Estudantes universitários agora podem assinar o Apple Music no Brasil pagando apenas US$2,49/mês

No comecinho de maio, a Apple introduziu um desconto para estudantes universitários oferecendo a mensalidade do Music pela metade do preço: US$4,99/mês, nos Estados Unidos — onde o preço padrão é de US$9,99/mês.

O Brasil ficou de fora inicialmente e imaginamos que nunca entraria, porque a mensalidade daqui já é dos tais US$4,99/mês. Porém, de ontem para hoje a Apple expandiu esse desconto universitário para vários outros países e nós entramos no bolo!

Apple Music para estudantes universitários

A partir de agora, estudantes universitários brasileiros — que comprovem isso via UNiDAYS — podem assinar o Apple Music pagando apenas US$2,49/mês. Mesmo considerando o dólar a R$3,50 + 6,38% de IOF no cartão de crédito, isso dá menos de R$10,00/mês.

A validação do desconto requer envio da foto da sua carteira de estudante e/ou que você esteja conectado à rede Wi-Fi da sua universidade, ou seja, não adianta tentar burlar isso à toa. E ninguém deveria, né: mesmo os US$4,99/mês para não-estudantes são bastante razoáveis para os padrões brasileiros.

Além do Brasil, conforme noticiou o MacRumors, outros países que também receberam o benefício agora incluem África do Sul, Áustria, Bélgica, Canadá, China, Chile, Colômbia, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Hong Kong, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Noruega, Rússia, Singapura, Suécia, Suíça e Tailândia.

[obrigado a todos que nos enviaram esta dica!]

  • Felipe Campos

    Ah se eu passar no enem …

  • Pedro Evandro
  • Marcos Sérgio Costa Figueiredo

    A universidade federal do pará (a maior federal do pará) não aparece na lista, mas aparece uma recém inaugurada no oeste do pará –‘. Tem como se cadastrar, mesmo a universidade não aparecendo na lista?

  • Chicão ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Estudante agora tem dinheiro e cartão de crédito é? hahahaha

    Falando sério: precisam colocar isso em Real.

  • Guilherme

    Eu acredito ser muito caro. Ainda prefiro usar Youtube.

  • Rodrigo Marques
  • Se Music não estivesse caminhando em relação aos Spotify e Google Play Music, seria uma boa opção mesmo, hehe.

    Mas nem todo desconto na face da terra vale trocar boa experiência, por um serviço que a cada atualização fica com letras desconexas, ou que tem playlists feitas por humanos, entre mil coisas ruins, rsrs.

  • caiqe

    A intenção é muito boa mas é caro se comparar com o plano familia do spotify que é a opção mais em conta onde cada integrante paga 3 e uns quebrados, preço em dólar do apple music atrapalha muito com essa estabilidade

  • Alexandre

    Consegui!!! eles ficaram de analisar e vão enviar um email com a resposta depois.

  • Rodrigo Marques

    Como voce passou por essa parte do email da faculdade? Pelo o que eu entendi é um email que a faculdade criou, que não no caso eu não tenho. O email pessoal que eu recebo coisas da faculdade é considerado invalido

  • hecnpo

    Próxima tentativa, Apple. Continuo no Spotify o/

  • sigma7777777

    playlists feitas por humanos é ruim? Discordo. Gosto das playslistas do Canal OFF e outras de terceiros.

  • Caio Tomaz

    Cara, Apple Music é muito ruim. Uso Spotify e tentei varias vezes assinar um período em paralelo do Music mas não rola. Quem vem me surpreendendo é o Google Play Music, as listas automáticas são melhores que do Spotify, mas em menor quantidade.

  • sigma7777777

    Agora sim assinarei. Para quem tem aparelhos Mac, iOS e Apple TV faz muito sentido ter uma assinatura, ainda que também tenha outra do Spotify ou Google Music.

  • Leandro Budugo

    Fui até o step de verificação de estudante no UniDAYS. Fui verificado mas o Apple Music não reconhece, mesmo eu estando logado no wifi da faculdade (faço o teste, agora, do campus). Muito estranho. Gosto muito do Apple Music (embora ainda prefira o layout antigo rs)

  • Ricardo Marcílio De Britto

    Tentar burlar ninguém deve mesmo, mas outra coisa que não deveria acontecer e ainda acontece é a Apple cobrar em dólar. Eu sou muito indignado com isso. Outra sacanagem que estão fazendo é condicionar a troca da bateria (nos iPhones 6S que estão no programa de troca) ao reparo de um problema que não tem relação nenhuma com ela. Meu iPhone tem um trincado quase imperceptível no vidro, no cantinho do vidro, melhor dizendo. A apple não vai deixar eu exercer o meu direito de trocar a bateria se não arrumar o vidro antes. Ou seja, tenho que pagar de 800 a 1000 reais pra arrumar algo que pra mim não é um problema, para que eles realmente arrumem o problema que é a bateria que acaba muito antes de 15-20%.
    Isso, salvo engano, também é ilegal. Se alguém puder elucidar essa parte legal eu agradeço.
    Apple, tá difícil continuar contigo, muito difícil.

  • Ricardo Marcílio De Britto

    Já passou e muito da hora de fazer isso.

  • jaime

    acabei de mandar um email pra eles, uma vez que minha universidade não disponibiliza emails pessoas vinculados; vamos ver no que vai dar….

  • Tem que ser um e-mail da instituição, se não, não passa.

  • Matheus

    Uso o Google Play Music desde seu início, adoro o serviço e pago apenas R$ 12,90. Ainda consigo deixar em 10 dispositivos, desde que não seja com acesso simultâneo.

  • Matheus Carvalho

    Avisa se der certo, também não tenho email da faculdade.

  • Ubirajara Batalha

    Entra na justiça que vovó ganha! Quem sabe ganha até mais que a simples troca de bateria! Entra nas pequenas causas mesmo!

  • Wesley Soares

    Tentei fazer a verificação do UNiDAYS ontem, mas não consegui, tanto por não existir email da minha universidade, quanto porque não tinha como logar na Wi-Fi de lá. Entrei em contato com o Suporte, e eles confirmaram que minha universidade não estava na lista deles, mas pediram para que eu enviasse minha carteira de identificação da universidade para que confirmasse o vínculo. Já respondi, e estou aguardando a decisão deles. Espero que seja cadastrado logo.

  • Gabriel Moura

    Você deve ter criado ao criar uma conta no Sigaa. Por exemplo, os mail @ufmg.br

  • Rodrigo Marques
  • Marlon Fuhlendorf

    Eu usava spotify e hj uso apple music e estou bem satisfeito. Depois das ultimas versões, não tenho mais o que reclamar.

  • Marlon Fuhlendorf

    Eu usava Spotify, mudei pro apple music e aqui ta tudo perfeito. As playlists são ótimas e a área pra descobrir musicas novas costuma acertar em cheio os meus gostos. Não vejo mais os problemas q o povo falava antes.

  • Anderson Maciel

    2,49 USD vão virar 24,90 reais. Cambio da Apple é Dólar x 10.

  • André

    Para quem não tem e-mail da faculdade, tente procurar para ver se não tem a opção de criar um. Eu mesmo não tinha a menor ideia dessa possibilidade até hoje e usava o pessoal no sistema da faculdade. É um serviço de e-mail BEM defasado, mas para autenticar como estudante deu certo!

  • PedroGearhead

    Uso o Apple Music desde o dia que lançaram, quando do lançamento do iOS 8.4. Além de cumprir sua função satisfatoriamente, é como você disse: faz todo o sentindo ser o programa de streaming de música para quem já tem algum iDevice.

  • Bruno Vieira

    Será que não tem a ver com integração que o próprio iOS permite a apps? Digo, efetuar uma busca na iTunes Store / Apple Music. Pra mim sempre foi isso, uma espécie de API que no iOS só existe pro Music mesmo.

  • Bruno Vieira

    Provavelmente sim, entra em contato com o suporte deles 🙂

  • Alexandre

    O meu eu coloquei a Universidade, sou aluno mas também sou funcionário. Então coloquei meu email corporativo. Eles retornaram pedindo foto da minha carteirinha. Mandei… estou esperando responderem.

  • Eron Menezes

    O meu nao aparece esse tipo de assinatura. Tem q ta com o ios 10 instalado?

  • Henrique Accioly

    Entra pelo JEC (Juizado Especial Civil)

  • MagicCarpetDriver

    o maior problema eh q a cobranca eh feita em dolar… com nossa economia do jeito q vai, nao da pra confiar na cotacao…

  • Alexandre Govea

    O dia de notícias agradáveis em tecnologia, Netflix Offline (Download) e Apple Music por este preço, já assinei e estou usando super fácil dentro do Wifi da Universidade. Eita coisa boa!! Em São Paulo fico 2 horas no trânsito e não consigo ler que me dá tontura, resta música e seriado sem legenda.

  • FábioSilva Oficial

    Ah, o layout do antigo… Estou com ele, tenho ele, motivo este para não ter saúdo do iOS 9.3.5

  • Lee

    Também não vamos forçar a piada, né? Nesse caso o dólar é o cobrado pela operadora do cartão.

  • Lee

    Faz quanto tempo que você não testa o Apple Music? Assim como os outros serviços evoluíram, ele também. Venho do Spotify e estou satisfeito.

  • Ricardo Carvalho

    Sou usuário do Apple Music desde que lançou no BR e para o que eu ouço, me atende muito bem… não uso listas prontas, logo, o serviço cumpre o q promete. Mas enfim, alguém poderia me dizer se o Spotify permite colocar musicas ripadas de cds que possuo que não constam no serviço deles, para que eu as ouça em outro dispositivo?

  • Marcos Sérgio Costa Figueiredo

    tem quero saber se deu certo!

  • Hudson Schumaker

    é pq no youtube tem praticamente todas as musicas e de graça, deve ser isso

  • Henrique

    Em que ano a Apple vai botar seus preços em Real?

  • Usei e-mail da PUC usei Wi-Fi da PUC e nada de validar vou continuar com o spotify mesmo e não vou testar o serviço não pois logo que lançou achei horrível

  • Anderson Maciel

    Eu digo se a Apple passar a vender em Reais.

  • Caio Perez

    Eu tive que caçar no google o suporte deles, porque quando tentava pelo site do apple music ele pede o e-mail da universidade para abrir o ticket para informar que não tenho o e-mail da universidade! kkkkkkk

  • Caio Perez

    Haja dados moveis para conseguir escutar uma playlist inteira! rs

  • Caio Perez

    Pois deveria tentar novamente pois está totalmente diferente e muito melhor…

  • Hugo Saraiva

    Ele não tá forçando a piada, os produtos da apple estavam com esse câmbio mesmo hahaha. O apple EarPods e o iPad Pro estavam bem nesse patamar

  • Filipe André Gonçalves

    Consegui! Valeu pela dica!

  • Filipe André Gonçalves

    Aqui foi direto somente com o e-mail.

  • Fernando

    Infelizmente não é piada.
    Um Mac de 1.000 e poucos dólares chega aqui na casa de 10 a 12 mil reais

    Um Mac Pro de 3 mil está quase 30 mil reais

    Acho que alguns consumidores da Apple nunca se tocaram a estes fatos totalmente verídicos na tentativa de justificar tais aos impostos do Brasil. Quem dera se fosse os impostos… conta nenhuma fecha nem vc colocando 100% de impostos, o q sabemos que não é.

  • Isaac

    Só de cadastrar com um email da @ufrj já funcionou de cara daqui de casa, e olha que esse e-mail da pra manter mesmo depois de deixar de ser aluno

  • Ricardo Marcílio De Britto

    Mais aí é que tá, não preciso de mais do que a troca da bateria. A Apple deveria ser repreendida e tomar uma multa pelas arbitrariedades que vem fazendo com os consumidores brasileiros. Essa é só mais uma, muita gente tem reclamado pelos fóruns.

  • Ricardo Marcílio De Britto

    Vou fazer isso, mas parece que a troca só vai ocorrer a partir de janeiro de 2017 aqui no Brasil.

  • vicegag

    E desempregado tem algum desconto?
    Não tem nenhum auxílio Apple Music.

  • vicegag

    Com a oscilação maluca do Real a cada fato interno e externo, creio que vá demorar um pouco.

  • Bruno Sousa

    Ei hecnpo, lembro que vi você comentando sobre o seu cabo de 3 metros da Mophie. 🙂

    Caso esteja interessado: Estou vendendo o cabo Native Union NIGHT de 3 metros.
    www nativeunion com/night-cable/

    Novo, lacrado na caixa, com Nota Fiscal. Vendo por 200,00 via Mercado Livre, para mais segurança (na Apple custa 309,00).

    Comprei em Maio = ainda tem 5 meses de garantia.

    É trançado de nylon, extremamente resistente. Ele tem um nó com peso que permite apoia-lo em qualquer superfície evitando que o cabo caia no chão. O nó se desliza pelo cabo, por isso nunca atrapalha.

    Razão da venda: já tinha 2 cabos iguais. Comprei esse terceiro por impulso e acabei nunca precisando usa-lo.

    https://uploads.disquscdn.com/images/95b6b46c7e24be5cf13b15e111de3115439015b0158681cbcabb32b9317281ea.jpg https://uploads.disquscdn.com/images/c212c5a43d84b84708b0208cd252efac090156624891d8c72b6f33b309a002b2.jpg https://uploads.disquscdn.com/images/121fd22ccdb73ece1b59b9dd49037fb98f2fe2a5cc7d4dff088ba71bb2040ce0.jpg

  • hecnpo

    Opa, tranquilo? Acabei comprando 4 unidades do cabo de 2m da Apple numa promo da Fast (ou fui da Sóraiva?) que apareceu aqui no MM.

  • Matheus Dantas

    permite sim.

  • hecnpo

    pode deixar!!

  • Tarlan Brunet

    Permite, mas você não tem o mesmo controle e unificação que o iTunes oferece. Além do fato do Apple Music carregar as músicas para sua biblioteca na Nuvem, permitindo que você faça streaming ou baixe como se fosse uma música do catálogo deles. Não adoto o Spotify justamente por esta razão.

  • Bruno Alves

    Olha, não sei nos demais produtos, mas na nota fiscal do meu antigo iPhone 6S que custou R$4299,00 constavam R$2025,00 de impostos cobrados pelo governo.

  • Bruno Sousa

    Se a Apple passasse a cobrar em real, não seria mais a cotação cobrada pela operadora do cartão, seria a cotação cobrada pela Apple.

    O dólar Apple custa ~10 reais.

  • Um deixa eu ver – pagar 4 mil num celular ou 8 mil num notebook pra poder usar essa promoção…

    PS – Apple “introduziu” um desconto = “introduziu” poderia ser lançou/apresentou, né?

  • Fernando

    Infelizmente o iPhone nao entra nessa conta, pois, apesar de ser o mais caro, é o que menos tem o tal do abuso, pois é o produto mais vendido da Apple aqui no Brasil.

    Agora usando esta mesma teoria, um mac pro tem R$ 15 mil de impostos? Eu não acredito

    E numa conta rapida, ele custa 3 mil doláres x R$ 3.60 totaliza R$ 10.800 + 40% de impostos em média o preço justo dele com todos impostos deveria ser R$ 15.120 – lembrando que a Apple Brasil nao é uma revendedora da Apple USA, e sim, a mesma empresa, portanto, ela nao deve (ou nao deveria) que comprar da empresa USA para revender aqui, como se fosse outra empresa, e com isso incluir o lucro local da mesma, já que isto, olhando para outros mercados (europa, eua e asia) não é feito (nao com a mesma ganancia).

    Aí cada um de nós fica com suas proprias conclusoes apos essa matematica pratica e objetiva que fiz rs 🙂

  • Wesley Soares

    Alguém já conseguiu fazer o cadastro certinho para universidades brasileiras? Tive que mandar minha carteirinha e ainda não tive resposta deles lá/

  • Thiago Buccos

    Consegui assinar sem problema algum. Basta ter o email educacional da sua universidade. Meu email que está o apple ID é outro, logo ele pede seu email e o [email protected] Você recebe um email no seu principal te dando um link para enviar um outro para o educacional. Lá você confirma e você já recebe outro dizendo que você esta elegível. Ficou meio confuso, mas é bem simples o processo. Pena que eu vi a noticia hoje e renovou ontem o meu Apple Music, portanto 2,99 USD só em janeiro.

  • Thiago Buccos

    Boa experiência? Nossos SSD’s que o digam…

  • Bruno Alves

    Amigo, minha intenção não foi tentar justificar os altos preços, afinal de contas, ninguém gosta de pagar caro por esses produtos, apenas compartilhei minha experiência. Contudo, não consegui achar nenhum Macbook Pro nesse valor de R$30.000 que você disse. O modelo com as melhores configurações, touch bar e tela de 15″ sai por R$21.299,00.

  • jaime

    até agora eles não entraram em contato pra me informar o que fazer. já li em alguns lugares que eles pedem foto da carteirinha de estudante, porém até agora nada….. assim fica difícil

  • Carlos Henrique Nunes

    Oi Rafael, sou professor universitário (federal) e resolvi testar minha sorte. Resultado: aceitou dar o desconto!

  • Vinicius Porto

    Assinado com sucesso! o/
    As pessoas que faziam parte do ‘pacote família’ que não vão gostar muito… hehe

  • Rafael Boiko
  • Bruno Alves

    Ah sim, sei qual é. Achei que tinha apenas abreviado e daí pensei que estivesse falando do Macbook Pro mesmo haha

  • Luiz

    E qual é o suporte deles ?

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.

O MacMagazine faz parte do grupo iMasters, mantido pelas seguintes empresas: