Eis os motivos de não estarmos vendo diversos acessórios para iPad Pro utilizando o Smart Connector


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
12/08/2017 às 14:38

Quem tem um iPad Pro deve olhar para o Smart Connector e se perguntar: por que algo tão bacana não vingou? Se você não tem o tablet profissional da Maçã e não faz ideia do que eu estou falando, explico: tratam-se de três bolinhas que ficam localizadas na lateral esquerda do tablet (quando estamos olhando para ele em pé, no modo retrato) capazes de transferir dados e energia entre o iPad Pro e algum acessório compatível. Isso sem precisar emparelhar por Bluetooth ou qualquer coisa do gênero — é só encostar o acessório ali e tudo passa a funcionar.

Smart Keyboard para iPads Pro, da Apple

Por razões obvias, o acessório mais famoso a utilizar o Smart Connector é o Smart Keyboard, o teclado da própria Apple. Quando a Apple lançou a tecnologia paralelamente ao primeiro iPad Pro de 12,9 polegadas, porém, imaginou-se que pouco tempo depois diversas fabricantes embarcariam nessa e lançariam um mar de acessórios. Ledo engano: até hoje, temos apenas alguns poucos acessórios da Logitech que fazem uso do Smart Connector, como a case/o teclado CREATE.

No próprio review da CREATE, nós comentamos o seguinte: “Aliás, é curioso como até hoje existem tão poucos produtos compatíveis com o Smart Connector no mercado; a Logi realmente conseguiu um acordo especial para seus acessórios destinados a iPads Pro.”

Nesta semana, a Fast Company conversou com algumas fabricantes de acessórios do mundo Apple e parece ter solucionado o mistério do Smart Connector.

Uma delas (que preferiu se manter anônima) citou um tempo de espera bem alto e custos elevados para os componentes do Smart Connector. “Para um negócio como o nosso, temos que ter um ciclo de desenvolvimento de produtos muito rápido. Quando você tem um tempo longo de espera de componente, que é perto de seis meses, isso não é sustentável.”

Já a Incipio informou que, como tanto a própria Apple quanto a Logitech possuem as suas cases/teclados, eles estão avaliando o apetite do mercado por outro teclado para iPad, identificando se há alguma lacuna que possam preencher. A grosso modo, estão lutando para se diferenciar e lançar algo bacana em vez de simplesmente correr para lançar algo igual ao que já existe.

Eles [Apple] são muito cautelosos com o que eles fazem, e eles querem ter certeza de que estão corretos. Uma coisa é desenvolver algo personalizado com um parceiro [a Logitech], outra coisa é desenvolver para uma plataforma, para que outros possam usá-la.

Carlos Del Toro, diretor de produto da Incipio.

Vale comentar aqui um pequeno ruído que houve quando a Fast Company conversou com Del Toro. Inicialmente, o diretor disse que a empresa estava esperando a Apple emitir os padrões de teste para outras empresas — além da Logitech —, afirmando ainda que os componentes de testes necessários não estavam prontamente disponíveis. Depois, porém, Del Toro recuou nas afirmações e reconheceu que ainda não havia concluído o desenvolvimento de um produto com a tecnologia Smart Connector — apesar de estar interessado em fazer isso desde o fim de 2015.

Smart Connector do iPad Pro

Outras fabricantes, como a Brydge, afirmaram que o fato de você ter que construir algo que necessariamente precisa entrar em contato com as três bolinhas para funcionar é bastante limitador. Por isso, eles preferem apostar em produtos compatíveis com a tecnologia Bluetooth mesmo, abrindo um leque maior de opções (como por exemplo, utilizar o iPad em pé). A empresa não descarta usar o Smart Connector, mas provavelmente teria que ser para um tipo diferente de produto.

Olhando para o futuro, não há nenhuma razão para o Smart Connector não ser considerado nos futuros produtos Brydge se a aplicação estiver correta.

Nicholas Smith, CEO da Brydge.

Um dos possíveis pontos negativos de um acessório Bluetooth seria a necessidade de ele ter uma bateria interna — afinal, diferentemente do Smart Connector, o iPad em si não é capaz de alimentar esses acessórios (até por não necessariamente ter contato direto com eles). Contudo, esse não parece mais ser um problema atual, conforme apontou Jeff Meek, gerente sênior de produtos da Zagg. “Nossos teclados têm uma vida útil de bateria de até dois anos sob uso médio, nós não vemos energia como um ponto ruim significativo para ser algo resolvido através do conector.”

É inegável, porém, que as possibilidades com o Smart Connector são grandes. Como a matéria da Fast Company destacou, poderíamos ver um teclado capaz de carregar o iPad através de uma bateria embutida ou um com armazenamento extra que se integra ao novo aplicativo Arquivos (Files), do iOS 11.

Como boa notícia, fica a confirmação da Apple de que várias empresas agora estão desenvolvendo acessórios com o Smart Connector — e que, num futuro não tão distante assim, nós possamos ver esses novos acessórios chegando ao mercado.


iPads Pro

iPads Pro de 10,5″ e 12,9″

de Apple

Preço à vista: a partir de R$ 4.499,10
Preço parcelado: em até 12x de R$ 416,58
Cores: cinza espacial, prateado, dourado ou ouro rosa1
Capacidades: 64 GB, 256 GB ou 512 GB
Lançamento: junho de 2017

Botão - Comprar agora

via 9to5Mac

Notas de rodapé

  1. Disponível apenas no modelo de 10,5″.
Posts relacionados
Comentários
  • Não tem case da própria Apple para os iPads de 5ª geração (!) Vai entender ¯_(ツ)_/¯

  • Raniere Dantas Valença

    Imagina um dock de áudio e carga com esse smart conector. Ia ser perfeito pra festinhas e filmes… e poderia atrelar um teclado sem fio… é querer muito, eu acho…

  • David

    Eu até acho legal a Smart keyboard da Apple, mas pagar mais de mil reais é muito absurdo. Mesmo o iPad pro custando a fortuna que ele custa, não deveria ter acessórios a esse preço.

  •  lover

    Hehhe um iPad novo está custando até 9 mil na versão mais top, mais os assessorias vamos pra 11/12 mil, pra mim inviável é apelido!

  • gnc03

    Será que as do Air 1 não cabem nele?

  • Perceva

    Acho que o que vai editar o futuro dos ipads pro sera o ios 11. Acho que a Apple devia ter um cuidado especial com as atualizações do ios 11 para os ipads pro.
    Agora quanto a smart conector não recomendo que compre o da Apple.
    Compre o da Logitech que é muito melhor. Que ta sempre ligado no que rola no mundo da Apple sabe que há um tempinho atrás a apple anunciou o recall das keyboards dos modelos tela 9.7 e 12.9. Portanto é um produto que tem uma qualidade duvidosa. Sem falar que pode arranhar o ipad pro como já aconteceu com o meu.

  • Cara, também pensei nisso, mas uma atendente da Apple disse não ser compatível. Fiz algumas pesquisas e, de fato, há diferenças entre eles.

  • Hades666

    Não vinga porque Apple insiste nesses conectores proprietários para vender acessórios, fabricantes e consumidores estão cansando desse tipo de artifício.

  • Hiago Chi

    Só tolo pra comprar iPad pro no site da Apple…. No mercado livre se encontra o iPad pro 10.5 polegadas de 64 gigas por 2950 . Super vale a pena. Ele tem o processador A10X superior ao 7Plus e com certeza irá ter atualizações pra mais de 2023 ou mais ,pois ele é super potente !!!!

  • Jay Silva

    Não exagera.
    Por mais parrudo que o hardware seja, vemos que o iOS a cada versão fica mais e mais pesado.
    Até hoje, vimos que a Apple atualiza até 4 versões do iOS. O iPad Pro mais recente veio com o iOS 10 e é desse ano. Se a Apple seguir o que vem seguindo, vai até o iOS 14 em 2020, mas até lá, o hardware dele vai rodar o iOS no limite, como sempre ocorre em todo último update que cada iDevice recebe.

  • Julio Dias

    iPad Pro 10.5″ e o novo 12.9″já foram desenhados pensando no iOS 11

  • Jay Silva

    Isso não significa que a Apple irá atualizar o iOS deles até 2023!

  • Capitão Óbvio ataca outra vez. O que será de nós? Quem poderá nos salvar?

  • Julio Dias

    Com certeza que não. Obsolescência programada. A Apple de Tim Cook está muito com essa filosofia.

  • Jay Silva

    Não só a Apple do Cook, mas todas as empresas.
    iPhone e iPad pode ter certeza que recebe 3 ou 4 updates. Mas como as coisas na área mobile evoluem muito rápido, simplesmente o hardware não aguentaria também.

  • Renan

    Acho que vc errou ao falar que atualiza somente 4 versões, o iPad 2 lançado em 2011 foi até o iOS 9.3.5, ou seja ficou até 2016 com um SO atualizado. Seguindo o que o Jay falou, não esta errado falar que um iPad Pro lançado em 2017 seria suportavel até 2022, ja que o mesmo ficou 5 versões suportadas

  • Jay Silva

    iPad 2 foi uma exceção, mas a Apple o manteve a venda entre 2011 até 2014. Por isso que mandou 5 updates. Ele veio com o iOS 4 e chegou até o iOS 9, mas também foi o que mais ficou a venda. No iOS 9 estava extremamente lento.
    Já o iPad 3 veio com o iOS 5 e foi atualizado até o iOS 9. iPad 4 foi do iOS 6 até o iOS 10.
    Já iPhone também segue esse mesmo esquema, de 4 updates, exceto o iPhone 5C que veio com o iOS 7 e chegou até o iOS 10, com “apenas” 3 updates.

    Seguindo o que a Apple vem fazendo, os iPads Pro que foram lançados com iOS 10 esse ano, terão updates até 2020 com o iOS 14.
    O grande problema, será a discrepância de hardware dos iPads em 2020 com o hardware atual. Por mais otimizado que sejam vemos que os aparelhos mais antigos ficam bem mais lentos.

  • paulobr

    Para isso existe o Lightning nos dispositivos.
    Dá uma olhada que tem acessório bem perto do que você quer já lançado para o Lightning.
    😉

  • Isso foi exatamente o que Steve queria pros produtos da Apple, segundo ele era um filtro natural, quem compra sabe o porque de estar pagando.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: