Às vésperas da chegada da Apple, Amazon toma a liderança da Sonos no mercado de alto-falantes sem fio


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
19/06/2017 às 18:28

Já se vão mais de dois anos desde a última vez em que a Apple desembarcou em território totalmente desconhecido, com a chegada do Apple Watch aos pulsos de consumidores ao redor do mundo. Agora, a Maçã faz seus preparativos finais para realizar um novo movimento neste sentido com o HomePod, que marcará a sua estreia no mercado de alto-falantes sem fio.

Por outro lado, assim como a Apple não inventou os relógios inteligentes, ela também não criou as famigeradas caixinhas de som conectadas — este é um mercado já relativamente consolidado e que já tem as suas principais jogadoras, idiossincrasias e dinâmicas próprias. A Maçã tem que conhecer tudo isso a fundo antes de entrar nele caso queira ter alguma chance de conquistá-lo.

Dito isso, este estudo recém-publicado da Strategy Analytics é uma boa forma de analisar como vai o mercado dos alto-falantes sem fio. De acordo com a firma de análise econômica, o segmento cresceu 62% ao longo de 2016, com 14 milhões de unidades vendidas no mundo. E a grande responsável pelo salto foi, adivinhem, a Amazon — de acordo com o relatório, os alto-falantes Echo representaram 77% do aumento da demanda.

Relatório da Strategy Analytics acerca do mercado de alto-falantes WiFi

Com isso, a gigante do varejo saltou para a liderança do mercado, interrompendo um longo reinado da Sonos — que, ainda em 2014, detinha mais da metade do segmento de alto-falantes conectados. Em 2016, foram aproximadamente 5 milhões de dispositivos Amazon Echo despachados contra cerca de 4 milhões de aparelhos da Sonos. É bom notar que o levantamento leva em conta, indistintamente, tanto dispositivos inteligentes, como o Echo ou o Google Home, e alto-falantes sem fio tradicionais, como as soluções da Sonos, da Bose ou da Harman Kardon.

Acerca do HomePod, a Strategy Analytics afirma que o vindouro dispositivo da Maçã competirá mais diretamente com os aparelhos da Sonos do que com as soluções da Amazon e do Google — apesar de o produto da Apple ter a integração com a Siri e com o ecossistema do iCloud como parte importante da sua fundação, o objetivo número um do HomePod ainda é entregar máxima qualidade sonora e uma boa experiência auditiva, posicionando-o numa categoria mais próxima às dos alto-falantes dedicados a música.

Vamos voltar a este assunto daqui a um ano para ver como as coisas estarão por lá.

via 9to5Mac

Posts relacionados
Comentários
  • Esse gráfico feito no modo automático no Excel e com Calibri me dá medo haha

  • 199X KID

    socorro kkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Bruno

    “Vamos voltar a este assunto daqui a um ano para ver como as coisas estarão por lá”

    Apple liderando em mais um mercado?

  • Vinicius Cidreira

    A qualidade do som da Sonos é muito boa.
    O streaming direto da nuvem também funciona que é uma maravilha… aguardo ansioso pra ver se a Apple vai superar isso e me fazer trocar minha Play5 por um HomePod

  • Paulo Magrani

    Em 2018 o relatório será HomePod e AirPods faturam sozinhos mais do que toda indústria de autofalantes sem fio!!!
    … apesar de não venderem mais unidades do que a concorrência…

  •  lover

    Com a base de usuários  creio que não seja difícil obter uma fatia do mercado considerável. 350 dólares não é caro, um americano classe média compra tranquilo. Mas acredito que no brasil chegue por 3499. Esse custo brasil me faz pensar se vale a pena comprar.

  • Leonardo Negrisoli

    Vai custar isso mesmo? Não me recordo pq nessa hora não estava prestando muito a atenção na Keynote…
    Um produto de US$350 pode até ser tranquilo para um americano comprar, mas não que eles irão achar tranquilo. A gente, com cabeça de Brasil imagina que eles achem tudo que vende aqui barato, mas depois de um tempo da pra ver que não é bem assim.
    Eles acham um produto “caro” o Amazon Echo que custa US$179, para vc ter uma noção.
    O HomePod vai ser um produto pra Apple Lovers mesmo, eu imagino

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: