Apple inicia oficialmente a produção de iPhones SE na Índia


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
17/05/2017 às 11:34

Confirmando rumores anteriores, a Apple declarou hoje ao The Wall Street Journal que iniciou oficialmente a produção de iPhones na Índia em parceria com a fabricante Wistron.

O primeiro modelo a ser produzido localmente será o iPhone SE — ao contrário do que alegaram anteriormente, quando sugeriram que os primeiros modelos seriam os iPhones 6 e 6s; em relação a estes, ainda não há nenhuma confirmação de que serão fabricados no país, também.

A primeira remessa de aparelhos será distribuída a partir do fim de maio e aparecerá pelas prateleiras de lojas na semana seguinte — provavelmente marcados com um “Assembled in India” (“Montado na Índia”) na traseira.

Os revendedores terceirizados do país já diminuíram o valor destes aparelhos em cerca de US$70. E, já que a empresa economizará ao produzir localmente, o governo indiano acredita que o valor do aparelho poderá diminuir cerca de US$100. Ainda assim, não há nenhuma confirmação de preços; caso a Apple consiga diminuí-los, isso com certeza contribuirá para aumentar as vendas, algo que a Maçã vem querendo há bastante tempo por conta do potencial do país. Se isso acontecer e conseguirem bons números, quem sabe a Apple poderá até iniciar a produção de aparelhos mais novos por lá, como os iPhones 7/7 Plus.

Apesar de a Apple já ter diversos projetos pela Índia, essa iniciativa de fabricação no país foi uma obrigatoriedade. Isso porque, de acordo com a lei do país, uma empresa só pode abrir lojas físicas por lá caso tenha cerca de 30% das mercadorias produzidas localmente.

Até agora, a Apple produz a maioria de seus iPhones na China e, como sabemos, alguns modelos antigos também são produzidos aqui no Brasil (na Foxconn de Jundiaí, em São Paulo).

via 9to5Mac

Posts relacionados
Comentários

Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: