Em dezembro, a Apple se destacou na imprensa por ter aberto o código da sua nova linguagem de programação Swift, cumprindo uma promessa realizada durante a realização da WWDC 2015, em junho do ano passado. No entanto, não tão evidente quanto isso foi a disponibilidade do código de componentes Unix referentes ao OS X 10.11 El Capitan, lançado no fim de setembro pela companhia.

Para cada versão dos seus sistemas operacionais (tanto para iGadgets quanto para Macs), a Apple sempre deixou à disposição de desenvolvedores interessados suas respectivas versões do Darwin, o sistema base que contém todos os componentes primários nos quais o OS X e o iOS são baseados. O mesmo pacote de componentes também foi oferecido para as versões mais recentes do Xcode e do OS X Server, conforme notou o 9to5Mac em dezembro.

Ao contrário dos projetos de maior popularidade, nos quais a Apple destaca suas informações em um novo portal atualizado para o público com a abertura da linguagem Swift, o fonte das versões lançadas do Darwin permanece hospedado em um repositório que aparentemente não recebe mudanças desde 2012 — embora ele seja brevemente citado no site novo. Anteriormente, a empresa também mantinha alguns outros projetos de tecnologias do OS X em aberto no Mac OS Forge, onde a maioria dos produtos mais recentes foram mantidos até o OS X 10.7 Lion.

Atualmente, os componentes do Darwin são usados por uma minoria dos usuários da Apple, mas são essenciais na interoperabilidade do OS X com o mundo Unix/Linux, visando o porte de programas comuns e a oferta de gerenciamento de pacotes para a plataforma. Dois dos seus projetos derivados mais populares são o Homebrew e o MacPorts, amplamente reconhecidos por desenvolvedores.

  • sigma7777777

    Já procurei demais uma compilação para instalar a versão mais recente do Darwin OS em uma partição d um PC qualquer mas nada encontrei. Alguém poderia disponibilizar um link para isso?

  • sigma7777777

    Sim, essa eu conheço. Queria algo mais recente.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.

O MacMagazine faz parte do grupo iMasters, mantido pelas seguintes empresas: