Aceleradora de Apps da Apple na Índia aconselha desenvolvedores a focarem no mercado local

Imagem de destaque


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
14/07/2017 às 15:25

Depois de quase quatro meses desde que a Aceleradora de Apps foi inaugurada em Bangalore, na Índia, alguns dos desenvolvedores que participaram da iniciativa contaram sobre suas experiências ao site indiano Gadgets 360.

A Aceleradora ajuda os desenvolvedores a aperfeiçoarem o design, a qualidade e a performance de seus aplicativos para iOS, tvOS, watchOS e macOS, além de apresentar novas APIs como o SiriKit, mais recentemente. As sessões têm de duas a quatro horas de duração e, semanalmente, os participantes recebem a visita de profissionais da Apple para que possam dar feedbacks.

A experiência na Aceleradora de Apps foi muito boa, a Apple realmente quer que os desenvolvedores indianos façam parte do mercado global. Estamos felizes que a ela esteja fazendo isso.

Alvin Varghese, fundador da Comunidade de Desenvolvedores de Swift na Índia.

Durante a conversa, um dos desenvolvedores afirmou que, sem a Aceleradora, eles levam normalmente dois anos para conseguirem se integrar aos novos frameworks; isto é, antes de tentar implementar, eles precisam esperar que as pessoas façam a atualização do iOS.

Além disso, alguns conselhos parecem ter impactado bastante os participantes. Eles contaram que os especialistas incentivaram os desenvolvedores a focarem primeiramente no mercado local, estarem sempre atualizados e “mimarem” na excelência. Mayur, um desenvolvedor de Delhi, contou o que ouviu da Apple:

O que funciona nos EUA ou em outro lugar pode não funcionar aqui. Não copie nenhum aplicativo. Tente pensar em seu próprio projeto e nas necessidades de seus usuários. Você pode estudar outros apps, mas seja original.

Esse tipo de investimento da Apple em cima dos desenvolvedores é uma jogada de mestre. Isto é, ao conseguir ajudá-los a rapidamente se adaptar aos frameworks da empresa e a implementar melhorias, certamente a Maçã conseguirá atrair um público muito maior de novos empreendedores e também usuários para seus produtos, o que acaba sendo vantajoso para os dois lados.

A “oferta” é bastante atraente. Basicamente, qualquer pessoa acima de 13 anos de idade pode se inscrever para participar *gratuitamente* do programa, desde que consiga uma das 500 vagas disponíveis por semana (é necessário criar uma conta de desenvolvedor).

A Apple vem se interessando bastante pela Índia e, como temos acompanhado ultimamente, investindo muito no país. Com mais esse programa, a Maçã proporciona vantagem aos indianos e acaba conseguindo, é claro, trazer um país inteiro mais para perto de si.

via AppleInsider

Posts relacionados
Comentários
  • Luiz Rodrigo

    O Brasil mais um vez não se mostra atraente para esses tipos de investimentos, investimentos no capital humano. Infelizmente!

  •  lover

    A india é um grande polo com mais de um bi de habitantes, por menos que pareça ela exporta desenvolvedores muito talentosos. Já aqui no brasil nem o governo se interessa em buscar investimentos de impressas no setor de tecnologia, com certeza ela nem cogita trazer uma aceleradora pra cá. Uma pena que aqui seja tudo tão difícil.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: