Símbolo de sincronização via Wi-Fi no iOS 5 é morbidamente semelhante ao ícone do Wi-Fi Sync

Tem certas horas em que os defensores mais ardorosos do jailbreak vêm com umas histórias meio exageradas (“Não haveria App Store, se não fosse pelo jailbreak“, a-ham, até parece), mas neste caso a Apple entrou numa saia justa que certamente vai pegar mal. Você se lembra do Wi-Fi Sync, um app rejeitado pela Maçã que é vendido na Cydia Store por US$10? Pois bem, o TUAW parece ter encontrado um irmão dele — não chega a ser gêmeo, mas é muito, muito parecido!

Símbolo do Wi-Fi Sync

Os símbolos acima indicam a mesma funcionalidade: sincronização de iGadgets via Wi-Fi. O da esquerda é o ícone do Wi-Fi Sync, criado por Greg Hughes (e rejeitado pela Maçã). O da direita é o que a própria Apple usa para apresentar a nova funcionalidade de sincronização sem fio no iOS 5. Como explicar tanta semelhança?

Há duas possibilidades, descritas abaixo em teor hipotético:

  1. A Apple copiou Hughes. O app foi mandado para a loja da gigante de Cupertino em abril de 2010, o que deu a ela mais de um ano para “se inspirar” e copiar não apenas a funcionalidade, como o símbolo que a representa.
  2. Ninguém copiou ninguém. Hughes usou nada mais que o símbolo padrão de Wi-Fi dentro de um desenho comumente associado a sincronização (inclusive no iSync, da Apple) — ou seja, usou duas figuras simples para comunicar a combinação delas. A ideia é tão óbvia que diversas pessoas poderiam fácil, fácil chegar a ela independentemente.

Não é um esforço muito grande pensar que ocorreu a situação 2, portanto é bom pegar leve com os dedos em riste. Só que tem um problema: a anterioridade. Quem veio a público primeiro foi Hughes, então a Apple de certa forma deve um certo respeito ao design concebido por ele (ainda que seja óbvio).

Infelizmente, Hughes não deve ter um registro do símbolo como marca, o que reduz a quase zero as chances de ele ser de alguma forma recompensado pela Apple. Aliás, esse é um aspecto bastante injusto da propriedade intelectual: às vezes é preciso um investimento vultoso para proteger uma ideia, coisa com que só grandes empresas conseguem arcar.

O iOS 5 está tão cheio de “inspirações” vindas diretamente do Cydia (mas não da Microsoft) que o TUAW compilou uma série delas, indo desde a formatação em rich-text adicionada ao Mail até os backups com o iCloud, passando, claro, pelo novo sistema de notificações — que parece até ter rendido um nome a mais na folha de pagamento da Apple.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.