Performance dos novos iPads Pro frente ao novo MacBook Pro de 13″ — configurado “no talo” — impressiona


Ano a ano, a Apple se gaba bastante dos avanços que tem conquistado no desenvolvimento dos chips que equipam iPhones e iPads. E ela tem razão e todo o direito de fazer isso, porque os saltos realmente são fenomenais.

Prova disso está num comparativo feito pelo Bare Feats entre os novos iPads Pro (tanto de 10,5 quanto de 12,9 polegadas) e o novo MacBook Pro de 13″ — este configurado “no talo”, com processador Intel Core i7 de 3,5GHz (com Turbo Boost até 4GHz), 16GB de RAM LPDDR3 de 2.133MHz e 1TB de SSD. A maquininha sai por US$2.900 lá fora, o suficiente para comprar três(!) iPads Pro de 10,5″ Wi-Fi com 512GB de capacidade e ainda sobrar um trocado.

O Bare Feats também jogou no comparativo o MacBook Pro de 13″ anterior (modelo de 2016), com processador Intel Core i7 de 3,1GHz, e os dois iPads Pro anteriores (o de 9,7 polegadas tinha sido lançado em 2016; o de 12,9 polegadas, em 2015).

Mas vamos, finalmente, aos testes:

CPU no Geekbench 4

Este talvez seja o teste “mais justo” de todos, visto que estamos falando de um MacBook Pro sem GPU dedicada (e sim a Intel Iris Plus Graphics 650). O laptop ainda fica na frente dos tablets, mas não com uma margem lá tão folgada; no teste multi-core, então, os iPads encostaram legal.

Bare Feats - iPad Pro vs. MacBook Pro

Bare Feats - iPad Pro vs. MacBook Pro

Compute (Metal) no Geekbench 4

Aqui os iPads Pro já superam bem o MacBook Pro, ainda mais considerando que os ganhos dos chips da Apple na parte gráfica são bem mais significativos do que em processamento. Seria curioso, é claro, colocar nesse comparativo também um MacBook Pro de 15″ com GPU dedicada.

Bare Feats - iPad Pro vs. MacBook Pro

GFXBench Metal

Neste teste, então, os iPads Pro dão realmente um banho.

Bare Feats - iPad Pro vs. MacBook Pro

Bare Feats - iPad Pro vs. MacBook Pro

·   •   ·

Isso tudo mostra que sim, são grandes as chances de vermos a Apple adotando processadores próprios em Macs num futuro não muito distante. A Intel que se cuide…

Sem falar, é claro, que junto às novidades que o iOS 11 trará está mais do que provado que o iPad Pro tem agora total capacidade para substituir PCs/Macs para muita gente.

via Laptop Mag

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: