Apple comemora o Dia das Crianças turco com três comerciais filmados por duas de 11 anos de idade [atualizado: mais um]

A campanha publicitária “Criado com iPhone” (“Shot on iPhone”) da Apple continua com tudo. Desta vez, para comemorar o Dia das Crianças turco (que coincide com o Dia da Soberania Nacional no país, em 23 de abril), ela veiculou três comerciais filmados por duas crianças de 11 anos de idade cada.

O primeiro, filmado por Eren P., brinca com um efeito de profundidade com ilusão de ótica; os outros dois, de Beliz E., usam uma combinação de tomada em macro com o recurso de câmera lenta dos iPhones.

Mais uma vez, vemos aqui a tendência da Apple em produzir cada vez mais comerciais “regionalizados”. E nós mesmos, aqui do Brasil, fomos beneficiados por isso recentemente com um belíssimo VT de Carnaval.

Bacaninhas, né? 😊

[via 9to5Mac]

Atualização, por Eduardo Marques · 21/04/2017 às 10:39

A Apple hoje publicou mais um vídeo da campanha, por Tahsin A.:

Além disso, Tim Cook também compartilhou fotos tiradas por crianças que estão estampando anúncios enormes empenas em prédios, veja só:

Estamos celebrando a Soberania Nacional e o Dia das Crianças com fotografias incríveis tiradas por jovens talentos da Turquia. #23Nisan #iPhoneileçekildi 🇹🇷

  • 199X KID

    amei as de bexigas

  • Jayme Ricardo

    Também … parece que foi feito por profissionais né !!!?

  • Bacon, o Urso!

    show de bo… **bexigas

  • Tiago Celestino

    O melhor.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.