Desenvolvedores chineses fazem queixa contra a Apple, alegando comportamento monopolístico


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
10/08/2017 às 15:49

Existem muitas estratégias e um certo cuidado por trás das manobras realizadas pela Apple para conquistar o mercado chinês. Todavia, há ainda muita insatisfação, principalmente por parte dos desenvolvedores. Na verdade, pelo menos 28 deles acusaram a Apple de monopólio, conforme contou o Wall Street Journal1.

Os desenvolvedores teriam feito uma queixa formal a dois órgãos governamentais da China, a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma2 e a Administração Estatal para Indústria e Comércio3.

A queixa acusa a Apple de se engajar em um comportamento monopolístico, […] cobrando taxas excessivas para compras no aplicativo. A queixa também alega que a Apple não fornece detalhes sobre por que os aplicativos são removidos e coloca os desenvolvedores locais em desvantagem ao não responder às consultas em chinês.

O advogado Lin Wei disse que sua firma Dare & Sure Law conversou com diferentes empresas e recebeu respostas “muito fortes” de cada uma, todas relacionadas a possíveis violações com os processos de localização da App Store. E, se a Maçã enfrentar problemas no país, sua reputação (e negócios) por lá pode piorar.

Esta reclamação de “falta de transparência” na aprovação ou rejeição de um aplicativo é algo que tem deixado desenvolvedores insatisfeitos por todo o mundo. Em resposta, a Apple contou ao WSJ que as diretrizes da App Store são aplicadas de forma igual em todos os países, e que os desenvolvedores podem solicitar uma revisão se não concordarem com uma decisão.

O mercado chinês é bastante importante para a Apple e, já que um movimento deste tipo foi iniciado por lá, mesmo que tenha utilizado as suas diretrizes como resposta, eu não duvido que ela possa modificar algo na operação da loja a fim de que isso não chegue a prejudicá-la — pelo menos no país.

Também é bom lembrarmos que toda a comunidade de desenvolvedores é imprescindível para a Maçã, já que o lucro obtido diretamente da App Store é bastante considerável.

Portanto, como eu sempre digo, esse tipo de ação talvez seja necessário para fazer com que a empresa promova algumas mudanças para beneficiar o seu público.

via 9to5Mac

Notas de rodapé

  1. Matéria fechada para assinantes.
  2. National Development and Reform Commission.
  3. State Administration for Industry & Commerce.
Posts relacionados
Comentários
  • Filipi

    Meio obvio que o iPhone tem um monopólio sobre softwares, é um sistema fechado. E muitos usuários o escolhem justamente por isso. Mesmo com o sistema da apple, ainda passa apps maliciosos e até mesmo copias descaradas, principalmente da china, que chegam a usar o nome e a imagem do app semelhante por pura má fé, ou propriedades intelectuais, como do mario por exemplo. Quer infestar uma loja de tranqueira, vai pro google play, mas até la tem controle.

  • Carlos Frederico

    Meu comentário não vai ser imparcial, é impossível: os chineses são ruins em programação e interface. Não é zoeira nem exagero: se eu vou baixar um jogo ou aplicativo que eu veja que o nome do desenvolvedor tem um “ao” no final, ou começa com um shen, etc.. é batata: 99% das vezes eu executo o app, aperto o botão home depois de 1 minuto e apago o app.

    Mas esse meu preconceito (preconceito nunca é bom e temos ótimos programadores chineses, senão eles não seriam uma potência em pesquisa também) não vem somente desse fato mencionado pela matéria: como entusiasta, jogador e desenvolvedor por passatempo, sempre vi como a qualidade técnica dos jogos asiáticos, em especial os chineses e coreanos, é péssima. Jogos onlines então, eles só projetam um tipo de ambiente, com um netcode precário e utópico.

    E em termos de interface então? Meu deus… é uma falta de bom senso imensa. Quando você pega uma desenvolvedora chinesa séria e compara com uma alemã ou norte-americana, a diferença de qualidade técnica é gritante em todos os campos: interface, coding, etc.

    Não sei mesmo o que acontece com esses asiáticos… os japoneses são exceções nos jogos, principalmente quando no que diz a respeito da Nintendo: eles detonam em todos os campos. Mas o resto, sai pra lá!

    Fica aí o meu pequeno desabafo… adorava o MMORPG Ragnarok e a Gravity (desenvolvedora coreana) me fez o favor de continuar o desenvolvimento meia-boca de sempre.

    Por isso nessa situação toda fico do lado da Apple: até imagino a cena: o que esse cara tava pensando em fazer essa interface? Aliás, acho ela até boazinha, pois todo app de desenvolvedor chinês quase nunca tem uma interface adequada! Parece zoeira… caramba!

  • Carlos Frederico

    Então @disqus_oE68PuoZ8C:disqus , infelizmente esse sonho está meio equivocado… não se ofenda: eu também queria que fosse assim. Mas não vai ser porque infelizmente a China provê algo que quase lugar nenhum provê: mão-de-obra qualificada a um custo ridículo. A América como um todo não oferece isso, nem deve! Ou é barato e ruim, ou é caro e bom. A China, por ter um governo que conseguiu moldar uma sociedade onde se permite que isso aconteça, consegue ter os dois: barato e bom.

    Por isso o dia que a China deixar de ser um provedor vantajoso, nós veremos mudanças globais bem drásticas, sejam elas para o bem ou para o mal… mas é até ridículo dizer “bem ou mal”, pois essa é uma concepção moral e humana. Na economia nada disso vale.

    E piora: se ela tiver que arcar com o modo “caro e bom”, o que certamente será, ela aumentará o preço final de cada unidade e impactará para o consumidor final, como sempre.

  • Então, não sou tão ingênuo. Foi só uma piada mesmo, mas foi ótimo ler um comentário mais detalhado.

  • Hades666

    Bem que os Chineses fazem. Se quer ganhar dinheiro as minhas custas, tem que jogar conforme as minhas regras. O Brasil poderia aprender com eles……

  • Carlos Frederico

    Hhahuahuuheahuae…. rapaz, pior que eu achei que pudesse ser uma piada, mas há tantas pessoas que realmente são ingênuas (não é nem questão de ofender mesmo, é inocência e desinformação) que você sente aquela vontade de informar as pessoas diante da dura e crua realidade.
    Estamos na revolução da informação (a anterior foi da indústria)… a próxima deverá mudar radicalmente nossa vida: revolução material, creio eu.

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: