Pela primeira vez, Apple realizou no Brasil uma sessão focada em crianças autistas


Parece que há muitas iniciativas da Apple acontecendo pelo mundo, mas muito poucas de fato chegam até o Brasil. Felizmente, desta vez a história é diferente: a gigante de Cupertino, pela primeira vez, realizou aqui no país uma sessão bastante especial em uma de suas lojas, conforme contou o Francisco Paiva Junior.

No último domingo (12/11), diversas crianças com autismo se reuniram na loja da Maçã em São Paulo (a Apple Morumbi) para participar de uma sessão só para elas: utilizando iPads Pro e o Apple Pencil, crianças de 8 a 14 anos com autismo de alto funcionamento puderam criar desenhos e pinturas com variados temas.

Apple sessao autismo Brasil

Acompanhados de seus irmãos, que são integrantes do grupo de apoio a pais de autistas aMAIS SP, os participantes receberam ajuda dos chamados “voluteer champions”, empregados voluntários da empresa que participam do Apple Global Volunteer Program (algo como “Programa Global de Voluntariado da Apple”), uma iniciativa que permite aos empregados ajudarem sua comunidade local.

Com esse intuito de ajudarem sua comunidade, os voluntários se inspiraram em um evento que aconteceu em uma loja da Apple em Londres (Reino Unido), que realizou uma sessão similar depois de um pedido feito por diversas mães de crianças autistas.

Apple sessao autismo Brasil

Paiva Junior, que participou do evento com seus dois filhos, falou sobre os voluntários e mostrou sua satisfação em relação ao evento:

O instrutor da sessão foi o criativo Gabriel Basilio, que teve muita paciência e carinho com as crianças durante todo o evento. A médica Iara Brandão, neurologista infantil e geneticista da startup Tismoo, também participou como voluntária para dar um apoio profissional ao evento.

Eu, que participei do evento com meus dois filhos, agradeço e parabenizo, em nome de todos os pais, por essa iniciativa da empresa.

Não é à toa que o CEO da Apple, Tim Cook, afirmou anteriormente que as lojas da empresa não podem mais ser chamadas somente de “lojas” já que seu foco é principalmente ser “parte de uma comunidade”.

Então, é realmente muito bacana que a Maçã esteja fazendo esse tipo de evento no Brasil também — e esperamos que eles possam continuar, se multiplicar e alcançar muitos brasileiros carentes desse tipo de atenção por aqui. 👏🏻

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: