Plágios de um futuro esquecido? Arte da WWDC 2017 tem semelhanças suspeitas com pôster de anos atrás, mas não é tão simples assim…


Estamos todos felizes que a Apple anunciou as datas para a sua próxima WWDC — e naturalmente muito tristes de não termos R$4.898,16 para participar em carne e osso deste célebre evento.

Entretanto, um aspecto particularmente inóspito ganhou os holofotes da imprensa tecnológica e do design hoje após a liberação da arte conceitual da próxima conferência de desenvolvedores da Apple. Dêem uma olhada:

À esquerda, temos o pôster da edição de 2010 do Festival de Málaga, evento anual de cinema realizado na cidade espanhola. À direita, a arte conceitual da WWDC 2017 que vocês certamente já devem ter analisado a fundo procurando por pistas. A semelhança é notável — para não dizer suspeita.

Obviamente, uma vez apontada a “afinidade” entre as duas artes, a internet não perdeu tempo em acusar a Apple de plágio e evidentemente começar mais uma longa discussão sobre como Cupertino não é mais capaz nem mesmo de fazer uma arte pra um evento com um grau de originalidade. Mas a história foi se desenrolando e, aparentemente, não é nada disso: a razão real para a semelhança entre os convites poderia ter saído de um filme de Christopher Nolan.

Só para acabar com o meme, o artista desta peça de 2010, Geoff McFetridge, trabalhou na campanha da WWDC 2017, da Apple.

Para entender a situação, é necessário conhecer Geoff McFetridge, artista baseado em Los Angeles, Califórnia. Ambas as artes, do Festival de Málaga e da WWDC, remetem ao seu estilo, como é possível notar nestas obras postadas em seu site oficial.

Logo após a comparação dos designs na internet, chegou a informação de que McFetridge de fato trabalhou com a Apple no desenvolvimento do convite para a conferência. Em seguida, chegou-se a dizer que ele tinha também trabalhado para o Festival de Málaga em 2010, o que explicaria toda a situação e teria feito todo mundo voltar ao trabalho. Mas… plot twist!

Não, McFetridge não teve nada a ver com o projeto espanhol; a responsável por aquele pôster foi a agência de design espanhola Barfutura, liderada pela designer Rocío Ballesteros — que nada tem a ver com o convite da Apple.

@josejacas @finnocentepro Isso é interessante — eu vi que Barfutura trabalhou nisso, mas [a arte da] WWDC é [do] Geoff com certeza.

@panzer @finnocentepro Estou conversando com alguém que conhece a artista responsável pela peça de 2010. Parece que eles foram inspirados pelo trabalho de Geoff.

¿Qué pasa, entonces? O designer da Blizzard, Jose Jacas, falou com uma pessoa próxima dos criadores da peça de 2010, que confirmou que a Barfutura se inspirou, de fato, no trabalho de McFetridge para a criação do pôster do Festival de Málaga. Ou seja, a obra de 2010 “é inspirada” na obra de 2017. Louco, né?

A Apple não comentou o caso — e provavelmente não comentará —, mas nós podemos fazê-lo à vontade logo abaixo.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: