Apple Watch Series 3 (GPS + Cellular) vem com diferenças significantes; mas afinal, quais modelos serão homologados pela Anatel? [atualizado 2x]


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
12/09/2017 às 20:06

A principal diferença entre o Apple Watch Series 3 com GPS + Cellular para o modelo apenas com GPS é um tanto óbvia: conectividade celular. Isso, na prática, torna possível você receber ligações, enviar mensagens, escutar músicas do Apple Music e outras coisas mais sem estar com o seu iPhone do lado, graças à conectividade LTE1 e UMTS2. É uma ótima liberdade para quem sempre se incomodou em ter que estar sempre com o iPhone no bolso para ter todos os recursos do relógio disponíveis.

Essa diferenciação já é algo suficiente para distinguir os modelos, mas a Maçã achou por bem tornar o Apple Watch Series 3 com GPS + Cellular ainda diferenciado. A página brasileira do relógio não mostra essas especificações pois o modelo com GPS + Cellular ainda deverá demorar para aterrisar por aqui, mas a americana deixa isso tudo bem claro.

Apple Watch Series 3 com GPS + Cellular vs. Apple Watch Series 3 com GPS

A primeira delas é que, se você gosta dos modelos do Apple Watch em aço inoxidável, terá que necessariamente adquirir um Series 3 com GPS + Cellular. A mesmíssima coisa acontece com quem prefere o modelo de cerâmica (Apple Watch Edition). Aliás, esses dois são os únicos modelos que têm a tela feita de cristal safira em vez de vidro de Íon-X — ou seja, quem quer um Apple Watch com tela mais resistente terá que necessariamente adquirir um modelo com GPS + Cellular.

Quem optar pelo Apple Watch Nike+ com a nova pulseira loop esportiva também terá que embarcar na conectividade. Obviamente, neste caso, você pode simplesmente comprar um Apple Watch Nike+ com pulseira esportiva e adquirir a pulseira loop esportiva de forma avulsa (isso inclusive sai mais barato). Mas se por um acaso a pulseira não estiver disponível para compra, a única forma é essa.

Falando dos recursos em si, o modelo com GPS + Cellular conta com dois bons diferenciais interessantes: 16GB de espaço interno e traseira em cerâmica em vez dos 8GB tradicionais e traseira em material composto, do modelo com GPS.

De resto, estamos falando do mesmíssimo relógio: processador S3 dual-core mais rápido, chip W2 para carregamento sem fio, GPS e GLONASS integrados, altímetro barométrico, resistência à água (50 metros), sensor de frequência cardíaca, acelerômetro, giroscópio, sensor de luz ambiente, respostas por voz da Siri, Wi‑Fi (802.11b/g/n 2,4GHz), Bluetooth 4.2, tela Retina OLED de segunda geração com Force Touch duas vezes mais brilhante (1.000 nits) e bateria de até 18 horas.

Onde comprar o modelo com GPS + Cellular que funcionará aqui no Brasil?

Esta pergunta é um tanto quanto difícil de responder. Primeiro porque, como o relógio utiliza um eSIM e não chip físico, a Apple necessariamente precisa fazer acordos individuais com operadoras em todos os países onde pretende vender o Apple Watch Series 3 com GPS + Cellular. Não adianta, por exemplo, você viajar, comprar um relógio com conectividade celular lá fora e chegar aqui no Brasil achando que tudo funcionará normalmente. Não, não vai.

Apple Watch Series 3 com Digital Crown vermelha e conectividade celular

Posto isso, ao analisar esta página da Apple, eu arrisco a dizer que, se Watch Series 3 com conectividade celular for lançado no Brasil (isto é, se a Apple conseguir negociar com as operadoras e trazê-lo para cá), os modelos deverão ser os A1889 (38mm) e o A1891 (42mm) — os comercializados na Europa, na Austrália e no Japão —, já que são os únicos que contemplam a banda 7, de 2.600MHz (utilizada pela maioria das operadoras brasileiras).

Então, se você planeja adquirir um Apple Watch Series 3 com GPS + Cellular no exterior com a expectativa de que, um dia, ele funcione aqui, está aí o meu palpite. 😉

Atualização 12/09/2017 às 22:22

O Apple Watch Series 3 (GPS + Cellular) não será lançado no Brasil. Mais informações neste artigo.

Atualização II 13/09/2017 às 10:00

Uma diferença significativa entre o modelo com GPS + Cellular e o apenas com GPS é, obviamente, a bateria. Quer dizer, a bateria em si é exatamente a mesma, mas a forma como o usuário poderá utilizá-la é diferente.

Esta página americana3 traz algumas informações interessantes relacionadas ao consumo da bateria ao utilizar a conectividade celular do Apple Watch:

No mais, o consumo é absolutamente o mesmo: até 18 horas de bateria (90 verificações de hora, 90 notificações, 45 minutos de uso de apps e um treino de 30 minutos com reprodução de música no Apple Watch por Bluetooth), até 10 horas de reprodução de áudio, até 10 horas de treino em ambiente interno e 5 horas ao ar livre com GPS. Além disso, os relógios levam cerca de 1,5 hora para recarregar até 80% da bateria e 2 horas para atingir os 100%.

Curiosamente, a Apple não informou quanto tempo dura a reprodução de áudio pela rede celular, utilizando o Apple Music. Aos que não são assinantes do serviço, a boa notícia é que será possível fazer o streaming de músicas que estão na nuvem (se você utiliza o serviço iTunes Match, é claro).

via 9to5Mac, AppleInsider

Notas de rodapé

  1. Long term evolution, ou evolução de longo prazo.
  2. Universal mobile telecommunication system, ou sistema universal de telecomunicação móvel.
  3. A brasileira não conta com a informação, pois o modelo GPS + Cellular não será comercializado por aqui.
Posts relacionados
Comentários

Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: