Pesquisa mostra os principais fatores da resistência de desenvolvedores à Mac App Store


Uma das galinhas de ovos de ouro da Apple, a App Store (do iOS), foi lançada em 2008. Ela fez tanto sucesso que impulsionou a Maçã a lançá-la também para Macs. Assim, em 2011, foi oficialmente lançada a Mac App Store (MAS).

As lojas de aplicativos sempre são bastante seguras — já que há uma curadoria bastante rigorosa — e facilitam tanto a distribuição quanto a divulgação dos apps. No iOS, é compreensível que a adoção tenha sido massiva, já que não é possível (sem truques) instalar apps distribuídos de outra forma. Já na MAS, o cenário é outro. Por possibilitar a instalação de aplicativos mesmo fora da loja — e provavelmente por alguns outros motivos que os desenvolvedores bem sabem —, a loja do Mac não é tão badalada assim.

Em uma pesquisa realizada pelo Setapp — sim, aquele serviço de assinatura de aplicativos —, foram coletados dados de mais de 700 desenvolvedores tanto no ano passado quanto neste ano, a fim de criar um comparativo e, a partir dele, ser possível chegar a algumas conclusões em relação à MAS.

Mac App Store 2017

Em termos de distribuição, a pesquisa mostrou que a maioria dos desenvolvedores (42% em 2016 e 47% em 2017) prefere disponibilizar seus softwares tanto na MAS quanto fora dela. Aqueles que disponibilizam somente fora da loja representaram 35% em 2016 e 30% em 2017; mantendo um único (e pior) resultado, os desenvolvedores que distribuem os apps apenas pela MAS representaram 23% nos dois anos.

É claro que, ainda que haja alguns benefícios em distribuir os softwares pela MAS, os desenvolvedores lucram mais quando disponibilizam fora da loja, já que não precisam pagar os 30% para a Apple. Por isso, em relação à renda, cerca de 44% vem da MAS (48% no ano passado), enquanto 56% (52% em 2016) vem de fora da loja.

Outro quesito analisado na pesquisa foi a possibilidade de recomendação da MAS como principal canal de distribuição de apps e, peculiarmente, os resultados mostraram um favorecimento à loja.

Ainda que disponibilizar o app fora da loja pareça ser uma vantagem — financeiramente falando —, a satisfação desse método não é tão grande. Na escala de 100 (todos recomendam) a -100 (ninguém recomenda), a distribuição somente via MAS obteve -34 neste ano (uma queda dos -23 de 2016), sendo recomendado por 18% dos desenvolvedores. Já a distribuição somente fora da loja ficou com -97 (0% de recomendações) e os que distribuíam em ambos teve -48 (aumento dos -54 do ano passado).

Em uma pergunta mais direta para todos os desenvolvedores, foi questionado se o “conforto” que a MAS traz vale a pena pelos 30% cobrados. O resultado foi 69% dizendo que não vale a pena, o que mostra que a resistência continua aumentando, já que no ano passado eram 62% dos desenvolvedores.

Apesar disso, não é somente o dinheiro que segura os desenvolvedores de optar somente pela loja de apps do macOS. Outros quesitos foram identificados e mostraram que são verdadeiros incômodos para quem quer distribuir seus apps por lá: falta de análise dos dados, sandboxing, período de testes, pacotes de apps (bundles), responder às avaliações, entre outros. Em pelo menos um ponto — o último — os desenvolvedores podem comemorar, já que essa é uma das melhorias do iOS 10.3 e do macOS Sierra 10.12.4.

Problemas da Mac App Store 2017

A Apple preza por segurança nas suas lojas, principalmente para beneficiar os seus usuários. Entretanto, ao permitir apenas que os aplicativos da loja acessem recursos do sistema e dados que os usuários realmente precisam, é algo que incomoda os desenvolvedores (71% de insatisfação) que precisariam de mais do que isso para utilizar o sandboxing.

De acordo com a avaliação de “excelente” a “terrível” dos desenvolvedores, a Apple precisa ainda melhorar em diversos outros quesitos como o tempo de aprovação dos apps, a comunicação com a equipe de aprovação e a clareza quanto aos pontos que levaram um determinado app a ser rejeitado. De modo geral, todo o processo recebeu razoáveis 20% em “muito bom”.

O modelo de assinatura, recentemente implementado, foi algo que os desenvolvedores curtiram. Cerca de 48% afirmaram que essa melhoria trouxe impactos positivos e 80% dos que experimentaram recomendariam essa maneira de distribuição.

Além de todos esses dados, a pesquisa mostrou basicamente que 76% dos desenvolvedores de softwares para macOS ainda não experimentaram distribuí-los pela MAS. Quando questionados sobre a razão para tal, 66% afirmaram que seria pela longa e “incerta” maneira de aprovação dos aplicativos; outros 59% disseram que o motivo eram os 30% exigidos pela Maçã.

Ainda que a Apple possa ter seus olhos muito mais voltados para os iGadgets, o macOS ainda tem bastante potencial para ser explorado em termos de lojas de aplicativos. Esperamos que a empresa não demore para aprimorar a Mac App Store a fim de que ela seja vantajosa tanto para usuários quanto para desenvolvedores.

via Cult of Mac

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: