Imagem de destaque

Tim Cook conversa sobre acessibilidade com três YouTubers


Por
18/05/2017 às 13:23

Durante esta semana, as atenções da Apple estão voltadas ao Dia Mundial de Consciência à Acessibilidade1, comemorado hoje (18 de maio). Ontem, nós vimos diversos vídeos super-interessantes sobre como as pessoas com necessidades especiais utilizam os produtos da empresa. Agora, o próprio Tim Cook recebeu três personalidades do YouTube, na sede da Apple, para conversar especificamente sobre acessibilidade; os vídeos foram disponibilizados no canal de cada um deles.

Neste primeiro vídeo, o CEO da Apple conversou com James Rath, um jovem cineasta que nasceu com baixa visão — e que já até contou a história de como a Apple salvou a sua vida.

Quando perguntado o que a acessibilidade traz de benefício à empresa, Cook explicou que considera acessibilidade um direito humano e que jamais pensou nisso como algo que obrigatoriamente tenha um retorno financeiro; a Apple cria os seus produtos para melhorar a vida de todos, sem exceção.

No segundo vídeo, abaixo, o entrevistador é o Cozinheiro (ao menos na maior parte dele). Ele conversa com a YouTuber surda Rikki Poynter sobre a sua relação com os recursos de acessibilidade os quais ela utiliza nos dispositivos da Maçã (como as legendas).

Cook retornou aos mesmos pontos do primeiro vídeo — já que este seria publicado em um canal diferente —, enfatizando a relação da Apple com acessibilidade:

A Apple se baseia em dar às pessoas poder para criar coisas, fazer coisas que não poderiam realizar sem essas ferramentas. E nós sempre vimos a acessibilidade como um direito humano. E então, assim como os direitos humanos são para todos, queremos que nossos produtos sejam acessíveis a todos. E por isso, essa é uma crença fundamental na Apple. Nós não fazemos produtos para um determinado grupo de pessoas; fazemos produtos para todos.

Estamos convictos de que todos merecem igualdade de oportunidades e de acesso. Portanto, não olhamos para isso pensando em um retorno, no ponto de vista do investimento — já me perguntaram isso antes. A resposta é não, eu nunca olhei para isso. Nós não nos importamos com isso.

No último vídeo, Cook conversou com Tatiana Lee, uma atriz cadeirante que também utiliza produtos da Maçã. Eles conversaram sobre o novo aplicativo Clips, o Apple Watch e outras coisas relacionadas a acessibilidade.

Como de praxe, o CEO da Apple compartilhou a sua participação no canal dos YouTubers na rede social do passarinho.

Obrigado @JamesRath, @PintSzDiva e @RikkiPoynter por visitar a Apple no #GAAD! Ótimas conversas sobre a importância da acessibilidade.

Como Cook falou em uma das entrevistas, existem muitos recursos de acessibilidade que são tão úteis que todos nós usamos sem perceber que se enquadram na categoria “acessibilidade”. É sempre muito importante as empresas darem uma atenção a isso — na verdade, como ele diz, é um direito humano. E se existe algo que a Apple nunca parou de inovar e melhorar, é nesse ponto. 👏🏾

via MacRumors

Notas de rodapé

  1. Global Accessibility Awareness Day, ou GAAD.
Posts relacionados
Comentários
  • Mubarak Nunes Machado

    De fato, o que me trouxe e me mantem atrelado aos produtos da Maçã são os recursos de acessibilidade, também presentes, em parte ao menos, em outras plataformas, mas de modo bem limitado ainda. Acho caro, mas resolve.

  • Wesley

    Eu realmente acho muito bacana esse engajamento da empresa sobre acessibilidade. Só não entendo ainda como não há uma opção no Mac de aumentar o tamanho da fonte na barra de menus, lá em cima. Se há uma opção, eu realmente desconheço.

  • Priscila Klopper

    Ainda que não seja a mesma coisa, para quem precisa, tem a opção de Zoom: http://pt.wikihow.com/Dar-Zoom-em-um-Mac

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.


Carregar mais posts recentes