Jovem que encontrou o protótipo de iPhone 4 num bar fala do episódio pela primeira vez


Lembram da história do protótipo de iPhone 4 perdido num bar, achado por um jovem e “vendido” para o Gizmodo, que mostrou os detalhes do aparelho ainda não lançado para o mundo? Se quiserem recapitular todos os detalhes, aqui estão alguns links: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9.

iPhone 4G adquirido pelo Gizmodo

Pela primeira vez, Brian Hogan, a pessoa que achou o aparelho no bar, contou a sua versão dos fatos pelo Reddit, participando ainda de um AMA (“ask me anything”, ou “pergunte-me qualquer coisa”).

Abaixo, nossa tradução livre do texto:

Olá, meu nome é Brian e há três anos eu fiz parte do vazamento infame do iPhone 4. Algumas pessoas sugeriram que eu fizesse uma AMA, então aqui estou eu! Esta é a minha foto circulou na imprensa e este sou eu, hoje.

Histórico: quando eu tinha 21 anos eu estava em um bar, bem à noite, com dois amigos. Após a última chamada, meus dois amigos foram para o banheiro e, assim que eles saíram [da mesa], um cara bêbado aleatório veio até mim, pegou um telefone no banco do bar ao meu lado e disse: “Não se esqueça de seu telefone!” Eu disse a ele que não era meu e que eu não sabia quem era o dono. O sujeito me entregou o telefone e me deu a tarefa de encontrar a pessoa. Perguntei ao redor mas não consegui descobrir quem era o dono e, depois que meus amigos voltaram, fomos para casa com a intenção de descobrir a quem o telefone pertencia e entregar [o aparelho] de volta.

No dia seguinte eu acordei e realmente tinha esquecido do telefone; em seguida, tentei descobrir seu dono. Eu verifiquei a Craigslist e então comecei a olhar para o celular em busca de pistas. Primeiro notei que a tela parecia ter uma resolução maior do que qualquer iPhone que eu já tinha visto; depois que a case tinha peças de plástico/botões em lugares estranhos. Quando tirei a case, encontrei um iPhone com a parte traseira plana, bordas planas e uma câmera frontal. Havia dois adesivos com códigos de barras na parte de trás e uma série de X em vez de um número de série. Naquele momento, eu estava muito curioso/animado mas não tinha ideia de que eu tinha [em mãos].

Para resumir a história, meu amigo Sage e eu decidimos que o telefone era um produto da Apple e testamos o alcance de algo assim. Primeiro, Sage contatou a Apple para avisá-los que nós tínhamos ele [um iPhone] e, depois que sermos ignorados, começamos a entrar em contato com diferentes blogs de tecnologia para ver se eles queriam olhar e conhecer pessoalmente o telefone (por dinheiro). O pessoal do Gizmodo nos levou a sério, nós nos encontramos e eles acharam que [o aparelho] era real, também. Cerca de um mês depois da primeira reunião, o Gizmodo publicou o artigo vazando o telefone. Há, obviamente, muito mais história, mas eu vou entrar em detalhes em minhas respostas. Raramente falo sobre esse tema com pessoas mas a minha consciência está limpa, eu superei a vergonha e a vida é muito curta para carregar a culpa que eu mesmo estava colocando em cima de mim por isso. Então foda-se, pergunte-me qualquer coisa.

Já são mais de 400 perguntas e é impossível analisar tudo agora, mas algumas merecem destaque. Perguntado sobre quanto ganhou de dinheiro com o aparelho, Hogan disse que o Gizmodo pagou US$5.000 e que pagaria outros US$3.000 depois que a Apple confirmasse a autenticidade do protótipo. O pagamento da segunda parte nunca aconteceu e Hogan acabou gastando muito mais do que US$5.000 se defendendo do processo.

Ao ser questionado sobre o motivo de levar o aparelho para casa em vez de deixá-lo com o gerente do bar, Hogan explicou que tinha 21 anos, que estava bêbado e que isso não passou pela sua cabeça.

O episódio, é claro, mexeu com a rotina e com a vida de Hogan — sua família teve que ir para um hotel por um tempo até que as coisas se acalmassem (mídia em frente a casa deles) e sua namorada não aguentou a pressão de tudo aquilo, terminando o relacionamento com ele cerca de três meses depois.

Atualmente, Hogan tem um PC/Windows e um Samsung Galaxy S III — será que o caso com a Apple influenciou essa decisão? 😛 Para mais informações/curiosidades, passe lá no Reddit.

[via The Next Web]

Posts recomendados

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: