Patenteie para travar: rotação de iPhones, liberando o repórter que há em você

Quem nunca ficou um tempão mexendo no app Photos de um iPhone/iPod touch, admirado com a eficiência do gesto de pinça e com a forma suave como a orientação da tela muda ao se girar o aparelho? Aparentemente, essa resposta dos iGadgets a uma mudança de orientação foi devidamente patenteada.

Patente sobre mudança de orientação do iPhone

“Aparentemente”, pois pode ser que o invento diga respeito a uma forma de travar a mudança de orientação da tela usando um gesto de dois dedos: é possível que, em implementações iniciais do iOS, fosse possível “forçar” um gadget a exibir a tela na vertical mesmo quando ele fisicamente se encontrasse na horizontal. Para tanto, bastaria um gesto de rotação de dois dedos, similar ao que é empregado para ajustar a tela de um iPod nano 6G.

Hoje, porém, o método preferido pela Apple foi criar uma trava acessível em um atalho da Home Screen dos aparelhos ou, no caso do iPad, configurável também em uma alavanca mecânica.

· · ·

Quem mora na zona nobre do Rio de Janeiro deve habitualmente se deparar com muitos “globais” e, naturalmente, ter lá seus momentos de tiete e, com um pouco de cara de pau, tentar puxar assunto com algum ator/atriz/ex-BBB. Para essas horas (e também para facilitar a vida de repórteres profissionais), a Apple patenteou um sistema que facilita a realização de entrevistas mudando automaticamente o foco de gravação de vídeo entre o repórter e o entrevistado, usando as duas câmeras do iPhone.

Patente de sistema de entrevistas para iPhone

A alternação poderia ser feita ao se detectar a voz de cada pessoa (assim, gravar-se-ia quem estivesse falando) ou até interpretando o movimento dos lábios para determinar quem deve ficar em foco. Esse recurso poderia ser usado também em gravações de eventos, nos quais uma opção “Autoselect” permitira alternar entre a câmera dianteira e a traseira conforme o usuário falasse ou se mantivesse em silêncio.

Pensando bem, essa patente deve se referir apenas a tietes; qualquer repórter profissional certamente acharia o fim da picada um telefone ficar tirando o foco do entrevistado quando bem quer (quase consigo ouvir o #mimimi).

Bom vai ser se esse modo permitir gravar o rosto do entrevistador só como um picture-in-picture (pense no FaceTime) enquanto ele estivesse falando — o resultado visual ficaria interessante. Ou, melhor ainda, se fosse possível gravar entrevistador e entrevistado ao mesmo tempo, continuamente, para permitir a edição depois, num iMovie da vida.

[via Patently Apple: 1, 2]

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.