Nova versão do Opera traz incorporados os mensageiros WhatsApp, Telegram e Messenger


Decretando o término da fase de testes do navegador, o novo Opera foi lançado hoje (10/5).

Nos últimos anos, versões web de mensageiros sociais têm se tornado cada vez mais populares. Entretanto, alternar entre guias ao responder a uma mensagem pode ser pesado e ineficiente — até agora. Com o novo navegador, o Opera permite que os mensageiros fiquem em seu navegador, sem a necessidade de instalar extensões ou aplicativos.

Quando a versão beta foi liberada, o navegador já havia incorporado o Facebook Messenger e, agora, ele traz também os principais mensageiros que conhecemos: o Telegram e o WhatsApp. A intenção é que o usuário não precise trocar de abas ou janelas sempre que precisar interagir com os mensageiros — agora, está tudo em uma barra lateral que pode ser ocultada ou fixada. Com isso, é possível também compartilhar imagens mais facilmente, apenas com um movimento de arrastar da página para o app na barra lateral.

O Opera, entretanto, não fez mágica — isto é, a equipe não modificou os apps para se adequarem ao navegador; apenas incorporou as respectivas versões web de cada um. Isso quer dizer que o WhatsApp continua não sendo um app maravilhoso no desktop, mas pode quebrar um galho.

Outros aplicativos do mesmo estilo, como Viber e WeChat, estão em processo de desenvolvimento, como afirmaram à CNET.

Com o codinome “Reborn” (algo como “Renascido”), esta nova versão traz também melhorias na aparência e em animações, tornando o navegador mais leve e elegante, novos ícones, novo tema escuro para tornar tudo mais focado no conteúdo e mais.

A nova versão do Opera pode ser baixada gratuitamente pelo site oficial, para macOS, Windows e Linux.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: