Preocupações com a autonomia das baterias dos novos MacBooks Pro foram tema de um artigo aqui do MacMagazine há algumas semanas. Pouco tempo depois, a Apple disponibilizou o macOS Sierra 10.12.2 para todos os usuários e ele trouxe uma mudança bastante polêmica: removeu a estimativa de tempo de uso da bateria da barra de menus do sistema operacional.

Não é preciso ser nenhum gênio para ligar uma coisa à outra, ainda mais considerando que o OS X macOS possuía essa estimativa desde sempre. Para contribuir ainda mais com a “coincidência”, a Apple na semana passada abriu vagas de emprego em busca de especialistas em baterias.

O problema é tão sério que, pela primeira vez na história, a Consumer Reports *não* recomenda a compra dos novos MBPs justamente devido a essas inconsistências nas baterias. Os três modelos testados pela organização — 13 polegadas sem e com Touch Bar, e 15 polegadas com Touch Bar — não passaram pelos seus testes nesse quesito, com longevidades variando de 3,75 a 19,5(!) horas, enquanto a expectativa é que entre testes a variação não seja de mais de 5%. A promessa oficial da Apple é de “até 10 horas” de autonomia, vale lembrar.

Talvez uma das provas mais cabais de que há otimizações a serem feitas (no lado do software, o que é tranquilizante) é que a CR conseguiu mais autonomia de bateria com os novos MBPs rodando testes no Google Chrome, em vez do Safari. Isto não faz absolutamente sentido nenhum.

Apple, mexa-se.

[via Recode]

  • Julio Dias

    Que comida de mosca! Vai rodar alguém, que nem na época do Maps.

  • Apenas bateria, caro watson ???

    O notebook inteiro é provido de inconsistências. Quem já teve um Macbook Pro, sabe que esse atual é uma farsa, que de pro só tem o nome.

    Como eu compro um notebook que não aceita um mouse usb-2, não aceita meu próprio iPhone 7 recém-lançado (what?), sem contar nos erros gráficos que a tela fica loucona? Isso da bateria chega a ser fichinha em comparação a esses.

    Eu tava louco pra botar a mão numa máquina dessa nova e perdi toda vontade. Apple, há tempos, não agrada mais a nós.

    Nossa sorte, amigos, é que ela tem muito, mas muito dinheiro e não vai quebrar tão cedo com esses lançamentos fracassados. Ou seja, esperemos o Jonathan Ive ser demitido ou mudar de empresa.

  • Vladimir Machado Malaquias

    Concordo! A meu ver, a Apple está tentando se firmar como uma grife de moda e esquecendo que é uma empresa de tecnologia… e também da qualidade de seus produtos que – era – inquestionável!

  • Ron Ribeiro

    Pela primeira vez deixei de trocar o meu computador por ter a certeza que o meu de 2014 ainda é mais confiável e tem melhor desempenho que esses novos. Além do fato de ter que trocar todo o ecossistema periférico devido ao padrão USB-C adotado pela Apple, tenho certeza que ano que vem veremos upgrades para consertar esse monte de problema com os computadores e então quem sabe assim valha a pena trocar.

  • Gustavo Jaccottet

    A Apple liderada pelo Tim Cook dá nisso!

  • hdoria

    Comprei esse novo MacBook Pro (modelo top de 15′) recentemente e discordo bastante de você. Sim, ser somente USB-C é desconfortável no início, mas isto não é um problema. Pelo contrário, é o caminho a ser seguido. Quem compra esse novo macbook já compra sabendo que vai ser um early adopter da tecnologia. Em nenhum momento a Apple te engana neste quesito. Você já compra sabendo que muitos acessórios, inclusive o iPhone, não se conectarão por padrão.

    O único problema é realmente a bateria. Neste sentido a Apple me enganou, sim. Ela prometeu cerca de 10h de bateria e, apesar de eu conseguir isto alguma vezes, na maioria das vezes eu só tenho 3-4 horas. Estou completamente decepcionado com isto.

    Do resto, a máquina é sensacional. A touch bar é iradíssima e a cada dia que passa mais aplicativos a adotam. Dos que uso acredito que apenas o Spotify e o Slack ainda não adotaram a touch bar. A máquina também é bem rápida, o trackpad é enorme mas não atrapalha a digitação e a tela é sensacional demais. Sem contar o corpo do notebook, leve e lindo.

  • e tomara que seja o próprio Tim Cook. Ele é excelente com números, péssimo líder e de tendências já provou que não entende nada. Chega a ser tosco ver a possibilidade de alguns anos estar usando Windows novamente.

  • Passou da hora de colocar um visionário na liderança. Deixa ele cuidando dos negócios, já que faz tão bem… $$$

  • ta na hora de chamar outro nome para CEO. O Cozinheiro ta fazendo a comida sem sal e com ingredientes da concorrência. Chama o coroa, ex CEO da Google… esqueci o nome agora!

  • e outra… uma vez que se queima! ADEUS. Recuperar a confiança do consumidor de uma marca que marcou por ter produtos ÚNICOS de primor e EXCELÊNCIA para esses que necessitam adaptador para tudo já deu, vai ser difícil ou levar ANOS!

  • Luiz

    Realmente lançar uma maquina PRO que não pode conectar o carro chefe da empresa, foi uma c**** fenomenal.

  • hecnpo

    É oq sempre digo… Tim Cook como CEO dá um ótimo COO.

  • hecnpo

    Legal que não dá pra conectar nem os fones de ouvido que vem no iPhone 7, nem carregar o iPhone 7 com o cabo que vem com ele, nem carregar os AirPods com o cabo que vem com ele… o que dizer disso? #fail

  • Grande, te parabenizo pela compra. Em momento nenhum disse que é um notebook ruim.

    Eu apenas destaquei que não se trata de um macbook pro. Ele é um model avançado do MacBook de 12′.

    Profissionais não precisam de tecnologias que não vão ser adotadas pelos outros em menos de 10 anos. Assim como firulas que ao meu ver é o touchbar. Testei e não curti, aqui logo de cara buga a gente e atrapalha. Muito mais ágil eu jogar Fn e direto o atalho que desejo do que esperar novas posições, desviar o olhar e executar a ação, isso não é produtivo.

    Mas aquilo. Para usuário comum pode ser interessante (antes fosse logo a tela touch). Mas o mais matador foi o usb, a apple vai me fazer ir pros concorrentes de duas maneiras: Uma por ter um notebook de hardware de mid-end por preço de high-end e pelas limitações de programar no macOS.

    Saudade dos tempos que quem tinha apple era desenvolvedor e não modelos da Hermes.. Ehe

  • Quer dizer Jony Ive ? Porque cook só assina as burradas do Jonathan kk

  • Pois é, grande. Chega a dar aquele desgosto.. Como ela me faz tantas atrocidades de uma só vez ?

    Olha, é tanta lambança que nem parece empresa bilionária e consolidada.

    Nos deixou sem usb (pra mim usb-c é conceitual ainda), tirou nossos fones de ouvido do iPhone e transformou-os em lighting (posso nem usar no macbook se quiser). Magic Mouse mesma coisa do antigo mas pra carregar tem um tumor na traseira.

    Enfim, nem vale a pena citar as mil trepadas que ela deu no muro esse ano.

    Não sou executivo, mas tenho certeza que como empregado dela, teria muito refinamento nas minhas escolhas.

  • João Vitor

    GENTE PERAÍ, seu MacBook Pro top de linha (R$ 21.299,00) tem uma bateria que tá durando de 3-4 horas e ele é sensacional?

  • Luiz

    Ixi, tinha até esquecido do fone de ouvido que nao serve nele.

  • Vladimir Machado Malaquias

    Você mitou MUITO no ultimo parágrafo! Descreveu perfeitamente tudo que eu penso sobre a Apple ultimamente! Antes os usuários da Apple eram profissionais de setores como design, programação, editoração, etc… ou pessoas que gostavam de tecnologia e sempre buscavam o melhor, o mais durável, o sistema mais moderno e estável, a quase-ausência de incômodos como vírus, ou seja: o supra-sumo da tecnologia moderna, pessoas que “pensavam diferente”!

    …agora parece que a Apple está deixando esse público fiel de lado e, como você disse, preferindo ser a empresa dos modelos da Hermès!

  • Filipe

    Depois de 8 anos de uso, estou precisando trocar o meu MacBook Aluminium por uma nova versão, e avaliando custo beneficio o modelo mais provável que eu compre é o MacBook Pro 2015.

  • Vladimir Machado Malaquias

    Pois é… podem dizer que não, que é exagero… mas é fato: Steve Jobs FAZ UMA FALTA!!!

  • Vladimir Machado Malaquias

    Eu vejo assim: retirar portas USB padrão e colocar o formato USB-C não é a mesma coisa que retirar um drive de disquete ou DVD que, em suas respectivas épocas já eram consideradas tecnologias obsoletas mesmo ainda sendo de grande uso… o USB “normal” ainda e um padrão atual, de amplo uso, universal… retirar ele completamente é sim uma mancada sem tamanho por parte da Apple.

  • Hades666

    Fico com meu MacBook 12pol. 😛

  • Vladimir Machado Malaquias

    Hahahahaha pois é… mas pense assim: se você gastar R$ 21.299,00 num notebook, ele pode ser a pior coisa do mundo, mas você é OBRIGADO a acreditar que ele é a coisa mais perfeita já feita pelo homem! Hahahahaha

  • Andre Maga

    Acho que vou vender meu MacBook do final de 2014 por R$ 30.000,00. 😀

  • Gustavo Jaccottet

    Mas é ele quem é o CEO, não? Quem dá a última palavra é o CEO não? Quem responde ao Conselho é o CEO, não? Logo o responsável é única e exclusivamente o CEO.

  • Gustavo Jaccottet

    Chama qualquer um que entenda o que o consumidor quer, seja ele consumidor de iPhone, mas respeitando que existem os consumidores profissionais.

  • Cara, Tim Cook só é CEO por nomenclatura. Não precisamos estar lá dentro para saber que desde 2013 quem manda na Apple é o Ive, infelizmente.

    Cook trata da parte burocrática, mas quem define como vai ser o ecossistema (macOS, tvOS, iOS e afins) é o Jonathan Ive, sem sombra de dúvidas.

    Com certeza essa idéia de girico de colocar usb tipo C nos notebooks veio daquela careca brilhante. É desconfortante, mas sim. Tanto que entre a morte de Jobs e a reentrada de Ive na empresa, as coisas se mantiveram iguais.

  • Invoca o Nadella ! Esse cara sim tem cara de Apple, que inova e ao mesmo tempo atende aos usuários. Sonho de consumo ele como sendo nosso Diretor Executivo. Mas enquanto eles estiver na Microsoft só temos a invejar!

  • Fabrício Roque

    Ah, mais ou menos. Quando tiraram o disquete, o DVD, o ethernet, o firewire, os “pros” também reclamaram. “Como vou usar minha estação de disco firewire agora?” “Apple me obriga a comprar um drive externo para acessar minhas image libraries em DVD!”

    Não vejo diferença nenhuma entre a remoção de USB-A para o que aconteceu anteriormente. As fabricantes de placas mães para PC já estão colocando USB-C em seus produtos premium, e o padrão é mais moderno: o conector é menor, entra dos dois lados, o padrão é mais veloz, transfere mais energia, é mais versátil… Todos concordam que é o futuro. Assim como todos concordavam, em suas épocas, que o CD, Internet, Wi-fi e USB eram o futuro.

    Se não é um grande player como a Apple levar a bandeira do USB-C e “forçar” a adoção, quando é que o mercado de acessórios vai adotar? Nunca.

    Em tempo: o problema das baterias é grave sim, e é o maior demérito dos novos modelos, seguido da inútil touchbar (*polêmica*)

  • Vitor C

    O que eu achei engraçado na touchbar é que muita gente que começa a usar tem a tendência de começar a clicar nos ícones na tela do notebook também ahahahahahah, muitos usuários comentaram isso.

  • Fabrício Roque

    Eu concordo com você nisso: ” Quem compra esse novo macbook já compra sabendo que vai ser um early adopter da tecnologia.”

    Agora, não podemos desmerecer a irritação das pessoas que têm modelos mais antigos e estavam esperando justamente o modelo desse ano para atualizar. Foram pegas de surpresa no fato de que terão que comprar adaptadores para todos seus acessórios e dispositivos.

    Provavelmente a Apple já sabia que esse modelo não ia vender tanto, uma vez que é um modelo de transição. Mas para quem está revoltado, não esperem que as USB-A voltem em um próximo modelo. Não me lembro da Apple voltando atrás em relação a hardware.

    O problema da bateria é real, e esse é de verdade um ponto contra que pode ter sido inesperado pra Apple. Se não arrumado, pode machucar bastante as vendas esperadas do modelo.

  • Guilherme Chagas

    Eu acredito que estamos dentro do olho de um furacão, passando por um momento chave de transição de novas tecnologias e os usuários finais estão ficando de certa maneira atordoados com isso.. há um tempo a corrida era por processadores e a cada que passava a velocidade duplicava no mínimo… hoje a corrida é por periféricos.. basta ver por exemplo os SSDs, há pouco tempo um SSD SATA 3 600MBps era o maximo hoje se consegue 3GBps… em questão de 3 anos fomos da Thunderbolt 1 para a 3 e obviamente os consumidores e fabricantes de acessórios não acompanharam a evolução e o resultado é que todos acessórios destas conexões mais recentes se tornaram caríssimos. Acho que temos que diferenciar este momento atual em relação à remoção de disquete e assumir o CD/DVD de vez, pois não houve muitos padrões “brigando”, foi assumido um e já era… hoje é uma bagunça.. uns usam USB-C, outros micro USB, Lightning… me parece que com a mescla entre Thunderbolt 3 com o USB C vai abranger mais…
    Vejo muito potencial nessa nova “USB-C”, pois ela permite usar muitos dispositivos externos simultaneamente com altíssima taxa de transferência e aí te pergunto: Qual profissional não quer transferir terabytes de informações de seus storages e backups em poucos minutos? Quem não quer poder usar dois ou mais monitores simultaneamente? Quem não quer poder usar uma GPU externa potencializando seu desempenho? E quem não sonha em não depender de vários padrões de conexões?
    A Apple não inventou esse padrão novo (diferente do Lightning) e ela não é boba e já está bem madura e está tendo coragem de quebrar certos padrões e apostar nessa evolução…
    Pra quem fala que não pode utilizar seu iPhone no seu Mac com USB C, basta comprar um cabo Lightning para USB-C em sua própria loja… aí tu vai falar: “ah mas ela tinha que disponibilizar esse cabo junto com o iPhone…” mas amigo.. qual o padrão mais utilizado hoje? Pois é…. ainda é o USB comum… portanto pode levar mais tempo que se espera para uma adoção maior.. a Apple encontrou mercado também na venda de adaptadores e acho isso muito bom, pois se o mercado não se mexe criando novos “dongles”… talvez assim mude algo e os preços se reduzam com a popularização..
    Eu torço muito para que essa “fama” da Apple de ditar tendências tragam muitos beneficios para nós num futuro breve..
    Vamos ter paciência que estamos no momento da transição, meio longa mas recompensadora e daqui a alguns anos vamos ficar impressionados com os anos que ficamos usando p2 analógico e tentando plugar sempre 3 vezes o plugue USB pra entrar da maneira certa.

  • Maurício

    Na época do Forstall muita gente já teria sido demitida.

  • Renato

    Touchbar iradíssima, nossa tão útil kkkkk
    Tomos sabemos que as baterias são menores, terão que fazer milagre para resolver o problema via software, provavelmente limitando o desempenho e dizendo que a culpa é do usuário que exige muito da “máquina”

  • #BatteryGate

  • André Luiz Gaspar

    Antigamente (+/- uns 5 anos atrás) os usuários dos produto Apple era como vc sitou no seu texto. Hoje os Usuários de iMac/ MacBook..etc ele compram apenas porque é da marca ‘iPhone’ ..kkk é isso mesmo que eles chamam, trabalho com T.I. a mais de 10 anos, uso MacBook desde 2006, e tenho vários clientes que apenas compram iMac/MacBook pq são da marca ‘iPhone”….. ou seja são totalmente leigos, e caem no que vcs disseram. “A Apple era desenvolvedor e não modelos da Hermes”

    Digamos que Apple virou ‘modinha’ – infelizmente 🙁

  • wesleywillians

    Tenho meu MP de 15 com touch bar e to gostando muito.
    Sinceramente, a USB não ta me fazendo tanta falta. Quando quero usar, pego meu pequeno adaptador e coloco. O grande ponto é: Comprei sabendo que só tinha USB-C e ponto.

    A máquina ta muito melhor do que o MacBook q tenha mid 2013, onde ela parecia que ia sair voando e esquentava d++++.

    Esotu feliz pela compra. Touch bar irada, computador leve, não esquenta tanto, não faz o barulho que vai decolar, está super rápido sem bugs e não estou com problemas de bateria…

    É isso…

  • Maurício

    O que mais me preocupa é essa atitude de mascarar as falhas ao invés de resolvê-las. Gravíssimo isso vindo de uma companhia do porte da Apple. Para que tá feio.

  • Hugo Doria

    Laptop com tela em 4k não vale a pena: http://www.techradar.com/news/mobile-computing/laptops/4k-laptops-are-gorgeous-but-they-re-not-worth-it-yet-1291430 . É muito próximo do olho para compensar o gasto e o consumo de bateria é muito maior. Fico feliz com HiDPI. Lembrando que com Switchresx (e outros apps similares) dá para aumentar de forma significativa a resolução do macbook e que resolução não é o único quesito a ser verificado na tela.

  • Julio Dias

    Na boa. Gosto da Apple mas um MacBook “no”Pro desse, com um hardware inferior em relação ao que já existe no mercado (inferior com a clara tentativa de ser sustentado pela bateria!) com um preço de R$ 22 mil, é um ABSURDO, VERGONHOSO! Até o preço nos EUA é muito além do que se espera para uma máquina que intenta ser superior. Como disseram em um dos comentários: a Apple não faz mas coisas para desenvolvedores, para quem quer sugar muito da máquina. Imagine editar um filme completo, com todas os filtros e montagens que possam existir com uma máquina dessa? Ficará a bola colorida rodando sem parar!

  • Vladimir Machado Malaquias

    Tá aí uma pessoa com visão do mercado de tecnologia (e não do mercado de moda): enquanto todo mundo pensava que ele estava destruindo a Microsoft tomando decisões estranhas como matar a divisão de celulares, ele estava pensando adiante (como fazia o saudoso Steve Jobs) e bolando uma revolução na empresa que agora começa a vir à tona! Lançando produtos realmente bacanas como o Surface Studio, colocando o Windows 10 FULL nos smartphones e com isso transformando os celulares em máquinas portáteis com poder de desktop! Coisas assim a agente esperava da Apple a alguns anos… agora só modinha, só nadando no mar do sucesso do iPhone… mas isso não dura pra sempre e a concorrência está melhor que nunca! Muito melhor!

  • Vladimir Machado Malaquias

    Exatamente! Steve Jobs morreu e a Apple está morrendo támbem. Podem falar o que for, mas o fato é esse! Quando ele deixou a empresa em 1987 a Apple quase foi a falência e só se recuperou quando ele voltou… mas agora ele não volta mais!

  • Vladimir Machado Malaquias

    Interessante esse ponto de vista…

  • Gustavo Jaccottet

    Hoje mesmo me desfiz do meu MacBook Pro 13″ 2015. Vou comprar um Dell.

  • p_churros

    Os fabricantes de MoBo podem estar colocando o USB-C em suas placas, mas duvido que estão colocando somente o USB-C é que ali no meio não tenha nenhuma USB 3.0

  • Leonardo Francia

    sou designer e fotógrafo, utilizo iMac mid 2011 e sempre achei interessante mbp, e pelo que ja usei e vi, os modelos pro só ate modelos pasados, inclusive até o retina 2015

  • Caio Ferrari

    O MacBook novo é uma máquina que, ao invés de se adaptar às suas necessidades, exige que os usuários se adaptem as suas limitações.

  • Felipe Scavacini Romanatto

    Quem se arrepender pode ofertar por um preço bom que eu compro. Estou com um 15″ com touch bar e estou muito satisfeito.

  • Eduardo Cativo

    Vendi meu MacBook Pro de 12 polegadas e comprei esse MacBook Pro de 13. Esse MacBook não pode levar o título de Pro. No maximo um MacBook Pro Premium. Embora tenha um belo som, tela linda e a Touchbar que até agora usei pouco, o desempenho é sofrível. Parece um de 12 com tela de 13. Não é fuído como o meu MacBook Pro de 13 de 2013. Seu desempenho é de um MacBook de 2011 com SSD. Quanto a bateria é uma incógnita: tem dia que dura bastante, tem dia que com nada aberto não fica 2 horas. A ventoinha dispara do nada. Nunca vi um Mac da Apple tão ruim. E posso dizer com propriedade pois tive todos desde 2004. Ah, quanto ao preço, não vale. O MacBook Pro da minha filha de 2014 anos da couro nele. A impressão que tenho é que a Touchbar mais a resolução nova mais a nova gama de cores consome muito do processador, que aliás não é de ponta. Só uma palavra: decepção.

  • Rodolfo Oliveira

    Não duvido que na próxima geração de iPhone na caixa venha um cabo lightining-USBC.

  • Eduardo Cativo

    Corrigindo, tenho um MacBook Pro 15 de 2013 e é um avião perto desse de 13. Não me refiro nem nas portas pois não uso muito. Não veio com o cabo de extensão. Sensacional o desbloqueio pela digital e qualidade do som.

  • Acho que ele se referiu à qualidade, não resolução.

  • Às vezes acho que esse problema da bateria possa ser algo relacionado ao software apenas, foi de um dia pro outro, fazendo o mesmo uso com os mesmos softwares vejo o desempenho da bateria do meu mbp mid15 variando feio.

  • FábioSilva Oficial

    Arrassooou

  • papadoc

    pra q bateria?? quando esgotar joga fora e compra outro…. eu sou IRADOOO

  • Carlos Dasmer

    Acho bom, quem sabe agora a Apple coloca o dedo na consciência e admita que vem fazendo péssimas escolhas. – Fora Cook.

  • É sério que estão reclamando que retiraram a estimativa de duração da bateria do macOS? Aquela estimativa nunca funcionou direito em nenhum dos meus 5 macbooks. Engraçado é que, no meu caso, sempre a bateria durou mais do que o estimado…

  • Filipe Abrão

    Cara… mas o Ive não eh o cara de design? Pq vc tá com raiva se os problemas são de software/hardware???

  • Ai que tá, ele quem projeta o design dos produtos, consequentemente a saída dos fones de ouvido do iPhone e o usb-c no macbook, são obras dele.

    A bateria, aí são os engenheiros da Apple em geral, não agreguei esse problema a ele, só disse que essa é a menor das inconsistências ! Hehe

  • Cássio Teixeira

    Eu nao me lembro de ter que usar tantos adaptadores nas transições passadas de tecnologia. Esse é um mercado que a Apple descobriu pra gerar mais dinheiro vendendo “nova” tecnologia. Early adopter. Agora tem ate termo em inglês rs

  • Pepe Fraccini

    melhor comentário ever… sem falar que pra mim o Tim Cook transformou a Apple em uma empresa que só visa o lucro, diferente do Jobs, que queria que a Apple fosse a best in class… na Minha opinião o Tim Cook tem parcela de culpa nisso ai, afinal ele aprova essas loucuras do Ivy .-.

  • Pepe Fraccini

    melhor comentário UAUHAHUAUHA

  • Pepe Fraccini

    sem falar que de Pro mesmo ele nao tem muita coisa né? Processador + placa de video não aguenta o jogos com graficos no máximo… se nao aguenta os jogos, nao aguenta renderizar um filme em 4K com 16 cameras ativas no final Cut Pro 🙂 um dos tiros no pé que a Apple fez com esse MBP foi colocar placa de video da ATI ¬¬ inúmeros jogos e inúmeros programas falam claramente que para melhor performance é mais indicado usar uma placa da Nvidia, maaaaaaaas…

  • Pepe Fraccini

    concordo plenamente! a Apple do Tim Cook só visa o lucro, sem dar retorno pros consumidores… a Apple do Jobs era diferente… visava lucro também, mas entregava os melhores produtos ja feitos na epoca.

  • Pepe Fraccini

    fez isso com os iPhones também! 🙂 so ver a tela e câmera do iPhone 6 Plus, e o problema do 6S 🙂

  • Marcvs Antonivs

    Nossa! Essa frase merece estar na lápide do MacBook!

  • Marcvs Antonivs

    Adoro quando alguém fala o que penso. Assim não preciso digitar tudo e meu pensamento ganha mais likes e permanece no topo…além do que, posso dar like no meu próprio pensamento! 🙂

  • Pois é ! E o que eu penso, todos também sentem. A saudade da antiga Apple é inegável. Ela era inflexível, com skeumorfismo por toda parte e tamanhos reduzidos, mas era boa. Hoje não atende a 1 quesito que nós consumidores e admiradores queremos. Fica difícil, né ?! Hehe

  • Marcvs Antonivs

    Sim. Muito difícil mesmo. Feliz Natal pra tu e pra toda a família.

  • Igualmente, meu caro!

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.

O MacMagazine faz parte do grupo iMasters, mantido pelas seguintes empresas: