Phil Schiller diz que Apple está trabalhando para entender os resultados dos testes da Consumer Reports

Imagem de destaque


Por
24/12/2016 às 11:16

Ontem, noticiamos aqui no site que, pela primeira vez na história, a Consumer Reports decidiu não recomendar os novos MacBooks Pro devido a inconsistências em suas baterias.

Não é por menos: os testes deles geraram resultados absurdos, com autonomias indo de 3,75 a 19,5 horas, e com o Google Chrome se saindo melhor que o Safari. Ou seja, há realmente algo muito errado; para a CR, esse algo está nas máquinas e/ou no macOS Sierra, mas há quem acredite que os testes dela é que não foram bem executados.

A Apple, obviamente, não gostou nada da notícia.

Em um tweet, o vice-presidente sênior de marketing mundial da empresa, Phil Schiller, disse que estão trabalhando para “entender os testes de bateria” da CR e que eles não correspondem com os “extensivos testes de laboratório” da Apple nem com dados gerais de uso que ela obtém por meio de registros enviados por usuários do mundo todo.

Do lado da Apple, ainda está muito estranha a história da remoção da estimativa de tempo de uso da bateria no macOS 10.12.2. Se ela realmente não era precisa, o papel da Apple era corrigir isso para torná-la precisa — não simplesmente remover uma informação que desde sempre esteve no seu sistema operacional de Macs.

Bom, a CR conseguiu o que queria: a atenção da Apple — a exemplo do que aconteceu lá em 2010, com o #Antennagate. Veremos o que sairá disso.

Posts relacionados
Comentários
  • Eita…. kkkkk 😮

  • Carlos Luna

    Macbook Pro onde não tem um mísero leitor de cartão SD e onde não é possível nem conectar um iPhone sem ter que recorrer a um adaptador. Zero para a Apple mesmo.

  • Luiz Fernando

    Samsung impact

  • Gustavo Jaccottet

    É o mínimo que se pode esperar: entender os seus consumidores.

  • Anderson Maciel

    E onde se pode conectar o telefone do concorrente sem adaptadores hahahahah

  • Hades666

    Tem muita coisa que a Apple está precisando rever seus “exaustivos testes de laboratório”…….
    Estou aguardando para troca das máquinas de casa(Macs/iPhones), nenhuma vai ser trocada se os problemas da geração 2016 dos produtos Apple não forem corrigidas. #prontofalei

  • Ericfym

    Quando é o consumidor comum reclamando, a Apple:
    “Antenna gate? Vcs que seguram o aparelho de forma errada.”
    “O tal do bend gate é um caso isolado de seis aparelhos.”
    “Touch disease? O que é isso? É de comer?”

    Quando é uma editora de renome reclamando, a Apple:
    “Estamos trabalhando para entender esses resultados, pq, obviamente, não condiz com os nossos.”

    Ok, Apple.. =p

  • Victor Hugo

    KKKKKKKKKKKKKKKKKK o melhor do MM são os leitores

  • Renato

    A resposta será que o problema é usuário que não sabe usar a bateria

  • Caio Ferrari

    Vamos explicar, da Apple entender: É o seguinte, vocês aí de cupertino andam confundindo Mac com iPhone já faz um tempo. Dai vocês resolveram chutar o balde e lançar umas maquininhas aí bem capadas e mais caras do que o habitual. Pegou mal. Mas beleza, teu público é fiel e aceita se adaptar ao produto que comprou, contrariando uma certa lógica de mercado. Mas daí vocês decidiram que reduzir uns milímetros da máquina seria legal, mesmo que para isso, precisassem reduzir a bateria. No começo vocês vieram com esse papo de que o processador era mais eficiente. Então, mesmo assim, não deu para segurar. Todo mundo se tocou que a máquina é pior do que a anterior.
    Pegou bem mal.
    E tem uma galera, aí dos EUA mesmo, que paga baratinho nos Macs comparado aos índios aqui do Brasil, que tá falando de comprar um MacBook Pro véio mesmo, que pelo menos é Pro. Ou um PC. Que pelo menos é barato

    Entendeu, Apple?

  • Alex Godoy

    Falou perfeito. Em se tratando de celular eu já mudei de time faz tempo. O que ainda tenho são dois macbooks (um pro e um air) que uso até que se acabem. Depois, olá Windows.
    Podem defender o que quiserem, para mim esta empresa está sem rumo faz tempo.
    Abs.

  • Alex Godoy

    Interessante que em fóruns especializados existem dúzias de pessoas reclamando do desempenho da bateria e a Apple não se manifesta. Por outro lado ela tirou o indicador de bateria do sistema operacional.

    Agora uma empresa diz o mesmo e a Apple se defende pois pode ser a empresa que fez testes errados… OK.

    Se por um lado Jobs era gênio em afirmar que não ouvia seus consumidores porém entregava mais do que era esperado, por outro, esta nova Apple simplesmente empurra seus “produtos conceito” ao mercado, com menos do que é esperado.

    Comparar a retirada do USB e do P2 (no caso de iPhone) não é o mesmo que retirar o drive de CD (anos atrás). Isso não é evolução nem é genial, isso é atrapalhar a vida dos seus clientes.

    Só pensar que você simplesmente não liga o seu novo iPhone no seu novo MacBook e já percebemos que algo nesta evolução não foi bem pensada.

    Sem falar em computadores com 0% de possibilidade de upgrade, defeitos de erros de projetos em MacBooks e iPhones… as coisas não andam boas.

    Mas como disse um outro leitor, compra quem quer, chora quem quer.

    Eu é que não compro.

    Abs.

  • Alex Godoy

    Sério que minha resposta sumiu?

  • João Ninguém

    Os antigos clientes Apple é que não estão entendendo a turma de Cupertino. O que eles estão fazendo é uma transição MacOS para iOS, ou seja, Tim Cook e comparsas decretaram o fim da era dos computadores Apple, seja MacBook, MacPro, ou mesmo Mini e iMac. Mais de 90% do faturamento da Apple vem de iTunes, iPhones, Apple Music, ou seja, tudo ligado à mobilidade. Daí eles acabarem com departamentos dedicados aos computadores, tendo sido estes incorporados pelas diretorias de telefones. Isto é triste para quem sempre “torceu” pelos bons equipamentos desta companhia, mas esta é a aposta que eles fizeram para o futuro. É só abrir o olho e perceber que não há atualização de hardware faz tempo, os software da Apple pioraram para ficarem parecidos com a versão iOS, e o sistema operacional de seus computadores está sofrível, é bug atrás de bug com updates diários. Enquanto a Microsoft aposta na integração PC – Telefone – Tudo, a Apple faz uma abordagem diferente, para a tristeza de seus desenvolvedores. Acho que é melhor ir se acostumando com esta nova realidade, ou então sempre tem a possibilidade de mudança.

  • Tarlan Brunet

    Notavelmente foi um misto de sarcasmo e seriade. Afinal, já disseram um dia que o cliente é que não sabia segurar o iPhone direito e o deixava sem sinal. Kk

  • Renato

    Acredito que nao entendeu o sarcasmo, a Apple só tem me decepcionado e a única coisa que sobrou em casa foi um macmini apenas porque Windows é intragável, de resto,…

  • Renato

    A Apple algum dia fez isso?
    Antes ela vendia o que achava que todos deveriam querer, mas as coisas mudaram…

  • Renato

    Não é mesmo?
    Usuários sempre estarão errados para a Apple, eu comentei aqui, no passado a Apple vendia o que achava que o consumidor precisava e desejava, na verdade ela fazia algo “Think Different”e era “cool”, mas agora não é mais, já que suas concorrentes estão ouvindo “mais”os seus usuários.
    Hoje é o consumidor que “Think Different” Bom, pelo menos os não alienados.
    É uma pena, pq eu já perdi as contas de quantos Macs e iDevices tive, hj Sobrou apenas um MacMini.

  • Alex Godoy

    Ah bom. Hehehe. Foi mal amigo, é que tem gente que defende mesmo absurdos como este. Abs.

  • Jaime Camargos

    Coloquem o Cozinheiro e sua turma na rua enquanto é tempo. Se a idéia for realmente esta como descrito é fruto de incontestável demonstração de incompetência. Já fizeram este tipo de transição (processadores e OS’s) sem traumas. Será que se esqueceram como se faz? Podem me chamar de viúva de Steve mas a ausência dele é a causa de 60% do que acontece com a Apple hoje. Os 40% restantes pode ser colocado na conta incompetência do Cozinheiro e sua equipe.

  • Jaime Camargos

    A Apple não apresenta hoje nenhum produto que justifique o empenho de meu suado dinheirinho. Nada me atrai. Já a MS, a Sansung, a Sony, A Canon, …

  • Jaime Camargos

    Nada criativo. Bater na Apple hoje em dia é mais fácil que tomar pirulito de criança. Os caras só fazem besteiras. Perderam o medo de errar. Botem o Cozimheiro na rua.

  • MagicCarpetDriver

    O Windows melhorou muito de uns tempos pra ca…

  • MagicCarpetDriver

    pra mim está sem rumo desde que Jobs morreu…

  • J. Cohen

    Tenho um cabo Lightning USB-C, portanto não precisa adaptador…

  • Alex Godoy

    Veio com o equipamento? Não? Comprou à parte? Então pagou a mais para poder ligar seus devices. Ou seja, está no mesmo barco que todos, mas o seu é mais mágico.

  • Anderson Balduino

    Off: Gustavo, sempre vejo você falando sobre como procurar seus direitos na justiça aqui no MacMagazine, estou com um problema, usaram o nome, CPF e demais dados para pedir uma assinatura de TV, e o nome está sujo, só descobri quando ligaram cobrança uma conta, moro no Paraná e a TV foi instalada em Fortaleza, onde seria o melhor lugar para procurar meus direitos? Tem alguma recomendação?

  • Gustavo Jaccottet

    Nesse caso você deve fazer uma ocorrência policial, e depois procurar um advogado.

  • Anderson Balduino

    Obrigado Gustavo, a ocorrência será aberta, mas a delegacia está em recesso, só dia 4 de janeiro. Achei que teria uma forma de inciar sem advogado, muito obrigado.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.


Carregar mais posts recentes