Apple estaria testando novos sensores 3D para a traseira dos iPhones de 2019


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
14/11/2017 às 10:12

A Apple trabalhou durante anos para aprimorar e deixar a tecnologia por trás do sistema TrueDepth do iPhone X pronta para uso com o Face ID, e mandou muito bem. Agora, ela que ir além.

Para os iPhones de 2019, a empresa já estaria testando novos sensores tridimensionais para a traseira do aparelho. O TrueDepth continuará na frente, mas atrás, segundo fontes da Bloomberg, teremos componentes mais focados em aplicações como realidade aumentada (augmented reality, ou AR).

Esses sensores 3D serão supostamente diferentes dos usados pelo TrueDepth. Enquanto este projeta 30.000 pontos no rosto da pessoa para fazer um reconhecimento biométrico avançado, os sensores traseiros deverão se basear num princípio de “tempo de voo” (time of flight, ou TOF), de forma a montar um ambiente 3D virtual complexo.

Fornecedoras da Apple como Infineon, Sony, STMicroelectronics e Panasonic já estariam participando dos testes e em negociações com a empresa.

Obviamente, ainda é cedo para cravar com certeza as novidades que virão nos iPhones de 2019, mas se os testes com a tecnologia forem bem-sucedidos é bem provável que a Apple siga em frente com esses planos — até considerando o tanto que Tim Cook aposta em AR.

Posts relacionados
Comentários
  • lordtux

    Apple indo de vez pra fazer o que o Google ta se arrastando faz um tempo hein.

  • Perinaldo Cavalcanti Silva Fil

    Já imagino a aplicabilidade dessa tecnologia. Tipo, escanear todo o ambiente e torná-lo 3D navegável, saber todos os obstáculos constantes em um local e utilizar isso por exemplo, para criar jogos que interajam melhor com o ambiente em que está, etc. Isso tem muito futuro.

  • Filipi

    Não considero que o google esteja se arrastando, a apple trabalhou muito, além de comprar startups para trazer a tecnologia, a diferença da apple e do google, é que a apple apresenta a tecnologia pronta, lançou usou, enquando o google apresenta um beta, além de depender de outras empresas para lançar aparelhos compatíveis (ele poderia lançar o pixel compatível né, mas acho que nem o google esta disposto a pagar por isso ainda), aparelho com tecnologia tango já existe a mais de um ano, com esses sensores que a apple ainda vai trazer (provável que sejam os mesmos), só que são poucas empresas que apostaram na tecnologia, além de ser caro (para o padrão do android né, não da apple).

  • Douglas Knewitz

    Faz sentido ser em 2019, nem que quisessem tereiam sensores suficientes pra ano que vem. Talvez tenhamos modo retrato em vídeo e uma versão aprimorada em Fotos e o céu é o limite pros devs …

  • M7

    Penso que os atuais sensores 3D TrueDepth, não ficarão restritos ao reconhecimento facial e desbloqueio de aparelhos, aliás, na minha opinião, deveria ficar a critério da biometria e/ou reconhecimento por íris. No futuro próximo (tvz daqui a uns 10 ou 20 anos), tecnologias semelhantes ao 3D TrueDepth, aliadas a VR, AR e em suas versões tecnologicamente mais avançadas, terão um papel muito importante e empregado de forma geral na medicina, dentre outras áreas.
    Isso me faz lembrar o Dr. Leonard McCoy, em Jornada nas Estrelas, com seu “tablet” com scanner corporal examinando os enfermos e já dando o diagnóstico, isso será fantástico.

    https://uploads.disquscdn.com/images/8bcafe5924f3048efb335418d957a8b150e082710cbab8d889a000e441922a35.jpg

  • Edson Pinheiro de Oliveira

    Modo retrato em vídeo é o que estou ansioso para ver!

  • Ciro Guedes

    Então já se filme em modo retrato praticamente basta vc foco ficar no pesso principal que o resto é desfocado pode testar, agora seria legal modo retrato com live foto

  • Ciro Guedes

    Penso que pela câmera frontal do X poderemos controlar por expressão o celular ou talvez observar a posição do olhos e projetar um ponteiro de mouse na tela do celular e ao piscar um click, não sei como ruído isso pode ser funcional no dia a dia, mas pode ser possível.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: