Apple e editoras oferecem concessões antitruste para acabar com processo na Europa

A Apple e algumas editoras estão sendo acusadas por cartel em ebooks na Europa e nos Estados Unidos. Segundo a Reuters, Apple e quatro editoras estão oferecendo concessões antitruste para se livrarem do processo na Europa — ontem, três editoras entraram em acordo na ação coletiva aberta por Estados americanos.

iBooks no iPad

No final do ano passado, a Comissão Europeia iniciou uma investigação sobre as práticas de cinco editoras em conjunto à Apple, para restringir a concorrência no mercado de ebooks. Segundo a Comissão, o acordo estipulava que outras lojas de ebooks — como a Amazon — não poderiam vender livros digitais por um preço menor.

Agora, Apple, Simon & Schuster, Harper Collins e Hachette Livre e Macmillan ofereceram a possibilidade de outras lojas venderem ebooks com descontos durante dois anos. A Comissão Europeia ainda está conversando com outras partes da indústria para averiguar se as concessões são suficientes para acabar com o processo.

Na Alemanha, a Apple não permite a compra de ebooks através de Gift Cards com desconto — no país, os livros precisam ser vendidos pelo mesmo preço, uma forma de proteger pequenas lojas de grandes companhias.

[via 9to5Mac]

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.