Apple está removendo centenas de milhares de apps após mudanças nas regras da App Store


Eventualmente, a Apple muda algumas diretrizes de revisões da App Store, resultando na remoção de apps os quais não seguem as novas recomendações, como aconteceu com mais de 47 mil deles em outubro do ano passado.

Logo após a Worldwide Developers Conference (WWDC) 2017, novas alterações ocorreram, entre elas um novo item relacionado ao design e à funcionalidade dos apps:

4.2.6 Apps created from a commercialized template or app generation service will be rejected.

Em tradução livre nossa:

4.2.6 Apps criados a partir de um modelo comprado ou de um serviço para criação de apps serão rejeitados.

Esses serviços (como o Tapjet e o AppSheet por exemplo) oferecem um modelo white label, que é basicamente um template pronto, no qual se adiciona o nome/logo e no máximo uma pequena personalização para o app do cliente, fazendo parecer que foram eles quem desenvolveram o app completo.

O resultado da alteração é a remoção de centenas de milhares de apps, principalmente clones (que nunca foram bem-vindos na loja, diga-se de passagem), além de afetar direta e profundamente os próprios serviços que oferecem os tais templates.

Se por um lado isso é negativo, por outro isso mantém a App Store mais “limpa”, algo que sempre foi um diferencial dela, ainda mais considerando o número absurdo de apps disponíveis por lá atualmente.

[obrigado aos leitores Rafael Ramos e Marco Martins, que nos avisaram destas mudanças]

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: