Enquanto o mundo esperava o lançamento do iPhone X, o iOS perdeu uma pequena fatia do mercado em vários países


Obviamente, as vendas de smartphones — ou de qualquer coisa, por essa lógica — não são como uma rocha imutável que mantém-se basicamente inalterada por milhares de anos. A cada mês, os números variam de acordo com uma série de fatores e o interessante não é ver os dados em si, mas analisar esses fatores e as causas dos saltos e das quedas de cada fabricante.

Por exemplo: de acordo com a firma de estatística Kantar Worldpanel, a fatia de mercado do iOS nos Estados Unidos e em outros mercados importantes caiu alguns pontos percentuais nos meses de agosto a outubro de 2017, em relação ao mesmo período do ano passado. Por que? Segundo a empresa, o motivo pode estar relacionado a um certo iPhone X e o seu lançamento “tardio”.

Fatia de mercado de sistemas operacionais móveis, Kantar Worldpanel, Outubro de 2017

Analisando os números friamente, vemos que, numa comparação ano a ano, o market share do iOS caiu 7,6% nos EUA e 8,5% na Grã-Bretanha. Outros países que viram uma queda do sistema operacional da Maçã foram o Japão (-6,9%) e a Alemanha (-1,6%), com quedas menores também na França, na Itália e na Austrália.

Enquanto isso, de volta à terra natal da Apple, o Android teve um salto de 8,2% na sua fatia do mercado. A Kantar afirma que a subida do robozinho deve-se à progressiva derrocada do Windows Phone, mas também não pode ser ignorada a queda da Apple e o “vácuo” do qual o Google tirou proveito. De acordo com a firma, a queda da Maçã era inevitável — afinal, os consumidores compraram menos iPhones no período para esperar pelo iPhone X, lançado um mês depois da data tradicional —, mas ainda assim põe uma pressão no mais caro dos modelos de Cupertino. Segundo o diretor da Kantar, Dominic Sunnebo:

Era inevitável que a Apple veria uma queda na sua fatia quando nós tivéssemos um mês inteiro de comparação levando em conta o iPhone 8, que não é carro-chefe, com o iPhone 7, que era carro-chefe em 2016. Essa queda é significativa e coloca uma pressão para que o iPhone X venda bem. Considerando a mudança completa trazida pelo iPhone X, consumidores podem estar adiando suas compras até que eles possam testar o novo aparelho e decidir se o preço mais alto, se comparado com o iPhone 8, vale a pena para eles.

Apesar da queda em vários países, a Apple conquistou uma fatia um pouco maior do mercado na China no período, com 17,4% do mundo dos smartphones no país. Agora, será necessário esperar para ver se a tendência de subida do iPhone X confirmar-se-á ou se veremos mais uma queda da Maçã. Em qual possibilidade vocês apostam?

via Apple World Today

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: