Time de beisebol utiliza Apple Watch para trapacear em jogo [atualizado: ou não!]

Imagem de destaque


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
06/09/2017 às 11:09

Desde que o Apple Watch foi lançado, ele sempre teve um grande potencial para atividades mais “nobres” relacionadas a saúde, condicionamento físico, entre outras coisas.

Entretanto, como tudo o que há no mundo, quem utiliza a tecnologia é o falho ser humano, que pode deturpar o uso do dispositivo, levando-o para o “lado negro da força” — e foi exatamente isso que aconteceu com o relógio da Maçã.

De acordo com o New York Times, o time americano de beisebol Boston Red Sox — o atual líder da Divisão Leste da Liga Americana — teria utilizado Apple Watches para trapacear em um jogo contra os New York Yankees.

A liga americana de beisebol (Major League Baseball, ou MLB) iniciou a investigação em cima do time depois de uma queixa do gerente geral dos Yankees, Brian Cashman. Ele enviou provas as quais incluíam um vídeo mostrando o treinador assistente do Red Sox consultando o seu Watch no banco de reservas e, então, fazendo sinais para outros jogadores. As informações visualizadas no pequeno e discreto dispositivo seriam as possíveis jogadas feitas pelo catcher (receptor) adversário.

Depois de ter sido conduzida uma investigação de duas semanas, o time confessou ter utilizado a tecnologia para obter imagens do jogo, passando os sinais para os outros jogadores.

Observar os sinais dos times adversários é permitido quando um corredor na segunda base consegue perceber os sinais visuais entre o catcher e o pitcher (arremessador) e, então, passa as informações para o seu time. Entretanto, essa prática não é permitida se forem utilizados dispositivos eletrônicos para a captura dos sinais.

Mesmo com a confissão, não se sabe se o Red Sox sofrerá penalidades por isso. Entretanto, a “genialidade” usada para o mal parece não estar presa somente aos jogadores desse time, já que eles mesmos já acusaram os Yankees de também trapacearem roubando sinais por meio de câmeras da rede de televisão YES.

É, a tecnologia é algo muito bom — se for utilizada com ética, não é mesmo?

via Daring Fireball

Atualização, por Bruno Santana 18/09/2017 às 17:35

Aparentemente, podemos tirar a Apple da polêmica. De acordo com informações do jornal Boston Globe, os dispositivos utilizados pelo Red Sox para analisar os movimentos dos jogadores adversários não têm nenhuma Maçã gravada neles — em vez disso, para a amoral empreitada, foram empregados os monitores da Fitbit.

Em uma nota relacionada, tanto o Red Sox, por conta desta polêmica, quanto o New York Yankees — acusado de analisar os movimentos dos jogadores adversários por meio de um sinal da rede de câmeras YES — foram obrigados a pagar uma multa de valor não-divulgado à MLB1, que será destinada a ajudar os afetados pelo furacão Irma, que devastou a Flórida.

via Daring Fireball

Notas de rodapé

  1. Major League Baseball.
Posts relacionados
Comentários

Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: