Vendas de Macs continuam a cair enquanto a Apple faz vista grossa para suas atualizações


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
17/10/2016 às 11:20

Se os números divulgados na semana passada por duas firmas de análise diferentes não forem o suficiente para convencer a Apple de que já passou da hora de botar a mão na massa e dar um pouquinho de muito-necessitada atenção à sua linha de computadores, eu não sei mais o que vai. A Gartner e a IDC divulgaram seus relatórios periódicos do mercado de computadores pessoais e a Maçã, como clara consequência do descaso com os Macs, está perdendo ainda mais terreno.

Análise do mercado de computadores pessoais no terceiro trimestre de 2016

De acordo com ambas as empresas, a Apple despachou globalmente 5 milhões de Macs no terceiro trimestre de 2016, uma queda de mais ou menos 13,4% em relação às 5,4 (segundo a Gartner) ou 5,8 milhões de unidades (segundo a IDC) enviadas no mesmo período do ano passado.

Com isso, dados da Gartner mostram que a gigante de Cupertino mantém um desonroso quinto lugar no market share mundial do segmento — a porcentagem, entretanto, caiu de 7,8% para 7,2%, atrás de Lenovo (20,9% e 14,4 milhões de computadores despachados), HP (20,4%), Dell (14,7%) e ASUS (7,8%).

Análise do mercado de computadores pessoais no terceiro trimestre de 2016

Concentrando-se apenas no mercado dos Estados Unidos, a Apple continua com o quarto lugar em participação, mas foi a única das cinco principais empresas a cair na comparação ano-a-ano: se em 2015 ela detinha 14,3% do segmento, agora são 12,9%, com aproximadamente 2 milhões de Macs enviados para os EUA no último trimestre. Desta forma, a Maçã fica atrás de HP (29,7% do mercado e 4,7 milhões de PCs despachados), Dell (24%) e Lenovo (14,1%), mas à frente da ASUS (5,1%).

Considerando o segmento como um todo, as vendas de computadores caíram 5,7% na comparação ano-a-ano do último trimestre, marcando a oitava queda consecutiva de um ramo que cada vez mais dá sinais de estagnação — vejam bem, a culpa é principalmente da Apple, mas não é da Apple. É bom notar que estes dados referem-se apenas a computadores propriamente ditos, sem levar em conta os despachos de tablets.

[via AppleInsider]

Posts relacionados
Comentários
  • Julio Dessoy

    Que pena que a apple jogou pra escanteio os macs, eu não consigo usar um tablet da mesma forma que um computador, é muito limitado ainda.

  • Luigi S.

    iPads e iPhones são mais lucrativos e menos complexos de se desenvolver, por isso.

  • Filipe Pablo

    sem comparação.

  • Luciano

    Para mim tres coisas são importantes num notebook, a capacidade de processamento tem que ser muito superior a de um tablet, poder fazer upgrade de memória (sim, isso mesmo) e ter uma placa de vídeo dedicada sem ter que pagar o preço de um carro por isso. Ver a Apple lançar um macbook que basicamente é uma bateria com uma tela e um teclado, com processamento risível (que dirá, processamento gráfico) é francamente, desapontador. Ela tem que começar a parar de canibalizar seus notebooks com seus tablets. Quer lançar iPad Pro? Ótimo. mas um macbook pro não tem que ser a versão notebook do tablet. Notebook não é tablet Apple! Coloquem no mercado com preço acessível um macbook pro capaz de fazer upgrade de memória, com i5 ou i7 quad core e uma placa de vídeo dedicada (nvidia ou amd, contanto que seja dedicada!). Se eu quiser levar meu iPad comigo, coloco na mochila, se eu quiser levar minha workstation, não posso, tenho que levar o notebook, entendeu Apple? Ah esqueci, a Apple não escuta.

  • Ygor Nascimento

    Apple precisa entender que, queremos seus MacBooks com placas de vídeo dedicadas de verdade (960m, 970m, ou qualquer uma da série 10). Existem pessoas que precisam disso pra trabalho, além de diversão é claro.

  • Rodrigo Vieira

    A teoria que tenho é que as pessoas atualmente usam um notebook ou desktop exclusivamente para produtividade (excluindo a galera dos gamers). E se for pensar em produtividade, não ha necessidade de trocar de hardware todos os anos. Eu mesmo, sou desenvolvedor e trabalho muito muito bem com um macbook BZA101 comprado em 2012 (com upgrade de memória e ssd). Não penso em trocar tão cedo, pois ele atende minhas necessidades no limite que qualquer mac poderia atender.

  • Marcelo R. Bernardo ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Passam-se os dias, esfriam-se os rumores sobre o lançamento de novos computadores, vamos vendo o mês de outubro acabar com a Microsoft já tendo anunciado um evento na próxima semana para (quem sabe) anunciar lançamentos na linha Surface, enquanto a Apple se mantém “calada” e o possível “stay tuned” respondido pelo bot do tio Tim de nada tenha valido.

    Logo chega o “Thanksgiving Day”, “Black Friday”, Natal… etc… e vejo minha viagem de férias novamente sendo frustrada, caso a Apple não renove essa linha obsoleta de Macs a tempo.

  • Rodrigo Vieira

    O Mac Pro cafeteira ainda desponta como uma dos melhores computadores do mercado. Quem comprou la em 2014, não vai comprar outro nem tão cedo.

  • Se a coisa parece ruim agora, imagine um Mac com processador ARM??? Salve o Planeta! Eu acho que a Apple está em uma escalada “Verde” e isso vem em confronto direto com um bom processador embaixo do capô…. Um bom MacBook Pro com um i7 + Gforce vai deixar saudades…. Vamos ver o que vem por aí….

  • Erick Willians

    Se o convite não sair essa semana já nem sei quando será o evento…

  • Marcelo R. Bernardo ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Eu fico me perguntando a essa altura: será que ainda haverá algum evento este ano? Tô custando pra tentar entender qual seria o modelo de negócios que a Apple está adotando para a linha de computadores.

    E olha que rumores ventilados há meses atrás por pessoas até então ditas como sendo boas nos acertos, pararam de acontecer.

  • Rodrigo Afonseca

    Concordo. Estou com meu Macbook Pro Retina mid-2012 full-spec há 4 anos e não vejo necessidade de melhorias. Trabalho com edição de vídeo usando FCPX e o processamento continua extremamente satisfatório. Não necessito que a Apple lance “novidades” todos os anos.

  • Marcvs Antonivs

    Também com as “maquiagens” ridículas que a Apple anda fazendo no seu sistema operacional para computadores (o negócio da Apple é só iPhone) e o preço absurdo dos macs, não se poderia esperar que fosse diferente.

  • Evandro Maximo

    Bem colocado.

  • Chicão ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Exatamente. E hoje apenas um computador serve a família inteira.

  • Jaime Camargos

    Os iMacs ainda são belas maquinas apesar dos PREÇOS ABSURDOS praticados no Brasil. Obviamente a Apple não faz mais MAQUINAS DE PONTA como fazia antigamente, maquinas que realmente estavam de 5 a 10 anos na frente das outras. Enquanto não tirarem o Cozinheiro da direção as coisas não vão mudar. Ele é muito bom no estoque e logistica mas… não dorme e sonha com produtos.

  • Jackes Araujo

    TeslaMagazine, chega logo!

  • Hades666

    Um dos MacBooks aqui de casa já virou um Alienware da Dell….se a Apple demorar mais um pouco o outro vai virar um também 😛

  • Christian Tavares

    iMac com HD de 5400rpm é um desrespeito ao cliente.

  • Fernando Pitsch

    Em minha opinião o que mais está pegando é a não mais capacidade de upgrade dos MacBooks da Apple. Isso desanima muito a compra dos novos.

  • Elton Fabricio

    A não ser que seja um Surface, né? 😉

  • Trabalho com produtividade, então preciso de um computador para trabalhos pesados. Se não fosse este o caso, provavelmente nem computador eu teria. Quando comprei meu iMac em 2011, minha intensão era trocar de iMac a cada 3 anos (a depender dos lançamentos e da performance diferenciada). Mas o computador que eu paguei R$ 3.499,00 em uma promoção na A2YOU agora me custaria R$ 15.000,00, e a diferença de performance não é tanto assim. Resolvi colocar um SSD no lugar do DVD + 20GB de RAM, estou super contente com o “novo” computador e nada a reclamar, não veja necessidade de troca, pois o custo x benefício não seria vantajoso.

    Por outro lado, vejo que os processadores atuais não mudaram tanto assim daquele tempo para cá, ainda os i5 e i7 dão conta do recado, e o restante dos hardware continuam o mesmo. Pior, os novos iMac vem com HDD de 5.400, algo que não vi com bons olhos.

    E porque será que esta demorando tanto para ela mudar? Eu acho que só pode existir um motivo. Processadores ARM desenvolvidos por ela mesmo. Eu acredito que quando a mudança vir, será bem profunda. E por conta disto e dos rumores atuais, acho melhor esperar para ver no que vai dar, do que comprar um computador novo sem precisão imediata.

  • Luciano

    Exatamente, te obriga a desembolsar uma grana muito maior na hora da compra inicial para “antecipar” possíveis upgrades posteriores. A Apple tirou a capacidade de escolha no futuro. É 8 ou 80…

  • Adelino Nascimento

    Tenho um iMac de 2010 e venho guardando um dindin para adquirir um novo. mas pelo jeito não vem nada que preste. Como tenho um PC para games, vou pensar em montar outro para substituir meu mac, pois do jeito que a carroça d apple vai, tão cedo não vai aparecer nada decente.

  • Carlos Lemos

    Tomara que venha pelo menos um modelo com processador ARM.

  • brenopeck

    Espero que continue assim. Cada linha nova de Macs que sai o meu Macbook Air fica mais perto de ficar obsoleto. Gostaria que ele rendesse pelo menos mais três anos na minha mão sem precisar trocar (até porque do jeito que as coisas estão jamais comprarei um outro Mac para substituí-lo), então quanto menos a Apple renovar a linha, melhor para mim. E, na boa, não existe nenhum novo recurso novo nos Macs/PCs que me faria trocar hoje em dia.

  • João Ninguém

    Eu diria que há no mínimo uma dezena para que isto esteja acontecendo. Rapidamente ventilando, apesar de alguns não concordarem, eu diria que falta uma interface “touchscreen”. Sem isso, o computador fica muito 1980. Não há placa gráfica satisfatória para gamers ou trabalhos pesados com vídeos. O preço é bastante alto, sendo que no Brasil é indecente o valor. Falta de inovação já faz anos. Aliás, as últimas inovações da Apple são eliminatórias: eliminou o driver CD, eliminou o USB2, eliminou o Flash, eliminou diversos dispositivos feitos para a própria Apple, ou seja, nada criou, só privou seus usuários sem oferecer alternativas. Atualmente pode-se desenvolver para iPhone ou mesmo plataforma OS, sem precisar um Mac. Enfim, esses são só alguns motivos me vieram a cabeça. Mas, se serve para consolo, o lucro da Apple está fabuloso.

  • André Diniz Silva

    Os preços nos deixa muito desanimado

  • Davi

    ????? Vc sente falta do CD?? USB 2.0?? Touchscreen é num notebook é bom??? Se tá chapado?

  • Davi

    Acho que essa seria a evolução lógica. Se a Apple arquitetar um capaz de fazer todas as tarefas que um computador faz hoje e fazer bem, não vejo motivos pra ela não o colocar no MacBook.

  • Luiz Felipe

    Quero muito comprar um MacBook porque é um sonho meu. Porém com os preços atuais, não tem condição! Pro meu uso um Air tá bom, mas não possui tela Retina. O MacBook (de 12″) custa um rim e compensa mais comprar um MacBook Pro, que tem tela Retina e é melhor nas specs. O MacBook que deveria ser mais barato, custa mais que um Air… tá que o design dele é bem fino e tudo mais, mas não acho que o preço cobrado valha a pena, aliás, nenhum MacBook vale o que pedem hoje, nem f*d*ndo! A Apple deveria rever sua estrategia, porque essa de cobrar caro em um notebook que não tem muito desempenho assim, não ta rolando. Não manjo muito dos computadores da maça (e de quase nenhuma outra marca também – rsrs), mas pelo o que leio e tenho uma noção básica, existem diversas opções no mercado com processadores de alto desempenho e que custam o mesmo ou um pouco mais barato que os da Apple.

  • Eu já estou deixando de usar o iPhone depois do lançamento do iPhone 7, comprei um Nexus 5X por $250 e estou no Projeto da Google para celular. Estou adorando o Android e depois de anos amando a Apple, vou mudar.

  • Davi

    O diferencial do MacBook do Air é que o normal tem tela retina, é mais compacto (a tela é maior mas tem menos borda), é muito fino e a performance é razoavelmente boa, se usar o software da Apple, como o FCPX, iWork e Logic Pro. Ele é muito bom sim, mas tem um público específico.

  • João Ninguém

    Na realidade ainda uso de vez em quando o CD e muito mais o USB 2.0, mas vivo sem eles. O que quis dizer é que estas foram as “inovações”, ou seja, tirar alguma coisa, como agora tirou o plug 3.5″ do iPhone. Faz muita falta no momento que tira. Com o tempo perde a importância. Em relação ao touchscreen, acredite, para um notebook faz diferença. Mas ou menos quando surgiu o iPhone em que o teclado do Blackberry era imbatível, até o clique dele era mágico. De repente a magia se acabou rapidinho. Depois de acostumar com o touchscreen, não tem volta.

  • Rodrigo

    então, meu mac white, durou 8 anos sem me deixar na mão, em 2014 ele começou a sentir os novos softwares, hoje ele está fazendo a função de desktop para os meus pais navegarem na internet e assistir uns filminhos. Comprei um mac tela de retina para o trabalho, me atende 100%, lógico que não é usado para jogos, tem os consoles pra isso, realmente não entendo tanta reclamação, a não ser o preço, é lógico.

  • Mubarak Nunes Machado

    Pra ser mais exato, “é 8 ou 16”, ou quem sabe “128 ou 256”. (Kkkk. Só pra quebrar a tristeza dos fatos bem comentados)

  • Luiz Felipe

    Concordo plenamente, ele tem seus diferenciais em relação ao Air e o público alvo dele é pra pessoas que nunca estão em um local só, precisam carregar o notebook pra onde forem, como jornalistas. Ele tem toda uma tecnologia envolvida pra ser muito fino e compacto, mas não acho que cobrar o preço de um MacBook Pro seja correto, ainda mais que sua única conexão física o torna bem limitado! Deveria ser mais barato ou o mesmo preço que o MacBook Air de 11″, no máximo.

  • Davi

    Não acho que um notebook com touchscreen seja bom, pois os programas ainda não são optimizados para o clique com a mão e é bem melhor deixar a mão “deitada” no trackpad do que ficar mexendo, depois de um tempo cansa. O Surface, por exemplo, sem o teclado e mouse, é horrível.

  • Davi

    E a entrada USB dos Macs funcionam com flash drives de 2.0 e 3.0. O CD não tem armazenamento nenhum comparado aos flash drives de hoje em dia.

  • Victor Hugo

    Seria um tiro no pé, não acho que a Apple vá colocar ARM como diz os rumores. Seria a estratégia mais ousada da empresa até hoje (se eu estiver certo)

  • Totalmente!

  • Cristiano Viana Alves

    A Apple não está vendendo menos MacBook porque eles estão desatualizados, mas sim porque aumentou o número de pessoas que não precisam mais de um. É uma tendência que atinge todos os fabricantes de computadores. E quando precisam porque pagariam o preço de um MacBook? A Apple já sacou isso faz tempo, o investimento em iPhones trás muito mais retorno.

  • p_churros

    Esse foi o fator decisivo de comprar 2 MacBook Pro 2012 no começo do ano ao invés dos MacBook Pro Retina.
    O vendedor da loja até estranhou por eu pedir os Pro 2012, quando disso possibilidade de upgrade, ele concordou comigo.
    Para minha necessidade, 16Gb de ram e SSD no Pro de 2012 mais que suficiente por longos 5 anos próximos.

  • Eu penso igual! Mas a “química” que rege dentro da Apple é diferente da que está na “tabela periódica” em alguns momentos em sua história, ela tomou rumos estranhos e deu com a cara na parede… Eu não creio que exista um processador ARM possante pra rodar aplicativos gráficos que rodam nos Macs atuais ou PCs, e caso se venha a criar, uma nova arquitetura de desenvolvimento virá junto, e os apps atuais irão mudar radicalmente, e se vier a rodar nos “ARM Parrudos” será algo como virtualização ou junto com algum “Hypervisor Paravirtualizado”, isso não deverá rodar de forma nativa. Vamos ver no que isso vai dar…

  • Jaime Camargos

    HD de 5400… isto é coisa do Cozinheiro. Ele não entende nada de tecnologia e nunca colocou a b… na cadeira para editar um vídeo. Mandem o Cozinheiro cuidar do estoque e da logística. Steve Balmer atolou a Microsoft. Cook esta atolando a Apple.

  • Jaime Camargos

    Também não vejo porque investir num telefone tão caro. Faço tudo que preciso com meu velho iPhone 4S. Prefiro investir em equipamentos tecnologicamente mais avançados como as câmeras da Sony, as lentes da Zeiss e as impressoras de ponta da Epson. A única coisa da Apple que vale a pena comprar… por enquanto… são sua ações.

  • David Diniz

    Notebook/computador com prazo de validade é assim mesmo.

  • Marcelo R. Bernardo ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Eis que no “apagar das luzes” deste dia (ou no raiar do dia, no Japão), o Macotakara, o 9to5Mac, o Apple Insider e o MacRumors ressuscitam os rumores sobre o lançamento iminente da nova linha de MacBooks Pro. Tomara que a próxima semana nos revele ótimas surpresas! Tô cansando de falsos rumores e esperanças… he he he

  • Lança logo um Mac com processador ARM.

  • p_churros

    Evento este ano sim, mas não de novos Macs, mas do Apple Watch

  • Phillip César

    As vendas pararam porque não existe mais nenhuma novidade nos MacBooks, o hardware ficando obsoleto e o design é o mesmo desde 2009.

  • Hermes Cerelli

    Estou vendendo meu MAC para comprar um PC por um simples motivo: MAC não tem tela touch. Depois que se acostuma a “colocar o dedo na tela” não da mais para usar um computador sem tela touch. Quem diz que não faz falta é porque nunca utilizou.

  • Jaime Camargos

    Tem toda razão. Quantas vezes eu e minha esposa nos pegamos colocando o dedo na tela do MacBook Air. É como já afirmei aqui. O Cozinheiro é muito bom no estoque e na logística mas não entende nada de desenvolvimento de produtos. Para comandar uma empresa de tecnologia como a Apple tem que sonhar e colocar ativamente as mãos nos produtos.Foi assim que o dedo na tela do iPhone surgiu. Já se esqueceram disto.

  • Victor Hugo

    Verdade! Muitas decisoes que a Apple tomou ao longo de sua historia geraram polemicas que quase levou a falencia da empresa em 1996. Pouco tempo depois de Tim Cook assumir disseram que ela estava cometendo os mesmos erros na epoca que Jobs foi demitido. O que aconteceu foi ao contrario: a receita triplicou e o numero de iPhones vendidos bateu recorde. Tenho uma coisa a dizer, comentario de um leitor de um post antigo: ” quando se atinge a perfeição, leva tempo para encontrar defeitos”. Os tais defeitos que se fala na frase sao as novidades anuais

  • Victor, isso me faz pensar no “efeito da montanha russa” Que tem “altos altíssimos e baixos baixíssimos”…. A Maçã está lá em cima, e com a estrutura atual eu penso que tem muita “inércia” para ela detectar e reagir à má gestão ou maus projetos… Também eles devem ter “robots” monitorando sua rede e a web em geral pra sinalizar “alertas amarelos ou vermelhos” sobre opiniões sobre sua reputação, então vamos ver o que vem por aí no próximo evento do Mac…

  • Victor Hugo

    Verdade! Mas um erro que realmente a Apple voltou a cometer e vou dizer o que eh no final. Antes era apenas iPhone de números e “S” alternando entre os anos, ai resolveu lançar um aparelho de “baixo custo” (5C), então resolveu lançar um de “alto desempenho” (Plus), não ficou satisfeita e lançou um modelo baseado no atual, mas com tamanho do anterior (SE). Apenas isso ja mostra o erro que quase culminou na falência: excesso de produtos. Isso porque nao falei dos Macs e iPads. Tenta explicar pra um leito a diferenca entre cada um, a pessoa pira


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: