Contemplemos com um pouquinho de inveja a renovada loja Apple Regent Street, em Londres


Ok, ok, eu sei que não posso reclamar tanto. Nós, brasileiros, já temos duas nada suficientes lojas da Apple nas maiores cidades do país, coisa que esperamos por tanto tempo. Mas custava ter uma que não fosse enfiada dentro de um shopping e apresentasse uma arquitetura um pouco mais viva ou excitante? 😛

Divago, mas estas ponderações surgiram na minha cabeça após admirar algumas fotos da renovada Apple Regent Street, em Londres — que, se já era elegantíssima quando eu a visitei há mais de dois anos, agora está absolutamente deslumbrante!

A primeira loja da Apple no Velho Mundo, aberta em 2004, estava fechada desde junho do ano passado para reformas e reabrirá amanhã, dia 15 de outubro, com um interior totalmente repensado pelo arquiteto popstar Norman Foster e sua turma da Foster+Partners (os mesmos por trás da gloriosa “espaçonave” da Maçã) dentro das novas diretrizes para espaços de varejo criadas por Jonathan Ive (chefão de design da Apple) e Angela Ahrendts (responsável pelas lojas físicas e online da Maçã) — vista primeiro na Apple Brussels e na Apple Union Square.

A reforma do espaço não poderia ter sido mais bem-sucedida. A fachada eduardiana tombada mantém-se, obviamente (e felizmente), inalterada — com a sutil mudança dos logos da Apple, que antes exibiam-se no topo das grandes janelas e agora reduziram-se a apenas um, numa grande bandeira branca ao centro da entrada.

Renovada loja Apple Regent Street, em Londres

Por outro lado, o espaço interno mudou completamente. A área principal transformou-se num belíssimo e imponente átrio com pé direito duplo, totalmente revestido de mármore em quase todas as suas paredes (o que não deve ter saído nada barato, mas para quem tem US$232 bilhões em caixa… né.). As mesas expositivas são ladeadas por 12 árvores circundadas por bancos revestidos de couro vindo diretamente da Rolls Royce (oh, britânicos).

Ao fundo do nível térreo, a área batizada como Forum traz um telão de LED e várias banquetas para a realização de eventos diários de entretenimento e ensino. A antiga (e icônica) escada de vidro foi substituída por duas escadas de pedra em cada extremidade da loja, que levam ao mezanino — bastante reduzido em relação a como era antes, já que boa parte dele foi derrubada para criar o novo espaço central. O nível superior é dedicado aos Creative Pros, os empregados especializados que ensinam usuários a incorporar os seus Macs e iGadgets na sua vida de produção criativa.

Se você deu a sorte de estar em Londres ou pelas proximidades por esses dias, a reinauguração oficial da Apple Regent Street para o grande público é amanhã, 15 de outubro, às 10 da manhã no horário local. Próxima parada: Porto Maravilha? 😉

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: