Xiaomi continua com suas homenagens à Apple com o Mi Notebook Pro e o smartphone Mi Mix 2


A Xiaomi obviamente admira muito a Apple. A empresa chinesa já demonstrou esta profunda reverência com designs claramente inspirados na Maçã e até mesmo num CEO que se apresenta com roupas parecidas com o célebre uniforme de Steve Jobs. Vejam bem, não é cópia, é homenagem.

Hoje, a companhia apresentou uma série de novos produtos que, mais uma vez, deixam clara esta admiração. Por exemplo, deem uma olhada no belo Mi Notebook Pro:

Xiaomi Mi Notebook Pro

Especialmente se você tapar a parte superior e ignorar a tela de bordas ultrafinas que difere-se visualmente do painel mais tradicional do seu gêmeo, a nova criação da Xiaomi é, inegavelmente, uma baita homenagem ao MacBook Pro. Mas, claro, a chinesa usa esta referência para lá de contundente apenas como início de conversa para afirmar que seu produto é bem superior à sua fonte de inspiração; por exemplo, o Mi Notebook Pro traz duas portas USB comuns, uma saída HDMI, uma entrada para cartões SD e duas portas USB-C, eliminando a necessidade de múltiplos adaptadores do concorrente da Maçã.

Você já pode esquecer de carregar adaptadores simplesmente porque… você sabe, nós temos tudo!

Além disso, como o seu muso inspirador, o Mi Notebook Pro traz um sensor de impressões digitais e um trackpad imóvel com sensor de pressão. Os componentes internos são também razoavelmente similares, contando com processadores Intel Core i5 ou i7, chips gráficos da NVIDIA e 8GB ou 16GB de RAM. Uma desvantagem em relação ao MacBook Pro é a tela — aqui, temos um painel de 15,6 polegadas e meros 1080p. Ele custa bem menos que sua contraparte, partindo de US$850 (~R$2.600), mas — ao menos por enquanto — só está disponível na China.

·   •   ·

Por sua vez, o smartphone Mi Mix 2 não traz nenhuma referência clara ao design dos dispositivos da Maçã, mas traz uma tela com o mesmo paradigma de design que a empresa de Cupertino introduzirá amanhã, com o “iPhone X” — muito embora seja razoável dizer que a Xiaomi tenha sido a pioneira nesta tendência, com o Mi Mix original.

Xiaomi Mi Mix 2

O Mi Mix 2 traz um design impressionante, com tela quase de ponta-a-ponta de 5,99 polegadas e um corpo de cerâmica (cercado por alumínio ou unibody, no caso da edição especial mais cara). Dentro, temos 6GB de RAM, até 256GB de armazenamento, câmera traseira de 12 megapixels e sensor de digitais traseiro; o sistema é o Android 7.0 “Nougat” com a adaptação MIUI 9 da própria Xiaomi. Ah, outra homenagem à Apple que temos aqui — esta, deveras inglória — é a falta de uma saída para fones de ouvido.

O Mi Mix 2 custa a partir de ¥3.300 (~R$1.600) e já está disponível em pré-venda na China, onde será lançado no dia 15 próximo. Segundo a fabricante, ele não será disponibilizado em países ocidentais — portanto, se você se interessou, boa sorte com as importadoras.

·   •   ·

Por fim, temos o Mi Note 3, um dispositivo mais “tradicional” — e que reflete mais a admiração da Xiaomi pela Apple do que seu primo diferentão. Aqui, temos uma tela de 5,5 polegadas, sensor biométrico frontal, câmera traseira de 16 megapixels e sistema de reconhecimento facial; o design traz duas peças de vidro combinadas por uma lateral de alumínio (se isso soou familiar, não deve ter sido coincidência).

Xiaomi Mi Note 3

O Mi Note 3 estará disponível na China a partir de amanhã, partindo de ¥2.500 (~R$1.200).

via MacRumors

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: