Receita da App Store em 2017 foi quase duas vezes maior que a do Google Play


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
08/01/2018 às 13:43

A Apple se gaba constantemente dos números conquistados na App Store — e não é para menos: ela já divulgou, na semana passada, que somente no primeiro dia deste ano, a sua loja de aplicativos conseguiu faturar US$300 milhões. Se esse número foi tão grande em um único dia, quão bem sucedida a loja foi no período de 12 meses?

Isso a empresa ainda não divulgou, mas a firma Sensor Tower analisou os dados de 2017 tanto da App Store quanto do Google Play e concluiu que a loja da Apple conseguiu uma receita quase duas vezes maior que a de apps dos aparelhos com Android.

Receita bruta de aplicativos (App Store e Google Play) em 2017

Receita bruta de aplicativos (App Store e Google Play) em 2017

A pesquisa mostrou que a performance das duas lojas de aplicativos (compras de apps, assinaturas e compras internas) foi realmente impressionante no ano que passou; basicamente, o total arrecadado nas duas chegou a US$58,6 bilhões, 35% a mais do que em 2016, quando o número atingiu US$43,5 bilhões.

Destrinchando o número de 2017, porém, temos que a App Store representa US$38,6 bilhões (crescimento ano a ano de 34,7%), enquanto o Google Play ficou com US$20,1 bilhões (crescimento ano a ano de 34,2%). Os números parecem bem distantes, mas é importante lembrar que, diferentemente da loja da Apple, a do Google não está disponível na China.

Olhando especificamente para os jogos nas duas lojas, a receita chegou a US$48,3 bilhões, sendo US$30 bilhões na App Store e os outros US$18 bilhões no Google Play. O aumento foi de 30% no total e para cada uma das lojas.

Receita bruta de jogos (App Store e Google Play) em 2017

Receita bruta de jogos (App Store e Google Play) em 2017

A coisa muda de figura quando nos focamos somente no número de downloads das duas lojas: juntas, elas conseguiram alcançar 91,5 bilhões de apps instalados (pela primeira vez). É aqui que a loja do Google brilha: enquanto a App Store representa 28 bilhões desse grande número, o Google Play ficou com os outros 64 bilhões.

A mesma coisa ocorre com downloads de games: a loja do Google chegou a 27,2 bilhões, enquanto a Maçã comeu poeira com 8,3 bilhões.

Downloads de apps (App Store e Google Play) em 2017

Downloads de apps (App Store e Google Play) em 2017

Certamente, a Apple está se beneficiando da sua presença na China e em outros mercados emergentes, como a Índia. E, mesmo que o Brasil não represente um número muito grande na comparação de compras globais, agora que a App Store está disponível para nós em reais, será que isso contribuirá para o aumento da sua receita neste ano? Continuemos acompanhando.

via TechCrunch

Posts relacionados
Comentários
  • Bruno Martins Mendes Vieira

    Eu sou um usuário Android e digo, o Google tem que melhorar é muito a Google play, tem que regras que a Apple impõe que o Google tem que acatar.

  • Bruno Rodrigues Batista

    Q regras, por exemplo?

  • Bruno Martins Mendes Vieira

    Os aplicativos do IOS não passam por uma supervisão da Apple antes de entrar na loja ? Se tivesse isso no Android não teria tanto app mal desenhado e cheio de propaganda invasiva

  • Gabriel Cruz

    No Android também há uma verificação, mas não há imposições, o 64bit nem é obrigatório na loja ainda, só recentemente ela começou a avisar, vulgo ameaçar, ela precisa na realidade de um filtro de utilidade, a App Store também, tem muito app inútil, no Android é ainda pior porque há muitos apps desenvolvidos e otimizados para versões antigas, muitos apps são otimizados para o 4.4KitKat, os desenvolvedores tem fixação com essa versão, não se utilizam das novas versões ficam fixados e os apps não rodam com a mesma fluidez que o sistema consegue.

  • Bruno Rodrigues Batista

    Utilizo e desenvolvo nas duas plataformas. Em ambas tem muito lixo (proporcionalmente o android acaba tendo mais).

    A única diferença é que a Apple é mais chata para aprovar os apps, e isso não garante qualidade.

  • M. Afonso

    Fica claro o porque dos desenvolvedores preferirem o IOS, menos aparelhos e mais lucro, no Android os desenvolvedores estão nem ai, até hoje a maioria dos apps não foi atualizado para a tela do S8 ou para telas “infinitas”

  • Jay Silva

    Depende do app que tem propaganda invasiva. Geralmente são jogos que tem aqueles anúncios em vídeo que te obriga 5 segundos para pular.
    Mas os apps mais conhecidos que eu uso no Android e iOS, como Instagram, Facebook, Wunderlist, Evernote, Office, Bancos, TV Time, Mercado Livre, Xbox, Playstation, Steam, Shazam, Linkedin e tantos outros basicamente estão em pé de igualdade independente das versões.
    A App Store por ser fechado e ter aprovação da Apple realmente parece mais “limpa”. Mas a Google Play melhorou muito, mas tem que melhorar mais ainda.
    Acho que essa questão de app mal desenhado e com propaganda invasiva se atenua procurando apps melhores. E eles existem.

  • Fabio Conde

    Vale lembrar que no Android há outras duas grandes lojas, da Samsung e da Amazon. E que alguns países possuem lojas próprias como China e Rússia.

  • Bruno Martins Mendes Vieira

    A Apple store é bem mais limpa, como um amigo citou, tem app que não é atualizado a anos e tá com base no Android 4.4 ao invés de no mínimo ser o 7.0, fica complicado

  • Lucas Henrique

    pq a Play Store não está disponível na China?

  • Jay Silva

    App abandonado tem aos montes realmente, mas quem realmente usa???
    Seria uma boa a Google colocar uma política de atualização na loja, que se o dev não fizer uma melhoria ou o app ficar 2 anos abandonado, ele sairá da loja.
    Mas a grosso modo, os aplicativos mais utilizados sempre estão recebendo novidades.

  • Fabio Conde

    Coisas do comunismo…

  • Se pudessem escolher entre uma das duas lojas, ficariam com a que vende mais ou a mais popular?

  • Rodrigo Gomes da Silva

    E isso de base do android 4.4 eh ruim pq? Se o aplicativo funciona não tem pq ser nescessario ser atualizado.
    Sem contar q isso permite q o aplicativo funcione em androids antigos, tirando o peso q tem o fato q muitos aparelhos androids não tem atualização de SO, coisa q os fan da apple gostam de martelar, mas q na pratica nao tem essa importancia toda pq os aplicativos no geral não são exigentes de requerirem versões atuais, e os servicos core do android (do google), diferente da apple, são lancado hoje e funcionando em varias versões atras.

  • Rodrigo Gomes da Silva

    Tenho instalado aplicativo de mais de 5 anos que funciona perfeitamente… por exemplo se vc tem um aplicativo de lanterna pra q precisa de atualização? Ou um de calculadora? Ou um de joguinho de sudoku?

  • Rodrigo Gomes da Silva

    No caso de aplicativos de 64bits ela só vai pedir q versões novas tenham suporte a 64bits… não vai fazer q nem a apple de uma hora pra outra remover os de 32bits da store

  • Antonio

    Seu exemplo foi de Apps de grandes empresas que não se retabilza pela venda na AppStore, questão é que Loja da Apple fatura ou seja as pessoas pagam quase 2x mais por aplicativos na loja da Apple se for analizar em coparação a base instalada por usuario acredito que o usuario de iOS devam gastar cerca de 10x do que o usuários de android

  • Antonio

    Isso não garante um aplicativo de excelência, porém evita muita tranqueira.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: