Apple praticamente confirma o seu serviço de streaming de vídeos com a contratação de ex-presidentes da Sony Pictures Television


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
16/06/2017 às 13:05

Sabe aquela história de a Apple estar investindo cada vez mais em conteúdo em vídeo? Pois é, nesta semana tivemos mais um indício de que a empresa está levando isso mesmo a sério.

Conforme a Apple informou, Jamie Erlicht e Zack Van Amburg, até então copresidentes da Sony Pictures Television desde 2005, foram pescados e agora são responsáveis pela programação global de vídeos da Maçã.

Eles responderão diretamente a Eddy Cue (vice-presidente sênior de serviços e softwares para internet). Na Sony, foram responsáveis por algumas das séries mais populares e aclamadas como “Better Call Saul”, “The Blacklist”, “Bloodline”, “Breaking Bad”, “The Crown”, “Damages”, “The Goldbergs”, “Justified”, “Preacher”, “Rescue Me”, “The Shield”, “Sneaky Pete” e muito mais — juntas, elas ganharam 36 Emmys e dezenas de Globos de Ouro, prêmios AFI e WGA.

Sob a liderança deles, a equipe de estúdio da séries originais mais do que triplicou. Ambos possuem ampla experiência em produção de televisão para públicos globais e criação de programação para uma ampla gama de serviços, incluindo programas para Amazon, Hulu e Netflix.

Logo da Sony Pictures Television

Eis a declaração de Cue:

Jamie e Zack são dois dos mais talentosos executivos de TV do mundo e têm sido fundamentais para a era de ouro da televisão. Temos planos interessantes para clientes e não podemos esperar por eles para trazer os seus conhecimentos para a Apple — há muito mais por vir.

Agora, a de Erlicht:

Será uma honra fazer parte da equipe da Apple. Queremos trazer ao vídeo o que a Apple tem tido tanto sucesso em seus outros serviços e produtos de consumo — qualidade incomparável.

Por fim, a de Amburg:

A Apple tem um foco implacável em deliciar clientes com os seus produtos. Vamos trazer a mesma intenção para a programação da Apple e não poderíamos estar mais entusiasmados com o que está por vir.

Ou seja, temos aqui basicamente uma confirmação de que um “Apple Video” (ou seja lá qual for o nome do serviço de streaming de vídeos da empresa se chamará) finalmente sairá do papel. Há algum tempo nós batemos na tecla de que esse tipo de conteúdo não caberia mais dentro do Apple Music. Enquanto as criações são diretamente ligadas ao ambiente musical — e de apps —, tudo “ainda se encaixa”. Mas, invariavelmente, investindo nesta área da forma que a Apple está, é preciso criar um serviço exclusivo para abrir tais conteúdos — que, obviamente, casa perfeitamente com a Apple TV.

A pergunta é: será que vai demorar muito para o serviço de streaming de vídeos ser lançado? 😜

Posts relacionados
Comentários
  • Marlon Fuhlendorf

    Espero que não. A Apple podia comprar os direitos de Sense 8 e terminar a série né?! Hahaha dinheiro ela tem!

  • Rodolfo Oliveira

    E os rumores que a Apple usaria seu caixa absurdo pra tentar comprar a Disney ? O que seria a maior aquisicao desde que a Sprint foi comprada pela SoftBank.

  • Jose Paulo

    Ai só vai funcionar em Apple tv, mac e iphone

  • Thiago Ribeiro

    Meu sonho é ter um app exclusivo para conteúdo de vídeos clipes de todas as bandas.
    O Vimeo tem seu banco de dados que eu acho fraco.
    O Youtube não tem como criar um player com foco em bandas.
    O vagalume deixa muito a desejar em tudo!

  • Wesley

    Podiam reformular aquele app Videos, que ninguém usa. Ele caberia ali, acho. Assim como fizeram ao integrar o Apple Music ao Música.

  • Adriano Mendes

    Achava que ela só iria ficar na produção de conteúdo relacionado a música e aplicativo até. Mas pelo histórico do ex-presidente da Sony, parece que vão virar concorrente do Netflix de vez.

  • Rafael Oliveira

    Apesar do aplicativo Videos ser muito utilizado por quem compra filmes na iTunes Store, nos EUA a apple substituiu ele pelo aplicativo TV. O problema é que a expansão do aplicativo para outros países ainda está lenta.

  • paulobr

    A Apple deveria concorrer com as empresas distribuidoras de TV a cabo.
    E ter os estúdios como seus fornecedores (tal como sempre foi com as gravadoras).
    E não concorrer com as produtoras de conteúdo.

  • Rumores do iDisney???

  • 199X KID

    já foi reformulado, agora ele é o app TV mas não tá disponível no Brasil ainda

  • 199X KID

    apple music funciona no android, então…

  • 199X KID

    desde sempre tem esse rumor da apple comprando a disney

  • Bruno

    No Android e no Windows (iTunes).

  • A pergunta é: será que vai demorar muito para o serviço de streaming de vídeos ser lançado?
    Do jeito que a Apple está lenta nos últimos tempos, é bem capaz de demorar.

    Mas de vez de montar um serviço de streaming de vídeo próprio, bem que eles poderiam comprar a Netflix né, que já faz tempo que saiu rumores de que a Netflix estaria à venda.

  • Victor Mohamed

    Necessário. E ainda mais com a prória série, está invadindo o espaço que tem a ver só com o Apple Music.

  • Rolavam aqueles boatos de que a apple compraria a disney…

  • Gaius Baltar

    A Netflix também tem dinheiro e poderia ter feito mais uma temporada (ou pelo menos um filme) pra terminar a história, mas o problema não é esse. O problema é que empresas não gastam dinheiro à toa, e Sense8 era muito cara para sua (pouca) audiência. Quem é fã vive em contato com outros fãs e por isso acaba por ver amplificado o clamor pela série, mas a verdade é que relativamente pouca gente via Sense8, ao contrário de House of Cards, Demolidor, Strangers Things ou 13 Reasons Why.

  • Eu lembro desse, mas a Disney eu acho mais difícil. Pelo que eu lembre esse boato veio de uma matéria que um site fez falando sobre possíveis aquisições que a Apple poderia fazer, então tinha a Disney, Netflix e outras empresas lá. Por isso eu acho mais improvável, porque a Disney estava lá numa lista junto com outros, foi especulação. Já no caso da Netflix, o boato é um pouco mais antigo, desde que a Netflix (supostamente) anunciou que estava à venda, e que Apple e Disney estariam interessadas (mas depois disso não se teve mais notícias).

  • Genivaldo OJ

    Uma Apple Flix? Seria interessante ou não. Tudo vai depender da política dura comercial da maça. Apple Music chegou tarde, qdo encontrou o Spotify. Ainda tentando crescer, só tem planos pagos.

    Seria a mesma situação um Eventual Netflix da Apple? Sua política de preço é o maior problema. Acompanharia os valores da Netflix? Talvez seria melhor mesmo ela concorrer com Google TV, a versão a cabo via streaming. Apple chegando tarde de novo.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: