Monster processa Beats alegando que cofundadores da empresa roubaram sua tecnologia


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
07/01/2015 às 11:53

Muitos podem não saber, mas a Monster foi parceira da Beats by Dr. Dre lá no início, quando a empresa se lançou ao mundo. Essa parceria, porém, logo foi desfeita e tudo foi muito bem explicado pelo Gizmodo.

Beats by Dr. Dre e Monster

Tanto a caixa quanto os produtos da Beats tinham também a marca da Monster.

Pois a Monster não está satisfeita com todo o sucesso da Beats. Alegando também ser uma das criadoras dos famosos fones, ela entrou com uma ação contra a Beats Electronics (hoje subsidiária da Apple), conforme informou o USATODAY.com. No processo, a Monster afirma que inventou a tecnologia por trás dos auscultadores da Beats e que seus fundadores (Jimmy Iovine e Dr. Dre) cometeram fraude ao comercializar os produtos sem a participação da Monster.

Além disso, os cofundadores da Beats foram acusados de esconder os feitos da Monster e do CEO Noel Lee no projeto e de se aproveitarem dos ensinamentos de Lee sobre engenharia, fabricação, distribuição e venda.

O processo fala ainda que enquanto a Beats faturou bilhões com a aquisição da Apple, a Monster perdeu milhões com seus investimentos para que a Beats fosse criada. Se Lee mantivesse seus 5% de participação iniciais, teria levado US$100 milhões com a aquisição.

Jimmy Iovine, Tim Cook, Dr. Dre e Eddy Cue na Apple

Jimmy Iovine, Tim Cook, Dr. Dre e Eddy Cue na Apple.

Numa nota relacionada, por conta da venda da Beats para a Apple, Dr. Dre se tornou o músico mais bem pago de 2014 de acordo com o ranking da Forbes, faturando US$620 milhões. Não só isso: Dre cravou um novo recorde ao faturar quase meio bilhão a mais que o segundo colocado na lista (a cantora Beyoncé, com US$115 milhões).

[via 9to5Mac]

Posts relacionados
Comentários
  • Hades666

    Esperando aqueles que vão falar que a Monster quer arrancar uma grana fácil, como falaram da Gradiente….
    Ou tudo que é americano é bom e honesto?! 😛

  • Paul0

    Eduardo sério? É isso mesmo? Todo mundo adora processar a Apple, ela é uma coitada?
    “Pois a Monster não está satisfeita com todo o sucesso da Beats.” <— Sim, afinal a Beats by Dre que projetou o hardware do fones bem como a tecnologia do som. SQN

    Falta de nexo no texto. Apesar de linkar o texto do Gizmodo US ("Essa parceria, porém, logo foi desfeita e tudo foi muito bem explicado pelo Gizmodo."), não se aprofundou na leitura principalmente na parte de que a Beats simplesmente chutou/usou a Monster, além de demonizar a Monster em prol da Beatificação da Beats by Apple.

    O trecho é simples:
    When Kevin Lee went to LA to negotiate, he had nothing but a bachelors degree, and no business experience outside of working for his father. Kevin Lee flew solo against a legal, financial, and corporate monolith that dwarfed him. And that was clear from the start—as soon as the two firms tried to ink a deal, they bumped up against the negotiating might of Interscope. Monster had audio engineering chops, but so did plenty of other companies. "[Jimmy Iovine and Interscope Marketing President Steve Burman] wanted a certain set of numbers, that we, as a small wire company that had just lost $50 million trying to make speakers, couldn't afford," says the younger Lee. Monster was offered a money split it couldn't live off of. The music titans were lowballing. Discussions came to a standstill. Radio silence. Iovine walked, taking Dre and the entertainment industry with him. They ended it with a call: "We hate to do this to you, but we're going to do the deal with someone else."

    Continuando:
    There can't be two winners. Monster solidified an agreement that got Beats Electronics alive and shipping headphones, but not without gigantic forfeit: Jimmy and Dre's side of Beats would retain permanent ownership of everything that Monster developed. Every headphone, every headband, every cup, every driver, every remote control—if there was a piece of metal or plastic associated with Beats By Dre, Noel and Kevin Lee surrendered it to Jimmy and Dre. Monster would also be entirely responsible for manufacturing the products—a hugely expensive corner of the deal—as well as distributing them. The heavy lifting. "I was a little intimidated by Dr. Dre," Kevin Lee admits over a child-sized portion of chicken noodle soup. Noel sits beside him without a word.

    Novamente:
    But if you ask Monster's collaborators, they'll play down Kevin and Noel's roles to little more than FedEx and Foxconn—celebrated partners, but a group that was responsible for little more than building the things and getting them to your local big box. Beats Electronics denies Monster had any role whatesoever in the industrial or audio design of the headphones: "We have our own factories. We have control of everything. The sound…was always our thing—we have our own patented sound signature," says the company. "It's definitely us." Beats Electronics CEO Luke Wood more or less repeats the claim, though insists all parties are still friends. But the friends on the Monster side were responsible merely for "sourcing" parts and picking out "materials" under the direction of "tuning" the Beats sound.

    False, says. Monster, who provided us with confidential design documents that show Monster's work on both audio engineering and industrial mockups.

    MAS PARA O EDUARDO A BEATS BY DRE É SANTA.

  • Onde eu falei isso? Só falei que a Monster não está satisfeita com o sucesso da Beats. Se ela está certa ou não, a justiça decidirá.

    O que eu quis dizer foi: se a Beats não tivesse feito esse sucesso tudo, esse processo muito provavelmente não existiria.

    De novo: em nenhum momento do texto falei que a Monster ou a Beats está certa — isso quem decidirá, é o juiz.

  • Rodrigo Vieira

    Acho que este caso é um pouco diferente…

  • William Fidelis

    Em seu inicio, se não me falhe a memória, o fone era conhecido como “Monster Beats by Dr. Dre”, depois acho que por marketing, retiraram a palavra da empresa (Monster), e só deixou o Beats by Dr. Dre, mas enfim. Nesse caso, a Monster esta bem certa porque foi ela que projetou o hardware e não o Dr. Dre. E nada de querer dizer que querem tirar uma casquinha da grana da Apple etc e tal, e sim, o Dre foi sacana em querer retirar quem foi que projetou o que é ainda hoje. (minha opinião).

  • Eu acho essa história muito parecida com a do Facebook, me parece muito plausível que é que a Monster realmente tenha sido pressionada a assinar um acordo ruim, algo como o que aconteceu com o Eduardo Saverin. Se foi isso mesmo e a Monster tiver todos os documentos e um bom argumento que prove suas alegações, tudo deve terminar em um acordo judicial. Isso na esfera financeira do negócio, na esfera dos produtos, nada deve mudar.

  • Luiz Fernando Ferreira

    Só porque a Monster ta no Fail eles vieram depois de anos querer processar a Beats? Faça-me o favor


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: