★ Hearing Guardian V1, software revolucionário que promete melhorar a audição, chega ao Brasil


Por
14/02/2014 às 16:57

Você sabe o que é Hearing Guardian V1? É o nome da mais nova ferramenta tecnológica criada com aplicação à saúde: um software que ajuda a diagnosticar, prevenir e restaurar a sensibilidade auditiva. Desenvolvido na Coreia, ele utiliza a tecnologia Earlogic[1], criada na Universidade da Califórnia (em Los Angeles) pelo Ph.D. Sang Yeop Kwak e já presente na Europa, nos Estados Unidos e na Ásia.

Hearing Guardian V1 rodando num MacBook ProA finalidade do software é muito bacana: gerenciar o estado real da audição diariamente; protegê-la dos sons em alto volume do cotidiano; e restaurar a perda auditiva relacionada a idade e/ou ruído excessivo — consequentemente melhorando a sensibilidade auditiva e sintomas relacionados à perda de audição, como o zumbido.

O Hearing Guardian V1 atua primeiramente testando e gerenciando a audição do usuário por meio da emissão de sinais acústicos personalizados formados por tons de frequência e amplitude moduladas. A partir do diagnóstico são verificadas quais as reais condições de ameaça sofridas pela poluição sonora do cotidiano, e aí o programa divide a gama de frequências audíveis em nove faixas. Cada grupo de frequência tem a sua sensibilidade auditiva analisada pelo software a fim de que sejam identificados possíveis danos.

Pois bem, identificada a frequência auditiva problemática, o Hearing Guardian V1 inicia uma geração de sinal. Trata-se de um estímulo dos terminais nervosos danificados responsáveis pela audição localizados na cóclea (parte fundamental do sistema auditivo humano que tem como função transformar um sinal acústico em um sinal elétrico). As células ciliadas auditivas da cóclea têm sua distribuição similar a um teclado de piano. Se houver um problema em qualquer tecla, é necessário um ajuste do teclado. O software então atua como um “afinador de piano”. Caso ocorra um problema em uma tecla específica, o Hearing Guardian V1 o detecta apenas ativando a tecla danificada, a estimulando e a protegendo de maiores danos.

Hearing Guardian V1 rodando num MacBook Pro

Veja só como tudo acontece. Sério, parece mágica!

“Legal, mas como podemos utilizar essa tecnologia?” Simples, basta entrar no site da Biosom[2] e baixar o software para testá-lo gratuitamente. Ele é compatível com OS X e Windows, e pode ser utilizado em qualquer lugar, por qualquer pessoa que queira proteger a sua audição dos males da poluição sonora cotidiana e do evelhecimento natural.

Download do Hearing Guardian V1

Depois de baixar, plugue um fone de ouvido no computador e realize o teste da sua audição esquerda ou direita, clicando em uma a uma das nove frequências disponíveis na cóclea da interface a fim de encontrar o menor volume audível em cada uma delas. Ao realizar esse procedimento para os dois ouvidos, clique em “Geração de Sinal”, ouça e espere o contador terminar sua contagem regressiva de 30 minutos.

Passo-a-passo do Hearing Guardian V1

Ficou com alguma dúvida? Veja o vídeo tutorial abaixo:

O uso do Hearing Guardian V1 é semelhante à ingestão de vitaminas para o organismo. Isso mesmo: você não toma vitaminas para deixar o seu corpo mais forte, mais saudável? O Hearing Guardian V1 funciona exatamente assim, só que para a sua audição. A melhora auditiva está diretamente relacionada à forma como a pessoa se dedica à utilização do software. Por isso, disciplina é a palavra chave, aqui.

Como disse, você pode testar o Hearing Guardian V1 gratuitamente. Contudo, se quer utilizar o software pra valer, terá que pagar uma licença. Nada que vá causar um desconforto no seu orçamento, ainda mais se pensarmos no benefício da utilização contínua do Hearing Guardian V1. Confira a tabela abaixo:

Preços das licenças do Hearing Guardian V1

Depoimentos como o de Marcos Correa, diretor de arte, não faltam no site da Biosom:

Por algum tempo, utilizei o Hearing Guardian devido a um trauma acústico que sofri pelo excesso de uso de fones. Durante esse período, notei uma melhora bastante significativa em relação ao zumbido, tanto que em alguns momentos a presença dele era quase imperceptível.

E se você enfrenta problemas parecidos, saiba que não está sozinho.

Abaixo, algumas dicas de como evitar o problema:

  1. Manter o aparelho de som em um volume razoável.
  2. Diminuir a exposição e volume do fone de ouvido.
  3. Optar por headphones em vez de fones de ouvido interno — acredita-se que o uso desses modelos são prejudiciais, pois o usuário precisa aumentar mais o volume para compensar o barulho externo que perpassa por eles.
  4. Não ultrapassar a metade do volume do dispositivo de som (MP#, smartphone, tablet, etc.), geralmente fixada em 60dB.
  5. Evitar ambientes muito barulhentos e/ou usar protetores auriculares.
  6. Ter um período de repouso em silêncio após uma exposição a sons muito altos, entre outras recomendações.

Para os curiosos — e precavidos — de plantão, duas tabelas bastante informativas:

Tabela de tolerância (dB)

Tabela de parâmetros (dB)

Proteja a sua audição! 😉


  1. Testes feitos com a tecnologia Earlogic demonstraram que, se em uma faixa de frequência específica houver um dano sutil, continuar ouvindo o som de sinais dessa faixa em um volume apenas audível faz com que a audição seja protegida de maiores danos. Além de evitar o agravamento da perda da sensibilidade auditiva, seis a sete de cada dez pessoas que utilizaram produtos com a tecnologia Earlogic — ao menos por duas semanas (duas vezes ao dia, por 30 minutos) — apresentaram melhora de mais de 10dB em sua capacidade auditiva. A tecnologia está devidamente aprovada pela KFDA e pela FDA, órgãos reguladores de alimentação e remédio dos governos da Coreia e dos Estados Unidos, respectivamente. ↩
  2. A tecnologia Earlogic é pioneira no desenvolvimento de softwares avançados e nos algoritmos para tornar o diagnóstico mais rápido, eficaz e preciso, fornecendo estímulos baseados na proteção e na restauração da audição. A Biosom adquiriu o direito exclusivo da tecnologia, de origem coreana, para desenvolver e distribuir nos países latino-americanos como Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Chile, Suriname e Guiana. A empresa foi fundada em 2011, com participação direta da Earlogic Korea. ↩

·   ·   ·

Selo - Artigo Patrocinado

Posts relacionados

Carregar mais posts recentes