Macs com telas Retina não são dúvida; quando eles chegarão, sim, ainda é uma incógnita

Antes mesmo de começarem a surgir indícios disso [1, 2], qualquer um em sã consciência já imaginaria que futuros Macs também ganharão telas Retina — assim como iPhones 4 e iPods touch 4G. Aliás, antes ou junto deles, quem também deverá evoluir nesse aspecto é o iPad, dobrando sua resolução para 2048×1536 pixels.

Mas duas descobertas recentes aqueceram ainda mais esses rumores — a primeira diz respeito a um novo wallpaper que surgiu no build mais recente do Mac OS X Lion, uma segunda foto do Monte Fuji. Nós não havíamos observado isso num primeiro momento, mas o OS X Daily destacou que há algo muito particular: ela mede nada mais nada menos que 3200×2000 pixels, resolução esta nunca vista em nenhum Mac — nem nos antigos Apple Cinema Displays de 30 polegadas, que chegavam a 2560×1600 pixels.

Em um post relacionado no punchingIN, Jeff Smith montou uma tabela que cruza diversos tamanhos de displays (de 9,7 a 30 polegadas) com possíveis distâncias de visualização — e, a partir daí, determina se eles poderiam ser considerados Retina ou não.

Tabela de telas Retina

Como dá pra ver, todos com até 17 polegadas entram no bolo — o que inclui, evidentemente, todos os laptops atuais da Apple.

Um dos grandes problemas de aumentar a resolução de máquinas sem dar o devido suporte a software é que os elementos da interface acabam diminuindo e podem ultrapassar uma barreira do que é agradável para a maioria dos usuários. Tim Ricchuiti explica e demonstra isso muito bem, num post para o The Elaborated.

No caso do iOS, a Apple pulou de uma resolução de 320×480 pixels para 640×960 pixels, mas alterou todo o sistema operacional e aplicativos de forma que tudo na tela ficasse do mesmo tamanho — porém mais nítido, sem pixels visíveis.

Nos Macs atuais já há uma série de variações de resolução (apesar de nenhum chegar ao nível Retina), porém sem o suporte de software os elementos de interface acabam também variando de tamanho, de máquina para máquina. Isso não poderá ocorrer de jeito nenhum, se essa mudança for muito brusca. A Apple certamente sabe disso e já deve estar preparando terreno para tal.

De ontem para hoje, o MacMagazine fez uma segunda descoberta que também aparenta dizer respeito a esses futuros Macs com Retina Displays: a Apple já iniciou a transição de ícones do Lion para o dobro da resolução dos atuais — pulando de 512×512 pixels para absurdos 1024×1024 pixels (não faz muito tempo, a tela do meu computador tinha uma resolução menor que isso!).

Encontramos três exemplos no build mais recente do Lion: AirDrop, Mac App Store e Launchpad.

Ícone do Lion - AirDrop

Ícone do Lion - Mac App Store

Ícone do Lion - Launchpad

Observem que as imagens incorporadas ao post só estão com 600×600 pixels — se quiserem vê-las em sua integridade, cliquem sobre elas para ampliá-las. ;-)

Além de tudo o que já dissemos, incorporar telas dessas em iPads e Macs também acarreta custos mais elevados de produção e outras preocupações, como peso em CPU/memória e consumo exagerado de bateria. Num display de 3,5 polegadas (como os de iPhones e iPods) isso foi mais fácil de resolver e viabilizar, mas em modelos maiores a coisa muda de figura.

Não sei quando que essas novas telas começarão a pipocar em mais iProducts, porém mal posso esperar por elas. :-D

Se houver algum erro no post acima, selecione-o e pressione Shift + Enter ou clique aqui para nos notificar. Obrigado!

Sobre o Autor

Fundador e editor-chefe
Google+

Graduado em Comunicação Social com Habilitação em Publicidade e Propaganda na Universidade Salvador – UNIFACS, tem paixão pela Apple e seus produtos desde quando adquiriu seu primeiro iMac (um G3 Blueberry), em agosto de 2000. Não desgruda do seu iPhone 6 (cinza espacial) e costuma trabalhar num MacBook Pro Retina de 15 polegadas, mas também usa um iPad Air como quebra-galho em certas ocasiões. No tempo livre, adora utilizar a Apple TV esparramado no sofá.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.