalmente, cerca de US$81 milhões teriam sido gastos para processar todos os apps gratuitos que foram baixados até hoje.

No fim das contas, dos US$428 milhões ganhos até hoje pela Maçã com sua loja de aplicativos para iOS, apenas US$108 milhões teriam sido revertidos em lucros, de fato. Diante de um faturamento acumulado de mais de US$33,7 bilhões desde a abertura da App Store, dá pra perceber o quanto o lucro derivado dela é mínimo para a empresa de Cupertino.

Comparativamente, a iTunes Store gera com venda de músicas, filmes e programas de TV cerca de US$3,6 bilhões em receita, sendo igualmente um negócio que praticamente não dá lucro direto. Contudo, como ficou provado com o sucesso do iPod, a promoção das vendas de hardware pode ser o ponto em que o retorno é maior — e mais difícil de mensurar com precisão.

Atualmente, usuários do iOS baixam cerca de 16,6 milhões de apps por dia (quase o dobro da quantidade de músicas compradas diariamente na iTunes Store), e um “círculo virtuoso” entre venda de gadgets, sucesso de apps e atração de mais desenvolvedores estaria em efeito.

[via AppleInsider]

Posts relacionados
Comentários

Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: