Entrevista: Eddy Cue fala sobre produções para o Apple Music e o combate a notícias falsas

Anualmente, o Recode recebe diversos convidados na conferência Code Media e, neste ano, a Apple se fez representar por Eddy Cue (vice-presidente sênior de softwares e serviços para internet), Ben Silverman (produtor de “Planet of the Apps”) e Ben Winston (produtor da série “Carpool Karaoke”).

Entrevistados por Peter Kafka, os produtores falaram sobre os seus programas, enquanto Cue comentou sobre a parte que envolvia a Maçã nessas produções e alguns outros assuntos.

Code media com Eddy Cue

A conversa começou com Cue e Silverman falando sobre o primeiro reality show exclusivo do Apple Music, “Planet of the Apps” — foi no evento que a Apple divulgou o primeiro trailer do programa. Interessantemente, a ideia (concebida por Silverman, Howard Owens e will.i.am) havia sido apresentada primeiramente para diversos canais de TVs, os quais curtiram bastante. Porém, como will.i.am teria uma reunião musical com Jimmy Iovine (um dos responsáveis pelo Apple Music) e Cue, pensaram em também levar a ideia para a Maçã. Como agora sabemos, o resto é história.

A ideia é realmente interessante, mas como o entrevistador questionou, o programa não tem relação musical nenhuma para estar em uma plataforma de música. Sobre isso, o executivo da Maçã disse que “nós vemos que vídeos podem ser uma parte importante do Apple Music, um dos aspectos que o diferenciará dos demais”. Ele também citou o fato de conhecer o ótimo trabalho de Silverman desde que trouxeram “The Office” (série de TV que teve a sua versão americana produzida por ele) para o iTunes.

Planet of the Apps

Lembrando da grande compra que a Maçã fez ao adquirir a Beats, Kafka perguntou “por que a Apple simplesmente não compra um estúdio grande como a Time Warner ou a Netflix?” Cue explicou:

Estamos tentando fazer coisas únicas e culturais. […] Nós achamos que temos uma oportunidade real no espaço de TV para fazer isso com o Apple Music e os programas, e as coisas que estamos tentando fazer não estão sendo feitas por ninguém. […] Então, sim, se quiséssemos fazer o que todo mundo está fazendo, então você está certo, talvez seja melhor comprar alguém ou fazer isso.

Mas isso não é o que estamos tentando fazer. Estamos tentando fazer algo que é único, tirar proveito das nossas plataformas, o que realmente leva cultura para ela. […] Agora, nós pensamos que podemos fazer isso com parceiros como Ben e não vemos isso em nenhum outro lugar.

“Planet of the Apps”, segundo o trailer, estará disponível semanalmente, com estreia prevista para a nossa primavera (entre o fim de setembro e o fim de dezembro). Todavia, Cue afirma que já poderemos ver o primeiro episódio aparecer a partir de março ou abril. Além dos episódios disponíveis no Apple Music, um aplicativo à parte disponibilizará conteúdo extra do programa.

A conversa continuou com alguns assuntos os quais têm sido comentados bastante e que o executivo da Apple apenas fez comentários gerais e/ou se absteve, como quando Cue falou sobre o futuro do mercado televisivo, que tem mudado bastante. Kafka também perguntou se a empresa disponibilizaria mais informações de público para podcasters, mas Cue se esquivou dizendo apenas que “estamos trabalhando em novos recursos para podcasts”.

Voltando para o papo de produções para o serviço de streaming da Maçã, Winston subiu no palco para falar sobre o seu programa (“Carpool Karaoke”) e divulgar um trailer estendido dele.

Se distanciando um pouco da parte de entretenimento e aproveitando a presença do executivo da Apple, Kafka e Cue também conversaram sobre o combate da Apple em relação a noticias falsas, lembrando o recente comentário de Tim Cook sobre o assunto.

Cue, então, afirmou que as empresas de tecnologia têm uma responsabilidade especial em relação a isso, já que muitos dependem delas para receber as notícias. Apesar de admitir que não há uma maneira simples para impedir que notícias falsas sejam divulgadas/compartilhadas, a empresa está trabalhando para diminuir isso.

Queríamos que o Apple News estivesse disponível para todos [veículos], mas queríamos vetar e ter a certeza de que os provedores do Apple News são legítimos. […] Estamos muito preocupados com todos os click-baits e como isso está movimentando uma grande parte da cobertura de notícias.

A entrevista também contou com uma sessão de perguntas e respostas; você pode conferir tudo no vídeo acima.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.