Apple começa a migrar as extensões do Safari para a Mac App Store


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
21/08/2017 às 12:18

Muito tempo atrás, numa galáxia muito, muito distante… a Apple decidiu que levaria as extensões do Safari — que hoje nada mais são do que um repositório na web (acessível pela URL safari-extensions.apple.com) — para dentro da Mac App Store. Na página do Safari 10 que fica dentro do portal para desenvolvedores, a Maçã fala assim [tradução livre nossa]:

Extensões do Safari na Mac App Store

Pela primeira vez, você pode vender e distribuir as extensões do Safari pela Mac App Store. O futuro do desenvolvimento de extensões ocorre no Xcode, onde você pode criar novas capacidades para as suas extensões usando as poderosas APIs1 nativas e tecnologias web conhecidas. O Xcode facilita a criação das extensões do Safari usando modelos de extensão de aplicativos. E se você já desenvolveu um aplicativo, é fácil dar aos usuários acesso a funcionalidades e ao conteúdo do seu aplicativo pelo Safari.

Até então, não havia nenhum indicativo de que isso de fato estava acontecendo. Mesmo vasculhando a Mac App Store, não havia nenhuma seção destacando as tais extensões. Hoje, isso mudou.

Extensões do Safari na web

O repositório na web continua lá, disponível para quem quiser procurar por alguma extensão criada para o navegador da Apple. Contudo, agora há um aviso bem grande que diz “Descubra as poderosas extensões do Safari, agora disponíveis na Mac App Store.”

Ao clicar no link, você é redirecionado para a seção “Extensões do Safari” dentro da loja de aplicativos do macOS.

Extensões do Safari na Mac App Store

Curiosamente, essa seção não pode ser encontrada navegando pelas categorias da Mac App Store — o que pode nos indicar que realmente estamos diante de algo bem novo, ainda em construção. Outra prova de que a Apple deve estar virando a chave disso agora é que há pouquíssimas extensões disponíveis na Mac App Store, e que a maioria delas continua sendo disponibilizada e funcionando pelo antigo método (repositório na web).

Ao adquirir uma extensão pela Mac App Store, o comportamento é basicamente o mesmo de um app: um download é feito e a extensão é disponibilizada tanto na pasta /Aplicativos/ quanto no Launchpad — o que na minha opinião é bem confuso, já que estamos falando de simples extensões para o navegador que deveriam, como sempre foi, ficar dentro do Safari, acessível apenas pelas preferências do navegador.

Deve ser uma questão de tempo até que mais e mais opções apareçam na Mac App Store; eu não duvido nada que a Apple também estipule um prazo para que desenvolvedores migrem as suas extensões para a loja de aplicativos — algo que considero positivo tanto para a loja (que ganha mais uma utilidade) quanto para desenvolvedores (que possivelmente terão mais destaque para as suas criações).

dica do Edimilson Santos

Notas de rodapé

  1. Application programming interfaces, ou interfaces de programação de aplicações.
Posts relacionados
Comentários
  • Ronaldo Rodrigues

    Também acho confuso a visualização das extensões junto com os apps no Launchpad, a primeira coisa que eu vou fazer é criar uma pasta dentro do Launchpad só para elas!

  • Marcio Vianna

    A Loja Unificada da Microsoft fazendo História.
    Há aspectos bons em todos os sistemas e nesse caso a unificação da loja traz uma grande vantagem.
    A quem usa o Edge pelo próprio navegador você pode buscar novas extensões e então é redirecionado para a seção da Windows Store onde todas as extensões estão reunidas.
    Você as escolhe, solicita a instalação e o processo é todo realizado em segundo plano.
    Simples, fácil e rápido.
    A Microsoft dando aula.
    Para além do Fla-Flu, boas práticas devem sempre ser copiadas.

  • Diego Mendes Fernandes

    Algumas extensões tem configurações, aparecendo no Launchpad, talvez seja capaz de mudar as configurações sem necessidade de abrir o Safari.

  • Ronaldo Rodrigues

    Essa é mais uma idéia da apple que fica esquentando a gaveta, não sei por qual motivo, e alguém vem e faz primeiro!

  • Microsoft dando aula uhauhahuahuahuhuahuahuahuahuauhauhauhauhauhahuhuahuahuahuahuauhauhahuahuahuahuahuahuhuahuahuahuahuahuahuauhahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuauhahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuuhahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuah

  • gnc03

    Se você não gostar no Mac (oq eu acho impossível depois q vc acostuma) você simplesmente pode instalar o Windows 10 pelo Bootcamp e ficar com os dois sistemas, é oq eu tenho no meu Mac (por obrigação infelizmente, devido a um ou dois programas q n tem no Mac)

  • João Almeida

    Vocês sempre vai achar confuso até passar o tempo do costume.

  • Marcio Vianna

    Comportamento de mercado, não há como prevê-lo.
    Os repositórios Linux já estavam disponíveis desde os anos 90 e só posteriormente compreenderam seu potencial para projetarem uma versão comercial deles dando origem às hoje consagradas lojas virtuais.
    As lojas virtuais já estavam consagradas, mas alguém apostou que se reunissem todos os produtos oferecidos nela dando-lhe um caráter de Shopping virtual aumentariam sua exposição é o volume de vendas. À época todos foram contra e eis que anos mais tarde essa proposta provou-se a mais eficiente.
    Não há como prever.

  • Marcio Vianna

    Preocupe-se em antes da aquisição do iMac de conferir se há programas essenciais às suas necessidades que utiliza atualmente no Windows para o macOS.
    Essa pesquisa é fundamental e o mais importante: manter sua rotina atendida quando troca-se de sistema operativo.
    Quanto ao sistema em si, há diferenças e semelhanças que o tempo irá esclarecê-lãs, perfeitamente usável. Não se preocupe com esse aspecto.
    No fim, o que importa é se suas necessidades serão atendidas, pois há excelentes opções seja qual for sua decisão.
    Abraço

  • Acho que isto pode estar relacionado ao Progressive Web Apps, já que o Safari está implementando o Service Workers. Se for isto, então as extensões podem se tornar verdadeiros aplicativos.

  • Diego Tietz

    Claro que dá pra aprender usando de boa, mas quando comprei meu Mac, assisti umas vídeo-aulas na internet sobre o sistema para quem está “chegando agora”. As aulas são longas, mas acabaram adiantando bem a minha vida no então OS X (hoje macOS).
    Tem tutoriais na mac app store, também.

  • Ricardo Passarella

    cara, trocar de sistema operacional é que nem trocar de namorada.
    A garota nova não vai ser igual sua ex, mas se você der uma chance, ela pode te surpreender (ou pode ser pior, só não espere ser igual).
    Ou seja, você terá que aprender como fazer as mesmas coisas que você fazia no Windows só que de forma diferente.
    Eu demorei umas duas semanas para começar a me acostumar com o macOS. Hoje em dia, minha produtividade é muito maior no macOS.

    Sobre o hardware, o macbook tem vantagens e desvantagem.
    Sem fanatismo, dificilmente um notebook vai ser bom em tudo, compre um notebook que atenda suas necessidades.

    pro:
    super leve,
    bateria dura o dia inteiro,
    tela de excelente qualidade,
    melhor trackpad que já vi em notebook (não há necessidade de mouse),

    cons:
    placa de video dedicada somente nos modelos mais caros e não é as melhores do mercado.

    Enfim, se você não gostar do macOS, você pode instalar Windows no macbook.
    Ou vendê-lo. Os macbooks tem excelente valor de revenda, você provavelmente conseguiria vende-lo no Brasil pelo mesmo valor que você comprou no exterior ou até mais.

  • Edimilson Santos

    Segunda dica de matéria publicada já, na terceira eu posso pedir musica?

    Ficou show, abraços!

  • Thiago Lopes

    Parece ser que nem no Apple Watch, você não pode instalar só a extensão, pelo o que eu entendi os apps com extensões (1Password, todoit, evernote, já irão se instalar com a extensão). Eu já tinha o Pipifier e ele já colocava um ícone no launchpad, antes das extensões irem para a loja, e ele só é um botão atalho do Pipmode do safari.

  • Thiago Lopes

    Cara, sou usuário de macOs, de Debian e de Windows 10. O macOS é o mais fácil dos 3. Quanto a apps, quase todos têm para macOS, e o que não tiver, sempre tem o Parallels Desktop rodando no modo de coerência (dica de app matadora para macOS). Quanto ao desempenho, todo e qualquer macOS é mais poderoso que seu equivalente PC (comprado pronto, sem configuração de hardware) (com exceção do gráfico, se sua placa gráfica for parruda, se for meia boca a GPU compartilhada do macOS bate de frente). O que pesa mesmo é o preço, você pode comprar um PC, pelo preço do macOS, melhor que o macOS, mas vai te dar um trabalho da porra. A convergência iOS e macOS é fantástica e vai demorar anos para chegar no PC e no Android. Muitas vezes preciso acessar a internet do iPhone no macOS e só clico na rede e já está lá a rede, sem nem tirar o iPhone no bolso, tudo que abro no safari está no histórico compartilhado, mando coisas no airDrop com muita facilidade, o clipboard é compartilhado, mas tudo isso tem um preço alto (eu mesmo vou ficar com o macbook pro de 2015 por mais uns 3 anos, pq é muito caro, quando tinha laptop PC trocava a cada 2 anos). Se seu dinheiro der e não for fazer falta, indico 100% um macbook, não vai se arrepender da máquina, agora se for ficar apertado por comprar um, acho que segurança financeira vale mais do que os ganho do macOS.

  • Thiago Lopes

    Cara, se não for muito pesado, coloca Parallels Desktop no modo coerência. Usava bootcamp até conhecer ele.

  • Thiago Lopes

    macOS é gratuito, igual iOS. Sim, pode ficar sem antivirus, inclusive existem muito poucos, claro que há um malware ou outro, principalmente se instalar muitos apps piratas (mas aí é igual Windows e Android, se for usar pirataria, é por sua conta e risco em qualquer sistema operacional)… Só instala coisa fora da loja se autenticar. Entre macbook e surface, eu vou de macbook. Garantia da Apple é internacional, inclusive o Apple Care+, Surface não tem suporte no Brasil.

  • Ronaldo Rodrigues

    Nesse caso caberia dizer que a Apple fez escola lançando uma loja própria de aplicativos e a Microsoft apenas aperfeiçoou o método de distribuição das extensões para navegador, até mesmo porque quando a Microsoft lançou a Windows Store esse método de distribuição de app já estava consagrado! Se isso não tivesse ocorrido, talvez estaríamos por ai correndo riscos em busca de arquivos .exe. O mercado é assim, sempre se complementa através da concorrência!

  • Ronaldo Rodrigues

    Deve ficar bagunçado então. Mais pode ser interessante caso o macOS siga o mesmo caminho do iOS no futuro, é só instalar o app e pronto!

  • Thiago Lopes

    Ah tah. No meu caso é apenas OriginLab, GaussView e Pov-Ray, tudo que roda sussa em Windows XP, então nem pesa tanto.

  • Marcio Vianna

    Depende do ponto de vista. Não há resposta certa ou errada. O Linux fez escala ao reunir os arquivos de instalação em um único endereço virtual em rede. A Apple tornou esse endereço virtual uma loja. A Microsoft tornou essa loja um shopping.

  • Thiago Buccos

    As atualizações são gratuitas e existem sim malwares para Mac. Mas são tão poucos quando comparado ao Windows e 99% deles pedem sua senha de root/admin. Ou seja, no caso você estaria instalando o malware por conta própria. O que nunca acontece, de fato. Particularmente, uso Mac a mais de uma década e nunca tive problemas. Ainda sim, caso você se sinta inseguro, existe o Kaspersky for Mac. Sobre Surface x Mac, acho que vai de cada um, logo prefiro não opinar.

  • Anderson Camões

    Show.
    Mais uma pergunta e está valeria para qualquer uma das duas máquinas.
    O que vocês fazem com as fotos e vídeos? Vi que os SSD não tem tanta capacidade.
    Hj faço assim, quando o iPhone começa a lotar (hj está com 42giga), passo as fotos para o notebook via cabo USB.
    A fototeca do ICloud seria caríssima, só de fotos no meu atual PC tem mais de 300 giga. Até uso o Google fotos, mas sabendo que fisicamente elas estão no note.
    Usar hd externo? Existe outra alternativa? E como passar as fotos do iPhone para o Mac, se ele não tem entrada USB comum?

  • Thiago Buccos

    Hoje em dia já existem SSD’s de grande capacidade, além do preço ter caído bastante quando comparados a antigamente, por exemplo. Mesmo assim eu prefiro manter fotos e vídeos no iCloud ou HD externo, por motivo de cópias físicas e nuvem. Existem inúmeros adaptadores para entrada que você quiser usar, portanto plugar o HD externo no Mac não é problema. Geralmente quando tiro fotos e passo para o PC, o próprio Lightroom exporta para o Adobe Cloud(sou assinante) ou quando não edito, a própria fototeca do iCloud cuida disso para mim. Tudo que tiro em meu iPad ou iPhone, cai no Mac. E o Lightroom Mobile tem suporte ao Adobe Cloud, portanto chega no Windows também se for o caso. Resumindo, caso você não tenha interesse em ter os arquivos online, coloque no HD externo, se quiser pagar 10 USD por 2TB.

  • Anderson Camões

    Valeu!!!! Fiz uma pesquisa e já decidi. Vou de MacBook. Com 512 giga. A última dúvida. Uso um HD externo, bem antigo, para armazenar toda a minha vida, inclusive fotos do casamento, monografia da faculdade, etc.
    o HD externo que espeto no Windows funciona normalmente no MAC?
    Ou a Apple adota algum formato próprio e terei sempre de acessa-los via Windows?

  • Thiago Buccos

    Sim amigo, funciona perfeitamente. A Apple usa um formato diferente para leitura/escrita, mas permite você pode ler/escrever em FAT e acessar NTFS sem problemas. Agora para escrever em NTFS você precisa de um app para isso, mas existem inúmeros. Uso o Paragon, mas há outros gratuitos.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: