Samsung anuncia a Bixby, “concorrente-irmã” da Siri que equipará seus dispositivos daqui pra frente


O (deveras atraente) Galaxy S8, ao que tudo indica, será oficialmente apresentado somente na semana que vem. Entretanto, seja por alguma estratégia de marketing misteriosa ou pelo fato de o dispositivo já ter vazado a torto e a direito nos quatro cantos da internet, a Samsung resolveu adiantar em uma semana a apresentação oficial daquele que deve ser o maior diferencial do seu novo carro-chefe — e um produto que certamente ditará as direções da marca sul-coreana daqui pra frente.

Estou falando, naturalmente, da Bixby, que se junta ao rol de assistentes virtuais — todas ainda femininas por padrão — onde já sentam-se confortavelmente a Assistente Google, a Alexa, a Cortana e a nossa velha conhecida Siri. Esta última, inclusive, tem um surpreendente laço de sangue com a nova filha da Samsung: a equipe criadora da Siri passou a desenvolver uma outra assistente virtual após desligar-se da Apple, eventualmente batizada de Viv. Pois a gigante sul-coreana adquiriu a Viv no ano passado e incorporou boa parte das suas tecnologias com algumas ideias próprias e outras já existentes no esquecido S Voice, gerando a nova assistente de nome estranhamente britânico.

Imagem vazada do Samsung Galaxy S8

Ainda não temos uma demonstração da Bixby no mundo real — isto só acontecerá, provavelmente, no anúncio do Galaxy S8 —, mas no papel as coisas parecem deveras promissoras. A Samsung promete uma nova assistente que triunfará sobre a concorrência por três aspectos: a completude, no sentido de que, uma vez que um aplicativo passe a oferecer suporte à Bixby, basicamente todas as suas operações poderão ser realizadas pelo usuário com a voz (em vez de algumas opções pré-definidas); o senso de contexto, significando que a assistente saberá exatamente o que o usuário está fazendo no momento antes mesmo de ele realizar sua solicitação e permitirá um fluxo de trabalho mais integrado; e, por fim, a tolerância cognitiva, que permite que a Bixby entenda comandos não-exatos ou incompletos e possibilite uma interação natural do usuário com a máquina.

É bem verdade que Apple, Amazon, Google e Microsoft já prometeram isso antes e cumpriram apenas em parte, mas joga muito a favor da Samsung o fato de que as demonstrações da Viv mostravam um produto realmente impressionante, inteligente e bem-acabado. Além disso, o entusiasmo da sul-coreana com sua nova assistente também é um sinal de que as coisas são promissoras — a animação é tamanha que o Galaxy S8 (e, possivelmente, todos os smartphones equipados com a Bixby daqui para a frente) virá com um botão físico dedicado a ela, para operações instantâneas a qualquer momento.

Ambição certamente não falta à Samsung, que, no seu texto de apresentação, afirma que a Bixby em breve equipará todos os equipamentos da sua casa, permitindo o controle doméstico total através da voz do usuário. Inegavelmente é uma ideia bastante parecida com a que a Apple tem para a Siri há alguns anos — com resultados mistos, admitidamente.

O fato é: nesta briga de irmãs, a vencedora só emergirá certamente após um longo amadurecimento das tecnologias de ambas. Quem será a Ruth e quem será a Raquel nessa história toda? Bom, isso só o tempo dirá.

[via iDownloadBlog]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: