Chefona das Apple Retail Stores consegue algo inédito: uma retenção de 81% dos empregados


O que é necessário para fazer mudanças dentro de um negócio bem sucedido? Afinal, mudar algo que vai mal é muito, mas muito mais fácil do que mexer em time que está ganhando, não é mesmo? Pois foi sobre isso que Angela Ahrendts (chefona das lojas da Apple — tanto físicas quanto online) conversou com a Fast Company.

Ela deixou o cargo de CEO da Burberry para comandar cerca de 60.000 empregados espalhados por dezenas de países, em centenas de lojas. Ao falar sobre sua chegada à Apple, Ahrendts disse que viajou bastante para conhecer as pessoas e que, no começo, apenas observava. Afinal, as Apple Stores já eram um local com toda uma cultura construída e a intenção da executiva não era mudar apenas “por mudar”, e sim melhorar o que já estava bom.

Antes de tudo eu apenas escutava e aprendia. E então você começa a pensar o que pode adicionar de valor — você está unindo pessoas, fazendo com que elas colaborem. Está construindo confiança. Isso por si só é capacitar.

Assim, rapidamente os empregados das lojas se sentiram conectados com a executiva — e com a empresa como um todo. O resultado: a maior retenção de pessoas já vista na empresa, com ótimos 81%.

Eu não os vejo como empregados de varejo. Eu os enxergo como executivos da empresa que estão sensibilizando clientes com os produtos que Jony [Ive] e a equipe levaram anos para criar. Alguém tem que entregar [os produtos] aos clientes de uma forma maravilhosa.

Sobre se há diferenciação entre empregados de varejo e corporativos, se os trabalhadores das lojas sentem o mesmo orgulho, defendem os mesmos valores dos que ficam na sede, Ahrendts foi enfática. Para ela, a explicação do porquê de a Apple ser uma das empresas de maior sucesso no mundo tem ligação direta com a cultura interna.

A empresa foi criada para mudar a vida das pessoas. Essa fundação, essa mentalidade de serviço, essa unidade para continuar a mudar a vida, isto é um valor fundamental da empresa. E Tim [Cook] então acrescentou a sua pitada: ele diz que é também a nossa responsabilidade deixá-la melhor do que quando nós a encontramos. Então você tem estes dois pilares incríveis e uma cultura construída em torno disso. É a mesma coisa no varejo e em [Cupertino] essa é a missão fundamental, e como você pode saber sem estar do lado de dentro? Mas é mais profundo do que você jamais iria imaginar.

Definitivamente, pelas palavras da executiva, a Apple foi a melhor criação de Steve Jobs.

[via AppleInsider]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: