Imagem de destaque

Executivo da Microsoft afirma que iPad Pro é a resposta da Apple ao Surface e que não toma a Maçã como inspiração


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
16/06/2017 às 16:24

Acho difícil que alguém, no estado atual das coisas, conteste o excelente trabalho que a Microsoft tem feito com sua linha de computadores híbridos (ou não) Surface. Essencialmente uma companhia de software, a gigante de Redmond conseguiu dar a volta por cima — em termos de imagem pública, isto é, já que em questão de dinheiro eles nunca estiveram por baixo — após anos nadando nas águas do comodismo (Apple, tome notas) com produtos que têm muito mais a ver com alumínio e vidro do que linhas de código. E, segundo um dos executivos da empresa, uma certa Maçã pode estar seguindo seus passos bem de perto.

Em entrevista ao Business Insider, o chefe da divisão do Surface na Microsoft, Ryan Gavin, afirmou que o iPad Pro é um “exemplo claro” da movimentação contrária àquela que estamos acostumados: em vez de a Microsoft seguir a Apple, neste caso, foi a empresa de Cupertino que seguiu a de Redmond numa tendência.

Pensando bem, se nós estivéssemos olhando para a Apple, não teríamos feito produtos como o Surface Pro ou o Surface Book. Nós temos estudado e aperfeiçoado nossos produtos da categoria dois-em-um por anos agora, mas quando o Surface foi lançando originalmente, todos foram céticos, inclusive eles [Apple]. Então eles nos seguiram, e o iPad Pro é um claro exemplo disso.

Gavin reforça ainda que a divisão do Surface não toma a Apple como inspiração ou referência quando cria seus produtos — no que está absolutamente certo, considerando a insistência da Maçã em ficar longe dos chamados dispositivos dois-em-um.

De fato o iPad Pro — especialmente sua nova geração, com o vindouro iOS 11 — é o substituto para um computador “completo” mais promissor já construído pela Maçã, mas, ainda assim, não vejo ele se colocando como um concorrente à mesma altura do Surface Pro, por exemplo; são propostas diferentes, públicos razoavelmente diferentes e preços diferentes. Ainda que a Apple queira nos convencer de que sua solução faz tudo o que um sistema operacional de desktop faz, penso que ainda estamos a alguns anos de vermos esta afirmativa se tornando 100% verdadeira para todos os tipos de usuário. Veremos.

·   •   ·

Ainda no assunto Microsoft: se a empresa afirma nem olhar para a Apple quando projeta seus computadores, imagino que a mesma máxima não se aplique para a sua divisão de periféricos. Digo isso porque a empresa lançou hoje um novo teclado, batizado de Modern Keyboard e, bom… é bem verdade que é impossível inovar muito no design de um teclado (ou não… de novo), mas esta nova criação da Big M é quase uma amálgama do novo Magic Keyboard com teclado numérico com o antigo teclado numérico da Maçã:

Da superfície em alumínio à base superior semicilíndrica, é fácil para um desavisado confundir o novo teclado da Microsoft com uma criação da Apple — não que Cupertino tenha propriedade sobre estes elementos de design, mas inegavelmente é uma linguagem muito característica deles.

Um recurso, entretanto, sobressai-se neste novo Modern Keyboard: um leitor de impressões digitais integrado a uma nova tecla posicionada entre os botões Alt e Ctrl. O sensor funciona para identificação no Windows Hello e ainda para autenticação em sites compatíveis com a tecnologia. Ainda não é possível saber, entretanto, se o periférico carrega as mesmas camadas de segurança, por exemplo, do Touch ID integrado à Touch Bar dos novos MacBooks Pro — que apresenta até mesmo um chip específico, integrado à placa lógica, o qual garante a privacidade das informações biométricos do usuário.

O Modern Keyboard funciona via Bluetooth 4.0 ou por meio de um cabo, que também serve para recarregá-lo e realizar automaticamente o emprelhamento com o computador no momento da conexão. Ele é compatível com o Windows 8 e 10, Android e macOS, embora o leitor biométrico funcione apenas com Windows. O periférico custa US$130 (~R$430) e estará disponível para compra “em breve” — bem como um novo Modern Mouse, também em alumínio, que custa US$50 (~R$160) mas não é compatível com o macOS.

via Cult of Mac, Engadget

Posts relacionados
Comentários
  • Victor Hugo M Neves

    Microsoft começou a passar na frente acho q a apple n acompanha mais

  • Sempre gostei dos artigos do Bruno, até mesmo quando alguns haters criticavam os textos dele. E novamente fez um excelente artigo que nos faz pensar sobre o trabalho de duas importantes empresas, no quesito… quem esta correndo atras de quem, para oferecer um produto melhor e inovador.

    Apple e Microsoft estão buscando inovações uma na outra. iPad Pro é quase um computador completo, Surface é um PC num Tablet.. Assim como a Microsoft criou seu novo teclado inspirado nos da Apple.

    Só digo que nesta guerra, o consumidor vai ganhar a cada ano, mais inovação por parte destas empresas.

  • Não existe restrição de competência, know how ou recursos (financeiros e humanos) para a Apple. É uma questão de estratégia mesmo.

    E, como não imagino que uma empresa não conheça o que se passa no mercado, a Apple tem que confiar muito na sua estratégia. Até o momento que capitular e/ ou perceber que está perdendo/ perdeu o trem.

  • Olddark

    Gente… sou usuário do Mac desde 2009, agora dizer que o iPad Pro que comprei com smartkeyboard e tentei por uns 4 meses substitui um computador… sinceramente… não dá não. Não tentem perdi grana e comprei um MacBook de 12

  • Daan de Oliveira

    De fato, é incrível o trabalho que a Microsoft fez com o Surface. Por mais que a UX do Surface com o Windows 8 foi ruim, o Windows 10 conseguiu aprimorar o 2 em 1, de modo que é fácil largar um desktop/notebook pra trabalhar com ele. Por outro lado, a Apple tem procurado inovar bastante no quesito de tablets, mesmo vendo que esse não é o nicho mais importante da empresa.

    Agora resta saber o que serão dos iPads no futuro, quando rolar uma compatibilidade do MacOS com o iPad.

  • Thiago Ribeiro

    Estou com um ipad pro 12,9 menos de 1 mes e te digo que ajuda muito, muito mesmo. Já quase consigo tirar o notebook da cabeça, mas as vezes eu ainda sinto aquela falta no Note, talvez por não ter o mouse, talvez por olhar pra um word diferente…. sei lá!! Talvez com esse IOS 11 traga mais personalidade pra ele e deixa ele menos um iphone metido a gigante e mais próximo de um note.

  • Thiago Ribeiro

    Torço para que a apple realmente veja no Ipad pro um nicho para investir pesado com melhorias que tragam ele mais pra perto de um notebook sem claro deixar a questão portátil, e não somente um item pra responder a concorrência.
    Esse IOS 11 parece já ser um passo, mas vamos ver os próximos capitúlos. kkkkk

  • Daan de Oliveira

    Eu tenho um iPad 2 e acabo em alguns momentos usando ele como “monitor extra”…Acho que no teu caso, com um iPad de 12,9, deve ser bem custoso trabalhar sem um cursor pra agilizar a vida. Vamos ver o que o iOS 11 reserva para vocês! 🙂

  • Thiago Ribeiro

    Fala Daan!! Blz ! Sim, talvez esse detalhe que ainda me faz lembrar do note. Claro, o meu uso é word, excel, vídeos, confesso uns joguinhos mas o foco da compra foi o estudo. Consigo agora me organizar muito melhor com cadernos virtuais e a stylus é sinistra, leva 1 dia ou 2 pra acostumar mas depois vai que vai.
    Eu uso muito ele com materia da Facul divido de um lado e o Goodnotes do outro. Eu faço licenciatura em matemática então imagina como gasto folhas

  • Percevejo voltou

    Se for pra estudo até vai!
    Um iPad… uma caneta e uma inspiração nos Deus!

  • Thiago Ribeiro

    Cara eu tô fazendo isso. Depende do uso, pra estudo tá me ajudando muito e substituí o MB. Claro que têm coisas que não rola, mas usando o Smart e a Stylus tô indo de boa. Uso word, excel… e goodnotes

  • Percevejo voltou

    A Apple Pencil pelo menos é mais precisa que qualquer outro tablet.

  • Percevejo voltou

    Um iPad Pro é uma inspiração com a caneta. iPad Pro com Apple Pencil é basicamente isso.
    Pra estudo eu prefiro ele que qualquer notebook.
    Não tem auquele livro caríssimo da faculdade….
    Pega emprestado com uma amiga e scaneia tudo em pouco tempo e já faz todas suas anotações que precisar.

    É muito bom. Com iOS 11 vai melhor ainda mais.

    Só os programas que deveriam ter mais opções pra iOS.

  • Percevejo voltou

    O meu é um de 9.7 mas com esse de 10.5 ficaria melhor. Ficaria menos apertado. O de 12.9 não vejo mobilidade com ele. Ler jornais e revistas. Leitura de livros… anotações e trabalhos com ele não rola muito não.
    Ele é muito grande.
    Ele é mais pra quem trabalha com design e deixa no escritório. Andar com ele pra cima e pra baixo não acho confortável.
    Pretendo pegar esse de 10.5 que a experiência com a caneta tá melhor ainda.

    Só que tá osso de vender esse de 9.7…

  •  Rodrigo – Bodi

    Concordo, não da para substituir agora… mas estou torcendo e muito para o ios 11 mudar minha opinião.

  • Thiago Ribeiro

    Cara a única coisa que desanima são empresas como a Amazon que não atualiza o app Kindle pra trabalhar com tela dividia. Isso que mata!! O ipad pro tá ai um bom tempo, já está na hora.

  • Thiago Ribeiro

    Eu tinha essa duvida tbm. Concordo realmente o tamanho dele não ajuda muito. A minha escolha acabou se baseando no fato da divisão de tela. Tipo, escrever na metade da tela de um 9,7 (quando digo escrever é quase que tudo cálculo) não é lá muito produtivo. Sério, levei 2 meses pesquisando e testando até comprar!! Pelo conforto com certeza preferia o 9,7 mas pela forma como vou usar não. A intenção é parar de andar com cadernos e livros, então o fato de dividir a tela e continuar tendo um tela grande pra ler e escrever, pesou.

  • Thiago Ribeiro
  • João Almeida

    Imagina se se inspirasse kkkkkk

  • Mavericks

    Acho que o iOS 11 não irá mudar sua opinião, mas tudo tem um começo e ao que me parece, esse é o começo na direção certa da Apple evoluindo o iPad OS separado do iPhone.

  • Acho que a nova caneta da Microsoft ta melhor que o Apple Pencil.

  • Paul

    Como foi a MS que iniciou esse nicho(no começo ninguém acreditou), difícil acompanhar, até msm pra Apple agora. Onde claramente o iPad Pro não “concorre” com os Surfaces, visto que um se encaixa perfeitamente ao mercado corporativo e produtivo(Surfaces), já o outro nem tanto(iPad Pro).
    A diferença de funcionalidades entre ambos chega a ser ridícula pro lado do iPad Pro.

  • MagicCarpetDriver

    a Microsoft imitando a Apple nos precos dos perifericos… 😛

  • Davi

    vários pessoas que trabalham com isso já falaram que o apple pencil é melhor, ainda mais com o iPad Pro de 2ª geração.

  • Jaime Camargos

    Bela matéria Bruno. Brilhante como sempre, equilibrada e sensata.

  • Bruno Santana

    Obrigado! 🙂

  • De fato todos os usuários de ambas as marcas se beneficiarão. Agora, a Apple perdeu uma grande oportunidade de lançar um Magic Keyboard com Touch ID, com o lançamento dos novos iMacs.

  • rjlgarcia

    Engraçado é que está vantagem que a Microsoft diz ter anos luz e o suporte a mouse e usb-otg. Coisa que a Apple não coloca por teimosia. Para o iPad Pro colocar a sugáveis no chinelo só precisa destas duas coisas e trocar o Lightning pelo tunderboat 3 USB 3.1 com suporte a host e DisplayPort alternative mode

  • Lucas Reis

    O novo Modern Mouse, em quesito de Design é uma piada

  • Pepe Fraccini

    ai que tu se engana 😛 vai usar uma Intuos Pro com a Pro Pen 2 e ai vc testa o Apple Pencil de novo 🙂 em questão de pen tablet, nenhuma empresa bate a Wacom, seja apple, seja Microsoft ou seja Samsung. 🙂

  • Pepe Fraccini

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ata, blz então 🙂 essa é a sua opinião 🙂 e não a Intuos Pro não serve só pra rabiscar, serve pra fazer isso tudo que vc falou 🙂 não tenho Affinity Pro, mas tenho Photoshop… não tenho iMovie, mas tenho Premiere Pro 🙂 uso pra modelagem 3D, seja de objetos, seja de cenário, seja de pessoas 🙂 vc faz isso no iPad Pro? thats what i thought! e aliás, e ja usou uma Pro Pen 2 com o corpo de borracha? desculpa, mas quem escorrega na mão é o Apple pencil. E pra quem eu ligo se da problema? Pra Wacom aqui no Brasil, afinal o meu produto que adquiri fora do Brasil tem garantia de 2 ANOS aqui sem pagar extra por isso, e tem um atendimento tão bom quanto o da Apple 🙂

    enfim, vá se tratar pq o negócio ai ta bem complicado.

  • Percevejo voltou

    Affinity Photo é muito melhor que Photoshop….

    Tu é um fanboizinho da vacum… uacum… cacum… que entra aqui pra querer tumultuar…

    Estou falando de Apple…
    Tem muita coisa pra vir por aí no IPad Pro…
    Vai que eles lançam um novo SO que roda todos os programas que se acha no ruindows e aqui cala tua boca!

    Quer que eu falo pra Apple comprar essa Vacum… Uacum…. Tacum…Cacum aí pra acabar com essa tua fanboizisse de vez!?

    Só precisam mudar o nome e fazer uma Pencil mais estilosa que essa aí que tem aparência de frágil.
    Ela compra a Mont Blanc se for o caso também.

    Quanto ao tablete de plástico ela não vai querer continuar com esse troço não.

    Ai…. Ai… o cara quer comparar Wacom com a Apple e Microsoft…

  • frederico

    Tambem nessa usando cada vez mais o ipad pro de 9,7. Leio e escrevo muito então o ipad é perfeito, e com ios 11 vai ficar melhor ainda. Jamais usuária um surface (muito pesado para leitura). O meu macbock de 13 com touch bar estou usando cada vez menos, apesar de também ser bem portátil. Acho que o ipad está em uma posição ímpar. Certeza vou comprar o de 10,5.

  • Thiago Ribeiro

    Eu cheguei a testar o Surface numa loja no Paraguai. Sei lá não passou aquela confiança que conquista o usuário. Nada contra diretamente, mas não me encontou. Eu tenho um MB mid 2012, que a cada dia uso menos tbm. Ele acaba ficando mais pra coisas específicas, tipo Photoshop e tals, o primeiro a patroa uso bastante e nele roda liao.

  • Paul

    ”Affinity Photo é muito melhor que Photoshop…”
    Deve ser por isso que a indústria usa como padrão esse Affinity(aliás, deixou de ser exclusivo para macOS) que é uma cópia do Photoshop. Apesar de ser muito bom, ñ é melhor que o Photoshop.

    ”Tem muita coisa pra vir por aí no IPad Pro…
    Vai que eles lançam um novo SO que roda todos os programas que se acha no ruindows e aqui cala tua boca!…”
    Q coisa? Enquanto ñ rodar macOS, ñ vai rodar os programas que se encontra no Windows.

  • Pepe Fraccini

    só esse “vai que eles lançam um novo SO” ja faz seu argumento ficar totalmente invalido 😛 enfim, vive ai no seu mundinho onde vc jura por Deus que Affinity eh melhor que o PS. Ah, aproveita e liga pro Tim Cook e manda ele comprar a Wacom, a Mont Blanc, a Bugatti, a Azimut Yachts tbm 😀 quem sabe ele não atende ao seu pedido.

  • Pepe Fraccini

    só esse “vai que eles lançam um novo SO” ja faz seu argumento ficar totalmente invalido 😛 enfim, vive ai no seu mundinho onde vc jura por Deus que Affinity eh melhor que o PS. Ah, aproveita e liga pro Tim Cook e manda ele comprar a Wacom, a Mont Blanc, a Bugatti, a Azimut Yachts tbm 😀 quem sabe ele não atende ao seu pedido.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.


Carregar mais posts recentes