Rumores: traseira dos próximos iPhones será de vidro; topo-de-linha terá tela de 5,8″ e estrutura em aço inoxidável


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
29/09/2016 às 16:50

Se os rumores sobre o iPhone a ser lançado em 2017 já estavam surgindo antes mesmo de o iPhone 7 ser lançado, se preparem, pois agora eles deverão pipocar com cada vez mais frequência. E quem voltou a falar dos futuros smartphones foi o analista Ming-Chi Kuo, da KGI Securities (que mais uma vez comprovou ter ótimas fontes ao acertar boa parte dos rumores envolvendo o lançamento do iPhone 7 e dos Apple Watches Series 1 e 2).

Kuo repetiu muita coisa que já havia falado, como uma possível volta de uma estrutura feita em vidro (ele também havia cogitado a utilização de cerâmica) e a disponibilidade de um novo tamanho de, acredite, 5,8 polegadas para complementar a linha atual (formada por modelos de 4,7″ e 5,5″).

Conceito de iPhone sem botão de Início

Antes de se desesperar com esse iPhone gigante, lembre-se que ao menos por enquanto isso não passa de rumor e que, ao que tudo indica, em 2017 veremos um grande redesenho do aparelho, que viria sem botão de Início (Home) e, consequentemente, com uma tela ocupando toda a parte frontal do aparelho (sem as grandes margens superiores e inferiores que temos agora). Assim, levando em consideração que esse design chegará a todos os modelos da futura linha (4,7″, 5,5″ e 5,8″), é plausível acreditar que todos eles teriam suas dimensões bastante reduzidas — quem sabe com o modelo de 5,8″ tendo mais ou menos o tamanho do atual Plus.

Pois bem. Por conta do sucesso da nova cor preta brilhante (jet black), a Apple teria mesmo optado pelo vidro para os próximos iPhones já que esse material possibilita uma coloração muito mais brilhosa do que o alumínio, oferecendo ao mesmo tempo uma resistência contra arranhões muito superior (sem contar que, ao menos na teoria, a Apple não terá tantos problemas com a produção de um aparelho assim já que tem experiência desde os iPhones 4/4s).

Sobre a tela do aparelho, Kuo fez duas observações. A primeira é que ela continuará com a curvatura que conhecemos (cantos levemente arredondados, o que o analista chama de vidro 2.5D; ou seja, nada de uma tela realmente curva como a que temos no Galaxy S6/7 edge, que Kuo chama de vidro 3D). A segunda fala sobre a tecnologia do display em si. Lembra do rumor que os iPhones do ano que vem viriam com uma tela OLED1? Kuo acredita que a Apple empregará a tecnologia apenas no modelo topo-de-linha (de 5,8″); os modelos que conhecemos hoje (4,7″ e 5,5″) continuariam utilizando um display LCD2.

As diferenciações entre o suposto novo modelo topo-de-linha e os outros não seria apenas a tela OLED, não. Segundo o analista, para fazer a junção do vidro frontal com o traseiro, a Apple utilizará dois tipos de material: alumínio e aço inoxidável. O alumínio (material resistente, porém mais em conta) seria destinado aos modelos de 4,7″ e 5,5″; já o aço inoxidável (também resistente, porém mais caro e com um aspecto mais premium — vide o que a Apple já faz com a sua linha de relógios) seria destinado exclusivamente ao modelo de 5,8″.

Só o tempo dirá se essas apostas de Kuo se tornarão realidade. Mas, como o histórico do analista é para lá de assertivo, temos aí boas pistas.

[via MacRumors]

Notas de rodapé

  1. Organic light-emitting diode, diodo emissor de luz orgânico.
  2. Liquid crystal display, ou display de cristal líquido.
Posts relacionados
Comentários

Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: