iPhones mais caros significam o quê? AppleCare+ também mais caro, naturalmente


Talvez tenha passado despercebido, face o preço um tanto quanto assustador (embora esperado, como quase tudo da keynote de hoje) do iPhone X, o fato de que até mesmo os novos iPhones mais “modestos” estão, no geral, mais caros que antes. Claro, precisamos nos lembrar de que o modelo de 32GB foi limado e, em termos puramente de capacidade de armazenamento, os iPhones 8/8 Plus oferecem um custo/benefício melhor que os seus antecessores.

Ainda assim, na fria realidade das palavras, o fato é que o menor valor que você irá desembolsar para comprar um iPhone de último modelo desbloqueado nos EUA é, agora, US$700 (mais taxas), ante os US$650 anteriores.

Claro que, acompanhando a subida dos preços, outro elemento deveras importante para uma série de usuários também iria encarecer. E as suspeitas foram confirmadas: os planos de garantia estendida do AppleCare+ tiveram leves saltos nos seus valores — até mesmo nos planos para iPhones já existentes, como o 6s Plus e o 7 Plus.

AppleCare

Como é possível observar na página oficial de venda dos planos, o AppleCare+ para iPhone 8 Plus/7 Plus/6s Plus custa US$150 — anteriormente, a Apple pedia US$130 pela garantia estendida dos seus smartphones maiores. Este valor, ao menos, permanece para os modelos menores: a garantia estendida do iPhone 8/7/6s continua saindo pelos mesmos US$130 usuais.

O maior tiro, como se poderia esperar, fica por conta do AppleCare+ para iPhone X: a Apple cobra US$200 para estender a garantia do aparelho. Realmente, consertar aquela gloriosa tela de ponta-a-ponta não deverá ser a coisa mais barata deste mundo (aliás, estou ansioso para ver o iFixit desmontar o aparelhinho), mas, surpreendentemente, as taxas de reparos para o smartphone não sofreram alterações em relação aos valores dos iPhones anteriores: são US$30 para trocar um painel danificado e US$100 para quaisquer outros reparos.

O AppleCare+, para os não-familiarizados, adiciona dois anos de garantia estendida aos dispositivos da Maçã, cobrando taxas reduzidas para reparos em danos causados pelo usuário, como telas rachadas ou infiltração de líquidos. Como sempre notamos, embora os planos ainda não estejam oficialmente à venda no Brasil, a Apple já atende oficialmente os iPhones cobertos pelo AppleCare+ por aqui. Só tenha em mente que você só pode adquirir os planos junto à compra do aparelho ou, no máximo, 60 dias depois.

via MacRumors

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: