Pela primeira vez desde que deixou a Apple, Scott Forstall falará sobre a gênese do iPhone

Imagem de destaque


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
15/06/2017 às 19:03

A saída de Scott Forstall da Apple caiu como uma bomba no fim de outubro de 2012.

Ele trabalhava na empresa desde 1997 e foi peça fundamental para a criação do iPhone, liderando todo o seu departamento de software — começando pelo iPhone OS e, posteriormente, culminando no iOS. Ele foi eleito em 2011 o segundo executivo mais criativo pela Fast Company, em 2012 era o maior “inventor” da Apple e chegou a ser cogitado como futuro CEO da companhia.

Depois que foi demitido da Apple, Forstall praticamente sumiu do mapa — muito disso provavelmente devido a um acordo assinado com a empresa. Foi só em 2015 que ele reapareceu na mídia, ao coproduzir uma peça da Broadway. Na ocasião ele falou rápida e politicamente sobre a Apple, mas será na semana que vem que o executivo realmente trará histórias e curiosidades interessantes sobre a gênese do iPhone.

Sim, aproveitando a comemoração dos dez anos da chegada do smartphone ao mercado, Forstall topou ser entrevistado por John Markoff, ex-repórter de tecnologia do New York Times e hoje historiador do Computer History Museum de Mountain View — por sinal, uma das visitas mais bacanas que fazemos nos nossos MM Tours. 😉

iPhone original e iPhone 7 lado a lado

iPhone original ao lado de um iPhone 7.

O bate-papo ocorrerá num evento especial sobre a criação do iPhone marcado para a noite da próxima terça-feira, 20 de junho, lá no próprio CHM. Também participarão Hugo Fiennes, Nitin Ganatra e Scott Herz, ex-engenheiros da Apple que trabalharam na primeira geração do smartphone.

Se Forstall falará agora, significa que qualquer acordo de confidencialidade que ele tinha assinado com a Apple já expirou. Capaz que ele tenha muita coisa bacana para falar por lá, e nós estaremos ligados (remotamente, é claro — uma pena…) para contar tudo isso para vocês aqui no MacMagazine. Torçamos, também, que eles filmem a entrevista e disponibilizem o vídeo dela na web.

via MacRumors

Posts relacionados
Comentários
  • Tarlan Brunet

    Saudades do Slide To Unlock…
    E pensar que a Apple brigou tanto nos tribunais por essa função, pra no fim criar o “aperte 2x para digitar sua senha e desbloquear”.
    P.S. Não ignoro a simplicidade de levantar pra ativar e o Touch ID para desbloquear, mas os devices que não contam com ambos recursos, esgotam o botão (e a paciência).

  • Completamente off-topic, mas que realmente essa tecnologia criada por nós no Safari esteja presente rapidamente em todos os browsers. Acabei de pesquisar HTC Vive para comprar e todo site que entro me oferece esse produto, e o pior… até nas publicidades do Disqus, que zoeira pesada. #malditosTrackers #queroverChromeAderir

  • Cloud_edge

    Demitir o Forstall por causa dos Mapas foi um babaquice, se isso tivesse resolvido alguma coisa…

  • Será que ele adotará alguma forma de atacar a Apple ou será um Lord?
    Acredito na 2ª opção.

  • Gaius Baltar

    Os Mapas foram a desculpa. A verdade é que ninguém suportava o cara. Para usar uma metáfora futebolística, ele era um Jadson que achava que era tão bom quanto o Messi (Steve Jobs).

  • meduza

    #VoltaScott

  • Foi por causa do skeumorfismo infinito que ele queria que fosse presente no iOS até os dias de hoje !!! Além disso, o que falavam na época era que ele tinha um relacionamento ruim com a equipe. Bateu de frete com Jony Ive que passou a liderar o design também do iOS. Acho que foi no iOS 7 que o skeumorfismo deixou de ser o método de design adotado no iOS. Eu me lembro que muita gente torceu o nariz para o jeito mais chapado que foi dado aos ícones e para o sistema como um todo.

  • Cuspir no prato que comeu é muito feio. ¯_(ツ)_/¯

  • Wrecked Machines

    visualmente hj o “skeumorfismo” é muito retro, mas talvez ele daria uma nova cara, o problema que hj tudo é flat são épocas e tendências de mercado, talvez ele poderia criar um outro estilo porém acredito que devia ser um pé no saco trabalhar com esse cara pelo que o pessoal fala dele.

  • Wrecked Machines

    ainda existe esta paranoia com o botão home?

  • paulobr

    Verdade.
    A Apple perdeu a mão em suas interfaces depois da saída do Forstall. Além de ficarem bem mais pobres, a usabilidade caiu bastante.

    A sorte da Apple é que ela sempre esteve anos luz a frente da concorrência neste ponto. Dai mesmo estragando nos últimos anos ela ainda está a frente…

  • Elisio Fernandes

    reparei agora que foi a partir do ano seguinte a sua saída que o iOS passou à porcaria que é atualmente. a quantidade, e gravidade, dos bugs do iOS aumentaram imenso desde o iOS 7, que saiu um 2013… chegando agora ao 10 que é definitivamente o pior de todos, até ao momento, nao percamos a esperança de o 11 ser ainda pior *fingers crossed* lol. nem o despertador funciona direito; nem o split do teclado no iPad funciona sem crashar umas 5 vezes antes; nem o som dos alertas é consistente…

  • Reinaldo Rosa

    Na época em que atualizei meu iPad (primeira geração) para iOS 5.1, lembro que ao invés de ficar mais lento o sistema ficava ainda mais rápido..
    Em 2013 assim que foi disponibilizado o iOS 7, foi a pior merda que fiz com o meu iPhone 4s, a bateria baixava pra 1% do nada, desligava em 20%, não podia nem abrir a câmera por alguns segundos, ficou extremamente lento… Até hoje tenho esse iPhone e não teve atualização que ajudasse. E pior que não era só com meu iPhone.

    Quanto ao visual do iOS 7, já era de se esperar algo bem mal feito, cheio de bugs principalmente nos antigos dispositivos.. ($$$$$$)
    E só acho que não deveria ser tão flat assim.

  • Mattheus Lima C

    sdds do skeumorfismo do Scott…Flat design nao combina com a apple,steve jobs se revirou no caixa com o iOS 7

  • Bottu7

    Scott Forstall , está aí um cara que fez mais pelo iPhone do qualquer funcionário na atualidade. Porém como a Apple perdeu a sua essência com Cook e entrou na onda “stop hurting my feelings” o cara está fora.

  • Gustavo Zanandrea

    É verdade , mas a maioria faz isso depois de ser demitido …

  • Na queda de braço entre ele e o Ive, ele perdeu. Simples assim.

  • Gaius Baltar

    Teve mais coisa. O cara era muito arrogante, aguava como Steve Jobs, sem ser genial como o fundador. Havia a questão filosófica com Ive, claro. Mas também era uma ameaça ao comando colegiado que comanda a Apple hoje (Cook, Cue, Frederighi, Ive, Schiller), pois muitas pessoas dentro da empresa preferem uma liderança forte a uma hesitante, como a atual. Uma coisa que aprendi na vida é que raramente eventos assim são simples.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: